quarta-feira, 31 de março de 2010

String Quartet - Tribute To AFI (2004)

GÊNERO: Clássico
ORIGEM: EUA (Los Angeles-L.A.C. / California)
FORMAÇÃO:
Brain McDovey (Violino)
Coz Beasley (Violino)
Johnny Ace (Viola)
Johnny Tremain (Violoncelo)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 105 bpm. Os instrumentos estão afinados meio tom abaixo da afinação padrão. O ritmo apresenta certa densidade, principalmente, devido à síncopas, acentuações fora do tempo forte ou contratempo e pausas de pequena duração. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, existindo saltos de até uma quinta de distância, possuindo altura elevada e extensão pouco elevada, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada em combinação com dois ou mais instrumentos, variando a montagem dos acordes através da tríade ou eventuais dissonâncias, além de evntuais power chords ou manutenção da tônica em uníssono. Destaque para a transcrição dos arranjos.
.
DESTAQUE: The Leaving Song Pt.II
Música com compasso quaternário, tonalidade de Ebm (Mi bemol menor) e forma A-B-A-B-C-D-B-Coda. O ritmo apresenta certa densidade, principalmente em C, devido à acentuações no contratempo e pausas de pequena duração. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura elevada e extensão pouco elevada, existindo saltos de até uma quinta de distância, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada em conjuntos com dois ou mais instrumentos, os quais executam os acordes com a inclusão da terça, eventuais dissonâncias em D, power chords ou uníssono da tônica do acorde em questão, sendo em A: i-VII-i-VII-III-iv, em B: i-III-VII-iv-v, em C: i-VII-i, em D: SubV-III-IV-i, e na Coda: VII-V-i. Sempre após A existe uma ponte onde é executada a progressão i-III-VII.

segunda-feira, 29 de março de 2010

Street Bulldogs - Split [Turnedown] (1999)

GÊNERO: Street Punk
ORIGEM: Brasil (São Paulo / São Paulo)
FORMAÇÃO:
Leo (Vocal)
Sonrisal (Guitarra)
Cesinha (Guitarra)
Drausio (Baixo)
Santiago (Bateria)
.
O Ep possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 110 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido às pausas de pequena duração, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensãopouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais intervalos de terça e frequentes riffs de guitarra que ajudam a caractreizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos vocais por Leo.
.
DESTAQUE: Blind
Música com compasso quaternário, tonalidade de C (Dó Maior) e forma A-B-A'-B-B'-B. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido às pausas depequena duração em B e o arranjo de guitarra em A', mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, alcançando salto de até uma quinta de distância, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, sendo em A: I-V-II-IV-I-V-II-IV-V, e em B: I-V-III-IV-V.

sábado, 27 de março de 2010

Stiv Bators - The Lord And The New Creatures (1983)

GÊNERO: Punk Rock
ORIGEM: EUA (Youngstown-M.C. / Ohio)
FORMAÇÃO:
Stiv Bators (Vocal)
George Cabaniss (Guitarra)
Frank Secich (Baixo)
David Quinton (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 100 bpm. O ritmo é pouco denso, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada por power chords e acordes como a inclusão da terça, existindo eventuais acordes de passagem oriundos, geralmente, de cromatismo ou empréstimo modal. destaque para os arranjos de guitarra.
.
DESTAQUE: I Had Too Much To Dream (Last Night)
Música com compasso quaternário, tonalidade de Dm (Ré menor) e forma I-A-B-C-D-A'-B-C-D-C-D'. O ritmo é pouco denso, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, simultaneamente, em power chords e acordes com a inclusão da terça, existindo uma variação modal em B, ou seja, muda para D (Ré Maior), além do acorde de quinto grau com função de dominante, sendo a introdução (I): i, em A: i-VII-i-VII-iv-i-iv-i-V, em B: i-vii-vi-V-IV, em C: i-iv-i-iv-V, e em D: i-VII-VI-VII.

quinta-feira, 25 de março de 2010

Sötlimpa - A Non Fitting Generation (1984)

GÊNERO: Street Punk
ORIGEM: Suécia (Mölndal / Västergötland)
FORMAÇÃO:
Jesus (Vocal)
Martin (Guitarra)
Raimo (Baixo)
Hans (Bateria)
.
O Ep possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 115 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado em eventuais trechos devido à antecipações, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a tônica e quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para os arranjos de guitarra por Martin.
.
DESTAQUE: Snutvald
Música com compasso quaternário, tonalidade de Em (Mi menor) e forma A-B-C-B-C-D-C-A. O ritmo é pouco denso, sendo elevado devido às antecipações em C, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a tônica e quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais riffs de guitarra que ajudam a caracetrizar a harmonia em questão, sendo em A: I-VI-I-VI-VII-I, em B: I-VI-I-VI-VII, em C: I-VI-III-IV-I-VI-III-VII, e em D: I-III-I. Em A existe um riff com as notas Mi, Si e Dó. No power chord do sexto grau em B existe um riff de guitarra com as notas Ré, Dó, Si e Sol.

terça-feira, 23 de março de 2010

Social Distortion - Mommy's Little Monster (1983)

GÊNERO: Punk Rock
ORIGEM: EUA (Fullerton-O.C. / California)
FORMAÇÃO:
Michael Mike Ness (Vocal, guitarra)
Dennis Danell (Guitarra)
Brent Liles (Baixo)
Derek O'Brien (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 100 bpm. Os instrumentos de corda estão afinados meio tom abaixo do padrão. O ritmo é pouco denso,sendo elevado em eventuais trechos devido à figuras pontuadas, mantendo a colcheia como a figura mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais trechos onde existem acordes com a inclusão da terça ou riffs de guitarra que ajudam a cracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos de guitarra.
.
DESTAQUE: Telling Them
Música com compasso quaternário, tonalidade de Ebm (Mi bemol menor) e forma I-A-B-A-B-B'-A'-B. O ritmo é pouco denso, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, sendo em A: I-III-VII-IV, e em B: I-VII-VI-V. A introdução (I) nada mais é do que A executado de maneira solo pela guitarra.

domingo, 21 de março de 2010

Slick Shoes - Slick Shoes (2002)

GÊNERO: Hardcore Melódico
ORIGEM: EUA (Antelope Valley-L.A.C. / California)
FORMAÇÃO:
Ryan Kepke (Vocal)
Greg Togawa (Guitarra)
Jeremiah Brown (Baixo)
Joe Nixon (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 120 bpm. O ritmo possui certa densidade, principalmente, devido às variações de cadência e eventuais pausas ou arranjos específicos, além das frequentes síncopas, mantedo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, existindo saltos de até uma quinta de distância, possuindo extensão elevada e altura pouco elevada, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais acordes com a inclusão da terça e ou dissonâncias, estas, às vezes, executadas de maneira arpejada e maneira invertida, respectivamente, além de frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para os arranjos ritmicos.
.
DESTAQUE: I Knew
Música com compasso quaternário, tonalidade de G (Sol Maior) e forma I-A-B-A-C-A'-B. O ritmo possui certa densidade, principalmente, devido às variações de cadência e pausas de pequena duração, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, existindo saltos de até uma quinta de distância, possuindo extensão elevada e altura pouco elevada, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo frequentes riffs de guitarra, em A, que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, além de power chords executados de maneira arpejada em C, bem como a execução de dissonâncias, de maneira invertida, em A e B, sendo em A: I-I4/3-VI-IV, em B: IV-V-VI-VII-IV-VII-I-I4/3-IV-V-VI-VII-IV, e em C: I-V-II-IV-V-IV. A introdução (I) nada mais é do que metade do arranjo de B executado de maneira instrumental.

sexta-feira, 19 de março de 2010

Slayer - Live Undead (1984)

GÊNERO: Thrash Metal
ORIGEM: EUA (Huntington Park-L.A.C. / California)
FORMAÇÃO:
Tom Araya (Vocal, baixo)
Jeff Hanneman (Guitarra)
Kerry King (Guitarra)
Dave Lombardo (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 120 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado devido à arranjos específicos de cada instrumento, principalmente, a guitarra, mantendo a figura da semi-colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, existindo eventuais saltos de até uma oitava de distância, possuindo altura pouco elevada e extensão elevada, mantendo a tônica e quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos de guitarra.
.
DESTAQUE: The Antichrist
Música com compasso quaternário, sem tonalidade definida e forma I-A-B-C-A-B-D-E-A'-B'-C-A-Coda. O ritmo é pouco denso, sendo elevado em eventuais trechos devido à arranjos específicos da guitarra e variação de cadência em E, mantendo a figura da semi-colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, existindo saltos de até uma oitava, possuindo altura pouco elevada e extensão elevada, mantendo a tônica e quinta da tonalidade em questão como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, sendo em A: E5-A5, em B: D5-C5-D5-F5, em C: C5-Bb5-Ab5-C5-Ab-Eb, em D: D5-C5-Bb5-D5-Bb5-C5, em E: D5-Ab5-C5-Ab5-Eb5, e na Coda: E5-C5-D5-C5-G5. A introdução (I) nada mais é do que a progressão A5-E5 seguido do riff de A executado de maneira solo pela guitarra. Em A existe um riff de guitarra com as notas Mi, Ré, Dó e Si.

quarta-feira, 17 de março de 2010

Sid Vicious - Better (To Provoke A Reaction Than To React To Provocation) (1999)

GÊNERO: Punk Rock
ORIGEM: Inglaterra (Lewisham / Londres)
FORMAÇÃO:
Sid Vicious (Vocal)
Steve Dior (Guitarra)
Mick Jones (Guitarra)
Arthur Killer Kane (Baixo)
Jerry Nolan (Bateria)
.
Álbum lançado em 1999, porém com gravações de 1978. O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 100 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado em eventuais trechos devido à pausas, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a tônica e quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos vocais por Sid Vicious.
.
DESTAQUE: Search And Destroy
Música com compasso quaternário, tonalidade de Bm (Si menor), e forma I-A-B-C-A-B-C-B'-A-B-C-B'. O ritmo é pouco denso, sendo elevado devido à eventuais acentuações da guitarra, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a tônica e quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, sendo a introdução (I): I-IV-I, em A: I-VII-VI-VII-I-IV-I, em B: I-VII-VI-VII, e em C: IV-VI-III-V. Após o primeiro B' existe uma ponte, onde nada mais é do que o arranjo da introdução.

segunda-feira, 15 de março de 2010

Sepultura - Schizophrenia (1987)

GÊNERO: Thrash Metal
ORIGEM: Brasil (Belo Horizonte / Minas Gerais)
FORMAÇÃO:
Max Cavalera (Vocal, guitarra)
Andreas Kisser (Guitarra)
Paulo Jr. (Baixo)
Igor Cavalera (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 120 bpm. O ritmo possui certa densidade, principalmente, devido às variações de cadência e acentuações fora do tempo forte ou contratempo, além de eventuais síncopas nos arranjos de guitarra, mantendo a figura da semi-colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a tônica e quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais riffs de guitarra que ajudam a cracterizar a harmonia em questão. Destaque para a participação de Henrique no sintetizador e Paulo Gordo no violino.
.
DESTAQUE: Escape To The Void
Música com compasso quaternário, sem tonalidade definida e forma A-B-C-B'-C'-B'-D-A'-D'-E-F-B''-C'. O ritmo possui certa densidade, principalmente, devido às variações de cadência e acentuações fora do tempo forte, principalmente nos arranjos de guitarra, mantendo a figura da semi-colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a tônica e quinta do acorde como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais riffs de guitarra, em D, que ajudam a cracterizar a harmonia em questão, sendo em A: E5-B5-A#5-F#5-G5, em B: E5-F#5-G5-E5-A#5-B5-F#5-B5-A#5-C#5-D5, em C: A#5-G#5, em D: B5-A#5, em E: G5-A#5, e em F: E5-B5-A#5-D#5-D5-E5-B5-A#5-E5-D#5-D5-E5-D#5. Após E existe uma ponte onde nada mais é do que a progressão G5-F#5.

sábado, 13 de março de 2010

Sepultura - Refuse / Resist (1994)

GÊNERO: Thrash Metal
ORIGEM: Brasil (Belo Horizonte / Minas Gerais)
FORMAÇÃO:
Max Cavalera (Vocal, guitarra)
Andreas Kisser (Guitarra)
Paulo Jr. (Baixo)
Igor Cavalera (Bateria)
.
O Ep possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 120 bpm. O ritmo apresenta certa densidade, principalmente, devido às variações de cadência e acentuações fora do tempo forte, mantendo a figura da semi-colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a tônica e quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais trechos onde acordes com a inclusão da terça são executados, estes, de maneira arpejada, além de frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos de guitarra.
.
DESTAQUE: Drug Me
Música com compasso quaternário, sem tonalidade definida e forma A-B-A'-B-C-A-B. O ritmo é pouco denso, sendo elevado devido às pausas, mantendo a figura da semi-colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a tônica e quinta da tonalidade em questão como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, sendo em A: A#5, em B: D#5-C#5-D#5-E5, e em C: C#5-G5-F#5. Após A e o segundo B, existe uma ponte, onde é executado o power chord de Mi, seguido de um riff executando a tríade maior do power chord em questão.

quinta-feira, 11 de março de 2010

Saturday Morning - Cartoon's Greatest Hits (1995)

GÊNEROS: Pop Punk / Rock / Pop / Punk Rock / Hard Rock / Psychobilly / Ska Core
ORIGEM: EUA (Nova York / Nova York)
BANDAS: Liz Phair With Material Issue / Sponge / Mary Lou Lord With Semisonic / Matthew Sweet / Juliana Hatfield And Tanya Donelly / Collective Soul / Butthole Surfers / Helmet / Ramones / Reverend Horton Heat / Frente! / Violent Femmes / Dig / Face To Face / Tripping Daisy / Toadies / Sublime / Murmurs / Wax
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 100 bpm. O ritmo apresenta certa densidade em eventuais faixas, principalmente, devido à acentuações fora do tempo forte e pausas de pequena duração, além de arranjos específicos de cada instrumento, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha bastante, geralmente, por graus conjuntos, existindo eventuais saltos de até uma oitava de distância, mantendo as notas da tríade da tonalidade em questão como referência. A harmonia é bem variada, ora executada em power chords, ora em acordes com a inclusão da terça ou dissonâncias, estes, eventualmente, executados de maneira arpejada. Coletânea lançada pelo selo MCA Records.
.
DESTAQUE: FACE TO FACE - I'm Popeye The Sailor Man
Música com compasso quaternário, tonalidade de C (Dó Maior) e forma I-A-B-A-C-B'-A'-B''-A'-A''. O ritmo é pouco denso, sendo elevado em C devido às pausas, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, sendo em A: I-IV-I-IV-I-V-I, em B: IV-I-V-I-IV-I-V-I-IV-I-IV-I-V-I, e em C: I-V-I-IV-V-I. A introdução (I) nada mais é do que A executado com arranjo diferente. Após a introdução (I), C e o segundo A' existe uma ponte onde nada mais é do que os power chords do quinto, quinto e segundo graus, respectivamente.

terça-feira, 9 de março de 2010

Rush - Presto (1989)

GÊNERO: Rock Progressivo
ORIGEM: Canadá (Toronto / Ontario)
FORMAÇÃO:
Geddy Lee (Vocal, sintetizador, baixo)
Alex Lifeson (Guitarra)
Neil Peart (Bateria, percussão)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 100 bpm. O ritmo é extremamente denso, entre os fatores que ajudam a elevá-la, os principais são as acentuações fora do tempo forte, de maneira frequente; antecipações, pausas de pequena e longa duração, arranjos específicos de cada instrumento, principalmente a bateria, destacando a sincronia existente entre os músicos, principalmente, baixo e bateria, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha bastante, geralmente, por graus conjuntos, existindo saltos de até uma quinta de distância, possuindo altura elevada e extensão pouco elevada, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, em sua maioria, por acordes com a inclusão da terça e dissonâncias, estes executados, às vezes, de maneira arpejada, eventualmente, existindo power chords, além de frequentes riffs de guitarra e linhas de baixo que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, existindo eventuais acordesde passagem. Destaque para a participação de Rupert Hine no teclado.
.
DESTAQUE: Show Don't Tell
Música com compasso quaternário, tonalidade de AM (Lá menor) e forma I-A-B-C-A-B-C-D-B'-C'. O ritmo é extremamente denso, principalmente em B e na introdução (I), existindo frequentes antecipações e acentuações fora do tempo forte, além de frequentes pausas de pequena duração,mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha bastante, geralmente, por graus conjuntos, existindo saltos de até uma quinta de distância, possuindo altura elevada e extensão pouco elevada, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é exceutada, em sua maioria, por acordes com a inclusão da terça e dissonâncias, geralmente, de maneira arpejada, existindo eventuais power chords, estes de maneira invertida em B e na introdução (I), além de eventuais riffs de guitarra e frequentes linhas de baixo que ajudam a cracterizar a harmonia em questão, sendo em A: i-III-iv-VII-i-VI-III-VII, em B: i7/11-VII5(6/4)-VI5(6/4)-V5(6/4)-i7/11-iv7/11-IV13-I5(6/4)-II5(6/4)-I5(6/4), em C: IV-III, e em D: i-VI-i-VI-III-VII. A introdução (I) nada mais é do que B executado com arranjo diferente, existindo um riff após o power chord do quinto grau com as notas Dó, Si, Sol, Fá#, Sol, Lá, Dó, Lá. Antes de D existe uma ponte onde é executada a progressão i-VI-III-VII-IV-VI-i-VI-III-VII.

domingo, 7 de março de 2010

Riot Squad - There's No Solution (1984)

GÊNERO: D-Beat
ORIGEM: Inglaterra (Mansfield / Nottinghamshire)
FORMAÇÃO:
Lee Butler (Vocal)
Wayne Butler (Guitarra)
Chedd (Baixo)
Paul Pommi Palmer (Bateria)
.
O Ep possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 105 bpm. O ritmo é pouco denso, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a tônica e quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords. Destaque para a execução do arranjo vocal por Lee Butler.
.
DESTAQUE: No Solution
Música com compasso quaternário, sem tonalidade definida e forma I-A-B-A-B-A'-B-A-B'. O ritmo é pouco denso, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a tônica e quinta da tonalidade em questão como referência. A harmonia é executada toda em power chords, sendo a introdução (I): C#5-F#5, em A: C#5-E5-B5-G#5, e em B: B5-A5-B5-D5.

sexta-feira, 5 de março de 2010

Riistetyt - 4 Bastardos Ao Vivo Em São Paulo (2003)

GÊNERO: D-Beat
ORIGEM: Finlândia (Tampere / Pirkanmaa)
FORMAÇÃO:
Lazze (Vocal)
Vege (Guitarra)
Nappi (Baixo)
Perttu (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 120 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido às eventuais variações de cadência, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a quinta e tônica da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais acordes de passagem. Destaque para o efeito no baixo de Nappi.
.
DESTAQUE: Luvattu Maa
Música com compasso quaternário, tonalidade de Em (Mi menor) e forma A-B-A-B-C-A-B'. O ritmo é pouco denso, sendo elevado devido à variação de cadência em C e síncopas em A, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo um acorde de passagem oriundo de um empréstimo tonal, gerando o power chord da quinta diminuta, sendo em A: I-VII-III-II-III-I, em B: IV-III-I-IV-III-I-Vb-IV, e em C: I-III-VII-III. Sempre antes de A e C existe uma ponte, onde nada mais é do que a execução do power chord do primeiro grau.

quarta-feira, 3 de março de 2010

Rich Kids On LSD - It's A Beautiful Feeling! (1984)

GÊNERO: Hardcore Old School
ORIGEM: EUA (Montecito-S.B.C. / California)
FORMAÇÃO:
Jason Sears (Vocal)
Chris Rest (Guitarra)
Vince Peppars (Baixo)
Bomber Mazullo (Bateria)
.
O Ep possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 120 bpm. O ritmo é pouco denso, apesar das frequentes síncopas, sendo elevado devido à eventuais pausas de pequena duração, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos de guitarra por Chris Rest.
.
DESTAQUE: Tell Me The Truth
Música com compasso quaternário, sem tonalidade definida e forma I-A-B-A-B-A'. O ritmo é pouco denso, apesar das frequentes síncopas de A, sendo elevado devido às pausas de pequena duração em B, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco,geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a quinta da tonalidade em questão como referência. A harmonia é executada toda em power chords, sendo em A: D5-B5-F#5-G5, e em B: D5-F5-G5. A introdução (I) nada mais é do que A executado de maneira solo pela guitarra.

segunda-feira, 1 de março de 2010

R.E.O. - Linea De Fuego (2003)

GÊNERO: Rap Core
ORIGEM: Chile (Santiago / Santiago)
FORMAÇÃO:
Pera Blasfemo (Vocal)
Nyno (Vocal)
Ignacio G (Guitarra)
Felipe (Baixo)
Cristian Lagarto (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 100 bpm. O ritmo possui certa densidade, principalmente, devido às variações de cadência e acentuações fora do tempo forte, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a tônica e quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais riffs de guitarra qua ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para os arranjos vocais.
.
DESTAQUE: Inmortal
Música com compasso quaternário, tonalidade de Em (Mi menor) e forma I-A-B-A'-B-A''-B'. O ritmo é pouco denso, sendo elevado devido à variação de cadência em A', mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, além de contracanto em B, mantendo a tônica e quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, sendo a introdução (I): VI-VII-I-VI-VII-IV-III, em : I-VI-VII-IV-III-I-VI-VII, e em B: I-VI-VII.