terça-feira, 29 de novembro de 2011

Abosranie Bogom - Putridphilia (2002)

GÊNERO: Grind Core
ORIGEM: Israel (Haifa / Haifa)
FORMAÇÃO:
Shit Eater (Vocal, guitarra, baixo)
Corpsebutcher (Bateria)
.
O Ep possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 130 bpm. O ritmo é pouco denso, mantendo a figura da semi-colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, possuindo altura baixa e extensão pouco elevada, mantendo a quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords. Destaque para a execução dos arranjos vocais por Shit Eater.
.
DESTAQUE: Forced Rotted Faeces Gay Torture
Música com compasso quaternário, tonalidade de G#m (Sol sustenido menor) e forma A-B-A. O ritmo é pouco denso, mantendo a figura da semi-colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, possuindo altura baixa e extensão pouco elevada, mantendo a quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, sendo em A: I-IV-III, e em B: VII-IV-III.

domingo, 27 de novembro de 2011

97a - Abandoned Future (1997)

GÊNERO: Power Violence
ORIGEM: EUA (Wayne-P.C. / Nova Jersey)
FORMAÇÃO:
Chris Kelly (Vocal, guitarra)
Todd A. (Vocal, guitarra)
Clint Morris (Baixo)
Glen (Bateria)
.
O Ep possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 130 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à eventuais pausas e variações de cadência, mantendo a figura da semi-colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords. Destaque para a execução dos arranjos de bateria por Glen.
.
DESTAQUE: What Went Wrong
Música com compasso quaternário, tonalidade de Am (Lá menor) e forma I-A-B-A-B-A'-C-A'. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à variação de cadência em C, mantendo a figura da semi-colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, sendo na introdução (I): I-III-VII, em A: I-III-IV-II-VII, em B: I-III-IV-VII-I-III-IV, e em C: I-III-IV-V-VII.

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

59 Times The Pain - Calling The Public (2001)

GÊNERO: Street Punk
ORIGEM: Suécia (Fagersta / Västmanland)
FORMAÇÃO:
Magnus Larnhed (Vocal, guitarra)
Niklas Lundgren (Guitarra)
Michael Conradsson (Baixo)
Toni Virtanen (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 110 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à acentos deslocados do tempo forte, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais acordes com a inclusão da terça, bem como riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos de guitarra.
.
DESTAQUE: Cash On Delivery
Música com compasso quaternário, tonalidade de G#m (Sol sustenido menor) e forma I-A-B-A-B-C-D-A'-C-D-A''-B'-A-D'-A'''. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à eventuais arranjos específicos da guitarra, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo um riff de guitarra caracterizando empréstimo modal, sendo em A: I, em B: IV-III-I-IV-I-IV, em C: IV-III-I, e em D: VII-IV-I.

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

59 Times The Pain - Blind Anger & Hate (1994)

GÊNERO: Hardcore
ORIGEM: Suécia (Fagersta / Västmanland)
FORMAÇÃO:
Magnus Larnhed (Vocal, guitarra)
Niklas Lundgren (Guitarra)
Michael Conradsson (Baixo)
Toni Virtanen (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 115 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à eventuais variações de cadência, antecipações e acentos deslocados do tempo forte, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, mantendo a quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords. Destaque para a execução dos arranjos de bateria por Toni Virtanen.
.
DESTAQUE: Sense Of Right And Wrong
Música com compasso quaternário, sem tonalidade definida e forma A-B-A'-A''-B-A'-A''-B'-A'-A''. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à variação de cadência em B' e acentos deslocados do tempo forte, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, sendo em A: A5-Bb5-A5-G5, e em B: A5-Bb5-A5-G5-A5-Bb5-A5-G5-E5-G5.

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

4 No 1 - 4 Am (2000)

GÊNERO: Hardcore Melódico
ORIGEM: Uruguai (Montevidéu / Montevidéu)
FORMAÇÃO:
Sergio (Vocal, guitarra)
Josepe (Guitarra)
Cabeza (Baixo)
Kisan (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 115 bpm. Os instrumentos de corda estão afinados meio tom abaixo da afinação padrão. O ritmo é pouco denso apesar das frequentes síncopas, sendo elevado, principalmente, devido à variações de cadência, bem como eventuais antecipações e acentos deslocados do tempo forte, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais acordes com a inclusão da terça, bem como intervalos de terça e frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos de guitarra.
.
DESTAQUE: Another Chance
Música com compasso quaternário, tonalidade de G# (Sol sustenido Maior) e forma A-B-A'-C-A''-C'-B'. O ritmo é pouco denso apesar das frequentes síncopas, sendo elevado, principalmente, devido à acentos deslocados do tempo forte, eventuais variações de cadência e arranjos específicos de cada instrumento, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo um acorde de passagem, em B, oriundo de cromatismo, sendo em A: I-V-VI-III-IV-I-IV-V, em B: IV-Cr-V-VI-V-IV, e em C: IV-V-III-VI-IV-V-I. Após C existe uma ponte, onde nada mais é do que a progressão I-III-VI-V-IV-V.

sábado, 19 de novembro de 2011

095 - Demo (2000)

GÊNERO: Hardcore
ORIGEM: Rússia (Moscou / Distrito Federal Central)
FORMAÇÃO:
Sania (Vocal)
Dima (Guitarra)
Alieksiei (Baixo)
Pietia (Bateria)
.
A demo possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 110 bpm. O ritmo possui certa densidade, sendo elevado, principalmente, devido à variações de cadência, antecipações, acentos deslocados e arranjos específicos de cada instrumento, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a tônica e quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos de bateria por Pietia.
.
DESTAQUE: Nadoielo Moltchat
Música com compasso quaternário, sem tonalidade definida, e forma I-A-B-C-D-B'-C'. O ritmo possui certa densidade, sendo elevado, principalmente, devido à variações de cadência, pausas, antecipações, acentos deslocados do tempo forte e arranjos específicos de cada instrumento, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a tônica e quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, sendo em A: E5-C5-D5-G5, em B: B5-A5-D5-E5, em C: D5-E5-F5-D5-E5-C5-B5-C5-D5-C5-D5, e em D: A5-E5-B5-C#5. A introdução (I) nada mais é do que A seqüência Lá-Láb-Fá-Mi-Fá#-Sol executada de maneira solo pelo baixo.

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Zsk - Split [Blowing Fuse] (1999)

GÊNERO: Hardcore Melódico
ORIGEM: Alemanha (Göttingen / Niedersachsen)
FORMAÇÃO:
Joshi (Vocal, guitarra)
Niki (Guitarra)
Eike (Baixo)
Flori (Bateria)
.
O Ep possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 110 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à eventuais acentos deslocados do tempo forte, síncopas e arranjos específicos de cada instrumento, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais intervalos de terça, bem como frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos de guitarra.
.
DESTAQUE: Lied Eines Revolutionärs
Música com compasso quaternário, tonalidade de E (Mi Maior) e forma I-A-B-A-B-A'-B-A''. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à arranjos específicos da guitarra, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, existindo um acorde de passagem, na introdução (I), oriundo de empréstimo modal, sendo neste: III/i, em A: I-III-VI-IV, e em B: II-V-III-VI.

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Zero Boys - Livin' In The 80's (1980)

GÊNERO: Punk Rock
ORIGEM: EUA (Indianapolis-M.C. / Indiana)
FORMAÇÃO:
Paul Z Mahern (Vocal)
Terry Hollywood (Guitarra, piano)
John Mitchell (Baixo)
Mark Cutsinger (Bateria)
.
O Ep possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 105 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à eventuais acentos deslocados do tempo forte, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a tônica e quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords. Destaque para a execução dos arranjos de guitarra por Terry Hollywood.
.
DESTAQUE: Livin' In The 80's
Música com compasso quaternário, tonalidade de G (Sol Maior) e forma I-A-B-A-B-A'-B'-A-B''-C. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à acentos no contratempo em A, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a tônica e quinta do acorde em questão como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo um acorde de passagem em C oriundo de empréstimo modal, sendo na introdução (I): I, em A: I-IV-I, em B: V-IV-I, e em C: I-VII/i. Após segunda vez de B e após B' existe uma ponte, onde nada mais é do que a execução do power chord do quinto grau.

domingo, 13 de novembro de 2011

Zeni Geva - Nai-Ha (1992)

GÊNERO: Industrial
ORIGEM: Japão (Tóquio / Kanto)
FORMAÇÃO:
Kazuyuki K. Null (Vocal, guitarra, ultrassonik, nulltron)
Mitsuru Tabata (Guitarra, sintetizador)
Eito Noro (Bateria)
.
O Ep possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 100 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à variações de cadência e arranjos específicos de cada instrumento, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a tônica e quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais acordes dissonantes, bem como acordes de passagem. Destaque para os arranjos de guitarra.
.
DESTAQUE: Autobody
Música com compasso quaternário, sem tonalidade definida e forma I-A-B-A-B-A'-C. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à variação de cadência em C, acentos deslocados do tempo forte e arranjos específicos de cada instrumento, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a tônica e quinta da harmonia em questão como referência. A harmonia é executada, quase toda em power chords, existindo um acorde de três notas em C, bem como eventuais dissonâncias, sendo na introdução (I): F5-E5, em A: E5-F5-C#(5b)-F#5/C#5-C#m, em B: F5-E5, e em C: C#m.

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Zakon Zebrzacych - Animal Liberation Front (1988)

GÊNERO: Street Punk
ORIGEM: Polônia (Gryfów Slaski / Lwówecki)
FORMAÇÃO:
Stempel (Vocal, guitarra)
Woynar (Vocal, guitarra)
Pendzel (Baixo)
Szunio (Bateria)
.
A demo possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 115 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à variações de cadência, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a tônica e quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos de guitarra.
.
DESTAQUE: Skurwiele
Música com compasso quaternário, tonalidade de G#m (Sol sustenido menor) e forma I-A-B-A-B. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à acentos deslocados do tempo forte, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a tônica e quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existinod eventuais riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, sendo em A: I-VII-I-VII-III-IV, e em B: VI-VII-I-III-IV-III-IV-VI-VII-III-IV. A introdução (I) nada mais é do que A executado com arranjo diferente.

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Yells Fire In A Crowded Theater - What We're Running (2007)

GÊNERO: Hardcore Melódico
ORIGEM: EUA (Bloomington-M.C. / Indiana)
FORMAÇÃO:
Smokie (Vocal, guitarra)
Uncle B (Vocal, guitarra)
Milky (Baixo)
Zac (Bateria)
.
O Ep possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 115 bpm. O ritmo é pouco denso apesar das frequentes síncopas, sendo elevado, principalmente, devido à eventuais variações de cadência, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais intervalos de terça, bem como frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos de guitarra.
.
DESTAQUE: Toodles To The World
Música com compasso quaternário, tonalidade de G (Sol Maior) e forma I-A-B-B'-A'-B. O ritmo é pouco denso apesar das constantes síncopas, sendo elevado, principalmente, devido à eventuais variações de cadência, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais inversões na introdução (I), sendo em A: I-VII-VI-V-I-VI-III-V-IV-I-III-VI-II-IV, e em B: I-VI-II-IV. A introdução (I) nada mais é do que A executado com arranjo diferente.

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Wizo - Live München (1993)

GÊNERO: Hardcore Melódico
ORIGEM: Alemanha (Sindelfingen / Baden-Württemberg)
FORMAÇÃO:
Axel Kurth (Vocal, guitarra)
Jörn Genserowski (Baixo)
Charly (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 110 bpm. O ritmo é pouco denso apesar das frequentes síncopas, sendo elevado, principalmente, devido à pausas de pequena duração e arranjos específicos de cada instrumento, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais acordes com a inclusão da terça, bem como intervalos de terça e riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos de bateria por Charly.
.
DESTAQUE: Klebstoff
Música com compasso quaternário, tonalidade de Am (Lá menor) e forma A-B-C-A-B'-C-A-A'-B'-C-B''. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à eventuais variações de cadência bem como arranjos específicos de cada instrumento, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais acordes com a inclusão da terça, bem como intervalos de terça e eventuais riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, sedno em A: I-III-IV-I-VI-VII, em B: I-VI-VII-I-III-IV-I-VI-VII-IV-V, e em C: I-VI-I-VI-VII-I-VI-VII-IV-V.

sábado, 5 de novembro de 2011

Walverdes - Playback (2005)

GÊNERO: Garage Punk
ORIGEM: Brasil (Porto Alegre / Rio Grande Do Sul)
FORMAÇÃO:
Gustavo Mini Bittencourt (Vocal, guitarra)
Patrick Magalhães (Baixo)
Marcos Rubenich (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 115 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à antecipações e acentos deslocados do tempo forte, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais acordes de passagem e acordes com a inclusão da terça, bem como frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos de guitarra por Gustavo Mini Bittencourt.
.
DESTAQUE: Sexta Feira
Música com compasso quaternário, tonalidade de F#m (Fá sustenido menor) e forma I-A-B-A'-B-A'-C-C'-A''. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à frequentes antecipações e variações de cadência em C, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo um frequente acorde de passagem oriundo de cromatismo, sendo em A: I-Cr-II-III, em B: VII-I-Cr-II-III, e em C: VII. A introdução (I) nada mais é do que A executado com arranjo diferente.

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Vulcano - Tales From The Black Book (2004)

GÊNERO: Black Metal
ORIGEM: Brasil (Santos / São Paulo)
FORMAÇÃO:
Angel (Vocal)
André Martins (Guitarra)
Cláudio Passamani (Guitarra)
Zhema Rodero (Baixo)
Arthur Von Barbarian (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 120 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à eventuais variações de cadência e acentos deslocados do tempo forte, mantendo a figura da semi-colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a tônica e quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos de guitarra.
.
DESTAQUE: Guerreiros De Satã
Música com compasso quaternário, tonalidade de Am (Lá menor) e forma I-A-B-A'-A-B-A'-C-D-A'. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido aos acentos em quiálteras em A', bem como a variação de cadência em C, mantendo a figura da semi-colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a tônica e quinta do acorde em questão como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo dois acordes de passagem, em C, oriundos de cromatismo, sendo em A: I-VII, em B: V-VII-III-II, em C: V-VII-V-III-V-VII-Cr-VI-III-II-Cr, e em D: II-IV-II. A introdução (I) nada mais é do que A executado com arranjo diferente.

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Voice Of A Generation - Cause For Alarm (2004)

GÊNERO: Street Punk
ORIGEM: Suécia (Örebro / Närke)
FORMAÇÃO:
Jonny Stalker (Vocal)
Kim Belly (Guitarra)
212 (Guitarra)
Danny Violence (Baixo)
Molotov Mike (Bateria)
.
O Ep possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 110 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à eventruais pausas, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos de guitarra.
.
DESTAQUE: Banned From The Pubs
Música com compasso quaternário, tonalidade de Am (Lá menor) e forma I-A-B-A-B-A'-B-A-B. O ritmo é pouco denso, sendo elevado devido à eventuais pausas de pequena duração, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, sendo em A: I-V-II-III-I, e em B: III-IV-V-II-III-I. A introdução (I) nada mais é do que A executado com arranjo diferente.