segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Atavistic - Life During Wartime (1987)

GÊNERO: Crust Core
ORIGEM: Inglaterra (Whitstable / Kent)
FORMAÇÃO:
Jeremy Upcroft (Vocal, guitarra)
Patrick McKernan (Baixo)
John Brenchley (Bateria)
.
Este é o segundo Ep do grupo, lançado pelo selo Peaceville, sendo então seu terceiro trabalho, já que além dos dois Ep's, ainda tinham uma demo lançada um ano antes. Classifiquei-o como crust, mas tem fortes tendências de D-Beat. Já imaginou o que surigiria de uma mistura de Extreme Noise Terror, English Dogs, e Napalm Death (Era Scum)?! E se ainda tivesse pitadas de Anti Cimex e Cryptic Slaughter?! Pois não precisa imaginar, basta ouvir o Ep! É bem essa análise que faço, sendo o English Dogs, relacionado muito devido ao timbre da guitarra, muito semelhante. É um som veloz e com muita energia, que acaba suprindo muito bem a falta de técnica dos integrantes, embora não sejam maus músicos. Vale a pena ouvir este petardo inglês!
.
FAIXA A FAIXA:
1) A Question Of Priorities. O Ep começa com sons muito semelhantes à música concreta, para logo em seguida vir o petardo! Uma música veloz, e talvez a mais D-Beat do álbum. É o embalo típico do gênero com riffs rápidos, uma das melhores do Ep, vale a pena conferir!
2) Creatures Of Habit. Esta é, na minha opinião, a melhor faixa do Ep, veloz e iniciando com uns legatos na guitarra, ela se mantém enérgica do início ao fim, este ao qual ainda é com a caixa da bateria dobrada o tempo, se assemelhando mais a um crust. Excelente faixa!
3) Liberty For Whom?. Esta música é bem crust, com exceção da introdução, as demais partes da música são bem características do gênero. Talvez a faixa que menos me agrada no Ep, mas ainda assim é uma boa música.
4) Survival Of The Fittest. Outra música bem crust, mas já com uma pegada mais metal. Excelentes riffs de guitarra no seu início, quando entra a voz, o blast beat entra em ação! Música veloz com delay na voz!
Ouça o segundo Ep do grupo e confira se a mistura das bandas mencionada antes se confirma!

Nenhum comentário :

Postar um comentário