segunda-feira, 30 de março de 2009

Síndrome De Down? - Carpe Diem (1990)

GÊNERO: Skate Punk
ORIGEM: Brasil (São Paulo / São Paulo)
FORMAÇÃO:
Eden (Vocal, baixo)
Alexandre (Guitarra)
Douglas (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 130 bpm. Ritmo com pouco densidade, mantendo a figura da semi-colcheia como a mais frequente, existindo frequentes síncopas. Melodia que caminha pouco, sempre por graus conjuntos, possuindo uma extensão pouco elevada. A harmonia é executada toda em power chords, eventualmente os acordes sãop executados em posição de pestana com a inclusão da terça, os quais mantém pouco tempo em cada, caracterizando a frequente troca de acordes como típico do álbum, sendo, eventualmente, estes, acordes de passagem. Destaque para a execução dos arranjos das músicas.
.
DESTAQUE: Humanos Imbecis
Música com compasso quaternário, tonalidade de F#m (Fá sustenido menor) e forma I-A-B-A'-B-A-B-A'-B-I'. Ritmo pouco denso apesar das frequentes síncopas e figuras pontuadas, mantendo a semi-colcheia como a figura mais frequente. A melodia caminha pouco, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência, possuindo extensão pouco elevada. Harmonia executada toda em power chords, com rápida troca de acordes, sendo a introdução (I): I, em A: i-III-IV-V-IV-VI-VII, e em B: I-V-Cr-IV-i-III-IV-V. A introdução possui um riff com as notas Dó#, Sol, Sol#, Mi. O acorde do primeiro grau de A e B (neste último apenas na segunda e quarta vezes em que o acorde é executado) está em posição de pestana, com a inclusão da terça.

sábado, 28 de março de 2009

Shades Apart - Eyewitness (1999)

GÊNERO: Pop Punk
ORIGEM: EUA (Bridgewater -S.C. / Nova Jersey)
FORMAÇÃO:
Mark V. (Vocal, guitarra)
Kevin Lynch (Baixo)
Ed Brown (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 100 bpm. Os instrumentos de corda estão afinados meio tom abaixo da afinação padrão. Ritmo com certa densidade, principalmente devido aos arranjos de Ed Brown, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha bastante, por graus conjuntos, possui extensão pouco elevada, com raras exceções, geralmente antes do refrão, não executando notas de passagem. A harmonia é executada, em parte, por power chords, em parte, por acordes com a inclusão da terça, com frequentes acordes de passagem, e eventualmente existindo acordes dissonantes devido à notas de passagem, pela guitarra, mas dificilmente possuindo uma função. Destaque para os arranjos de Ed Brown.
.
DESTAQUE: Valentine
Música com compasso quaternário, tonalidade de Ab (Lá bemol maior) e forma A-A'-B-C-A'-B-C-A''-A-B-C'. Ritmo pouco denso, porém sendo este elevado devido aos arranjos de Ed Brown, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha por graus conjuntos, mantendo as notas da tríade dos acordes como referência, com extensão pouco elevada, sendo esta maior em B. Harmonia executada, basicamente, por power chords, existindo exceções onde acordes com a inclusão da terça são executados, sendo A: I-ii-IV, em B: VI/ii-VI-II-VI/ii-VI-V, e em C: I-VI-VIb. A é executado por acordes com a inclusão da terça, assim como o último acorde de C (E-Mi maior), este oriundo de um empréstimo modal do sexto grau da escala homônima da tonalidade.

quinta-feira, 26 de março de 2009

Screams Of Life - Invalid For Just Another One More Trip (1997)

GÊNERO: Indie
ORIGEM: Brasil (Esteio / Rio Grande Do Sul)
FORMAÇÃO:
Roger Canal (Vocal, guitarra, sintetizador)
Felipe Martini (Baixo)
Marcelo Armani (Bateria)
.
A Demo possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 100 bpm. Ritmo pouco denso, porém elevado devido aos arranjos de Marcelo Armani, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. Melodia que caminha ocasionalmente, possuindo extensão um pouco elevada e frequentes notas dissonantes nos arranjos, principalmente, oriundo das escalas dos acordes e, eventualmente, como notas de passagem. Harmonia executada dentro do campo harmônico da tonalidade original, porém com frequentes dissonâncias nos arranjos de Roger Canal. Destaque para os arranjos das músicas.
.
DESTAQUE: Gray Days
Música com compasso quaternário, tonalidade de Am (Lá menor) e forma I-A-B-A-B'-A'-A. Ritmo pouco denso, porém elevando-se devido aos arranjos de Marcelo Armani, mantendo a colcheia como figura predominante. Melodia que caminha por graus conjuntos, sendo executadas frequentes dissonâncias, oriundo das escalas dos acordes, elevando sua extensão em B. Harmonia executada dentro do campo harmônico da tonalidade original, com a inclusão de frequentes dissonâncias, que muitas vezes aparecem apenas como uma nota de passagem não como função harmônica, na guitarra, sendo em A: i-VI, e em B: III-VI. A introdução nada mais é do que A executado sem vocal e com arranjo diferenciado.

terça-feira, 24 de março de 2009

Rich Kids On LSD - Rock'n'Roll Nightmare (1987)

GÊNERO: Skate Punk
ORIGEM: EUA (Montecito-S.B.C. / California)
FORMAÇÃO:
Jason Sears (Vocal)
Barry Ward (Guitarra)
Chris Rest (Guitarra)
Joe Raposo (Baixo)
Anthony Borner Manzullo (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 130 bpm. Ritmo bastante denso, não sendo esta individual, existindo uma sincronia entre os instrumentos, possuindo frequentes pausas e variações de figuras ritmicas, bem como eventuais mudanças da cadência. Melodia pouco densa, possuindo extensão pouco elevada, assim como sua altura, caminhando pouco, sempre por graus conjuntos e mantendo a tônica ou a quinta justa, ora tonalidade ora acorde, como referência. Harmonia executada, quase toda em power chords, possuindo frequentes riffs da guitarra e do baixo, caracterizando o acorde em questão, muitas vezes, desta forma, existindo eventuais acordes de passagem. Destaque para a sincronia entre os instrumentos.
.
DESTAQUE: Break The Camels Back
Música com compasso quaternário, tonalidade de Am (Lá menor) e forma I-A-A'-B-C-D-E-F-C-D'-E-F-C'. Ritmo bastante denso, existindo uma variação frequente das figuras ritmicas, executada, geralmente, em sincronia por todos instrumentos, além de possuir frequentes pausas. Melodia que caminha pouco, por graus conjuntos, existindo extensão e altura pouco elevadas. Harmonia toda executada em power chords, com a inclusão de constantes riffs, principalmente de guitarra, caracterizando o acorde em questão, além de ter a inclusão de um acorde de passagem em F, sendo a introdução (I): V-VII-III-VII-I, em A: I-VII-III-V, em B: I-VI-IV-VII-I-III-IV-VI-VII-Cr-I-IV-I, em C: V-VII/v-IV/v-V-VI/v-III/v-VI/v-VII/v-V-VI/v-III/v-IV/v, em D: I-III-IV-VI-III-VII-III-VII-I, em E: I-III-I-IV-I-Vb-I-III-IV-V-VII-I-II-VII-IV-I, e em F: I-IIb-I-VII. C está no quinto grau (Mi menor).

domingo, 22 de março de 2009

Rattus - Rattus On Rautaa (1981)

GÊNERO: Punk Rock
ORIGEM: Finlândia (Vilppula / Pirkanmaa)
FORMAÇÃO:
Jake - Jarkko Marjamäki (Vocal, guitarra)
Tomppa - Tomi Marjamäki (Baixo)
Vellu - Veli-Pekka Hyvärinen (Bateria)
.
O Ep possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 115 bpm. Ritmo pouco denso, mantendo as figuras da colcheia e semicolcheia como a mais frequente. Melodia que caminha pouco, mantendo uma extensão pouco elevada, bem como a tônica e quinta justa da tonalidade como referência. Harmonia toda executada em power chords, existindo frequentes acordes de passagem. Destaque para Vellu, pela execução dos arranjos.
.
DESTAQUE: Turhaa Valitusta
Música com compasso quaternário, tonalidade de C#m (Dó sustenido menor) e forma I-A-A'-B-A'-B-C-B'-A'-B. Ritmo pouco denso, apesar das eventuais quiálteras de B e pausas de C, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. Melodia que caminha pouco e possui extensão pouco elevada, mantendo a tônica da tonalidade como referência. Harmonia toda executada em power chords, existindo eventuais acordes de passagem, sendo em A: I-VII-I-IV-III-IV-V, em B: I-III-I-Cr-VII-III/Vii-VII-V, e em C: I-IV. A introdução está no terceiro grau menor (Mi menor) e existe um riff executado pela guitarra com as notas tônica, segunda, terça, quarta e sétima, concluindo no power chord do terceiro grau da tonalidade original. Em existe um cromatismo e um acorde de passagem oriundo de um empréstimo e variação modal do terceiro grau.

sexta-feira, 20 de março de 2009

Ramones - Swallow My Pride (1977)

GÊNERO: Punk Rock
ORIGEM: EUA (Nova York / Nova York)
FORMAÇÃO:
Joey Ramone - Jeffrey Hyman (Vocal)
Johnny Ramone - John Cummings (Guitarra)
Dee Dee Ramone - Douglas Colvin (Baixo)
Tommy Ramone - Thomas Erdelyi (Bateria)
.
O Single possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 100 bpm. Ritmo pouco denso, mantendo a figura da semicolcheia como a mais frequente. Melodia que caminha pouco, quando isto ocorre, geralmente, se dá por graus conjuntos, no momento em que há troca de acorde, mantendo a tônica do acorde como referência, além de não possuir extensão elevada. Harmonia executada toda em power chords. Destaque para a execução dos arranjos, por Joey Ramone.
.
DESTAQUE: Pinhead
Música com compasso quaternário (4/4), tonalidade de Bm (Si menor) e forma I-A-B-A-B-A-C-B'-A-B-A-C'. Ritmo pouco denso, sendo a figura da semicolcheia a mais frequente, havendo eventuais pausas em B'. Melodia que caminha pouco, sempre quando há troca de acorde, não possui extensão elevada e mantém a tônica do acorde como referência. Harmonia toda executada em power chords, mantendo o campo harmônico da tonalidade original, sendo em A: I-II-IV-V-I-II, em B: VII-I-VII-I-III-IV, e em C: I-III-VII-V. A introdução (I) é executada apenas pela bateria e vocal, mantendo a figura da colcheia como referência.

quarta-feira, 18 de março de 2009

Punk Lives - Punk Lives (1996)

GÊNERO: Punk Rock
ORIGEM: Inglaterra (Londres / Londres)
BANDAS: Anti Nowhere League / Uk Subs / Stiff Little Fingers / Angelic Upstarts / Splodgenessabounds / Gonads / Peter & Test Tube Baby / Infa Riot / 999 / Ab's / Lurkers / Vibrators / Partisans / Adverts / Chelsea / Slaughter & Dogs
.
A coletânea possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 100 bpm. Ritmo pouco denso, sendo a figura da colcheia como a mais frequente. Melodia que caminha, eventualmente, por graus conjuntos, porém não mantendo uma extensão elevada, podendo ser esta maior devido à bandas como Stiff Little Fingers e 999. Harmonia executada, quase toda, em power chords, podendo haver exceções onde acordes com a inclusão da terça são executados, dificilmente existindo acordes de passagem.
.
DESTAQUE: STIFF LITTLE FINGERS - Tin Soldiers (Live)
Música com compasso quaternário, tonalidade de Em (Mi menor) e forma I-A-A'-B-A'-B-I'-C-B-B'-D. Ritmo pouco denso, sendo a figura da colcheia a predominante. Melodia que caminha bastante, geralmente, por graus conjuntos, possuindo extensão elevada, principalmente devido ao final de A', causando um salto de quinta justa neste momento. Harmonia executada, quase toda, em power chords, havendo poucos trechos onde existe a inclusão de acordes de passagem, sendo a introdução (I): I-VI#-V, em A: I-IV-VII-IV-II-V-IV-I-II-V-IV-V, em B: I-IV-VII-I, em C: II-III#-II-I-II-III#-IV-V, e em D: I-VII-I. Na introdução e em C, existe uma variação modal, estando, portanto, na tonalidade de E (Mi maior). Geralmente os acordes do primeiro grau são executados com a inclusão da terça, sendo exceção em B.

terça-feira, 17 de março de 2009

Poison Idea - Kings Of Punk (1986)

GÊNERO: Hardcore Old School
ORIGEM: EUA (Portland-M.C. / Oregon)
FORMAÇÃO:
Jerry A. (Vocal)
Pig Champion - Tom Roberts (Guitarra)
Chris Tense (Baixo)
Dean Johnson (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 125 bpm. Ritmo pouco denso, mantendo as figuras da colcheia e semi-colcheia como as mais frequentes, existindo eventuais acentuações no tempo fraco, bem como eventuais antecipações. Melodia que caminha pouco, mantendo, geralmente, a tônica ou quinta justa da tonalidade como referência, não possuindo extensão elevada. Harmonia executada toda em power chords, com frequentes acordes de passagem. Destaque para Dean Johnson pela execução dos arranjos.
.
DESTAQUE: Ugly American
Música com compasso quaternário, tonalidade de Am (Lá menor) e forma I-A-B-C-B-C-A'-A''. Ritmo pouco denso, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente, com exceção de A'', onde a figura predominante é a semi-colcheia. Melodia que caminha pouco, mantendo, geralmente, a quinta justa da tonalidade como referência. Harmonia toda executada em power chords, sendo em A: I-VII-II-VI, em B: I-VII-II-III-II-VI-VI#-VI, e em C: II/Vii-IV/Vii-II/Vii-VI/Vii-V/Vii-II/Vii-IV/Vii-II/Vii-VI/Vii-V/Vii-VII-VI. A introdução (I) nada mais é do que A executado com arranjo diferenciado. C está na tonalidade de Gm (Sol menor).

domingo, 15 de março de 2009

Ozzy Osbourne - No Rest For The Wicked (1988)

GÊNERO: Heavy Metal
ORIGEM: Inglaterra (Birmingham / West Midlands)
FORMAÇÃO:
Ozzy Osbourne (Vocal)
Zakk Wylde (Guitarra)
Bob Daisley (Baixo)
Randy Castillo (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 100 bpm. Os instrumentos de corda estão afinados meio tom abaixo da afinação padrão. Ritmo não muito denso apesar das eventuais acentuações no contratempo ou no tempo fraco, porém, torna-se mais elevada devido aos arranjos de Zakk Wylde, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. Melodia que caminha bastante, geralmente, por graus conjuntos, possuindo uma extensão elevada, porém com saltos que dificilmente ultrapassam o intervalo de quinta justa, além de eventuais glissandos. A harmonia é executada quase toda em power chords, com frequentes acordes com intervalo de terça, principalmente maior, ou quarta justa, geralmente em frequentes riffs e harmônicos artificiais na guitarra, além de existir trechos onde acordes com a inclusão da terça são executados, bem como eventuais inverções dos acordes devido aos arranjos, de forma pedal, de Bob Daisley. Destaque para os arranjos de Zakk Wylde.
.
DESTAQUE: Crazy Babies
Música com compasso quaternário, tonalidade de Ebm (Mi bemol menor) e forma A-B-C-A'-B-C-D-A-B-C'. Ritmo pouco denso, sendo este mais elevado em A devido às constantes pausas existentes e do arranjo da guitarra, sendo a figura da colcheia a mais frequente. Melodia que caminha bastante, geralmente, por graus conjuntos, existindo uma extensão mais elevada no final de B. Harmonia quase toda executada em power chords, existindo frequentes riffs da guitarra com intervalos de quarta justa, vibratos ou harmônicos artificiais, sendo em A: I-IV-I-IV-III-IV-I-III-VII-IV, em B: I-IV-III-IV-I-III-VII-IV, em C: VII-VI-IV-VII-VI-IV-III-VII-VI-V, e em D: IV6/4-V-IV-I-IV-I-V-IV-VII-IV-I. Os quatro últimos acordes de A e B são executados com acordes com a inclusão da terça. O primeiro acorde de D está invertido, com a quinta no baixo.

quinta-feira, 12 de março de 2009

Nothing To Believe In! - Nothing To Believe In! (1995)

GÊNEROS: Street Punk / Ska Core / Hardcore Old School / Hardcore Melódico / Punk Rock
ORIGEM: EUA (Long Beach-L.A.C. / California)
BANDAS: Suspects / P.U.S. / Spunk / All Day / Apocalypse Hoboken / Voodoo Glow Skulls / Wrong Way Right / Drain Bramaged / Fixtures / Perturbed / Media Blitz / Rhythm Collision / Legitime Defense / Shlümpf / Glue Gun / Meatmen / Das Klown / Riotgun / Sanity Assassins / No Consent / Surgeon General's Warning / Insult / Youth Gone Mad / Moral Crux / Process / Blount / Cruel & Unusual / Monkhouse / Youth In Asia / Naked Aggression / Fumes / Rancid Hell Spawn / Fury 66 / Horace Pinker / Swoons / Vitamin L
.
A coletânea possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 120 bpm. Ritmo pouco denso, apesar das eventuais síncopas, mantendo a figura da colcheia como a predominante. A melodia caminha pouco, podendo esta ser elevada, porém não muito, devido à algumas bandas, mantendo, geralmente, as notas da tríade do acorde como referência. A harmonia é executada toda em power chords, com pequenos trechos onde acordes com a inclusão da terça são executados. Coletânea do selo Know Records.
.
DESTAQUE: MEDIA BLITZ - Another Drink
Música com compasso quaternário, tonalidade de Bbm (Si bemol menor) e forma: A-B-A'-B-A'-B-A'-C. Ritmo pouco denso, apesar das ãcentuações no contratempo em B, mantendo a figura da colcheia como a predominante. A melodia caminha pouco, sendo a tônica ou quinta do acorde a referência, havendo contracanto em A'. Harmonia executada toda em power chords, sendo em A: III-IV-I-Vb-IV-III-IV, em B: I-III-VII-IV-I-III-VII-V-VII-I-III-VII-IV-V-IV-V, e em C: III-VII-I. Em A existe um acorde de passagem (quinto grau bemol).

terça-feira, 10 de março de 2009

NOFX - Fuck The Kids (1996)

GÊNERO: Hardcore Melódico
ORIGEM: EUA (Los Angeles-L.A.C. / California)
FORMAÇÃO:
Fat Mike Burkett (Vocal, baixo)
Eric Melvin (Guitarra)
El Hefe - Aaron Abeyta (Guitarra)
Erik Sandin (Bateria)
.
O Ep possui músicas com pouca duração, compasso quaternário e andamento médio de 130 bpm. Ritmo pouco denso, apesar das frequentes síncopas, que se tornam a figura mais frequente do álbum. Melodia que caminha pouco, geralmente mantendo a quinta justa da tonalidade como referência, e extensão pouco elevada. Harmonia executada toda em power chords, podendo haver trechos em que uma das guitarras executa os acordes com intervalos de terça, bem como eventuais riffs, geralmente com intervalos de oitava justa. Destaque para a execução dos arranjos de Erik Sandin.
.
DESTAQUE: Please Stop Fucking My Mom
Música com compasso quaternário, tonalidade de Em (Mi menor) e forma: A-B-A'-A''-B-A'. Ritmo pouco denso apesar das colcheias pontuadas em A e da síncopa como figura predominante. Melodia que caminha pouco, movimentando-se com a troca dos acordes, mantendo como referência a tônica ou a quinta do acorde. Harmonia executada toda em power chords, mantendo o campo harmônico da tonalidade original, sendo em A: I-III-VII, e em B: I-III-VII-I.

domingo, 8 de março de 2009

Nekromantix - Live In Chicago (2002)

GÊNERO: Psychobilly
ORIGEM: Dinamarca (Copenhagen / Hovedstaden)
FORMAÇÃO:
Kim Nekroman (Vocal, baixo acústico)
Peter Sandorff (Guitarra)
Kristian Sandorff (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 120 bpm. Ritmo pouco denso, apesar das frequentes síncopas e colcheias pontuadas, estas executadas, principalmente, por Kim Nekroman, porém a figura da colcheia ainda é a mais frequente. Melodia que caminha em graus conjuntos, com extensão pouco elevada e altura não muito alta, sendo os picos nos momentos de refrão, existindo eventuais contracantos, bem como eventuais contrapontos. A harmonia é executada quase toda em power chords, com raros trechos em que aparecem acordes com a inclusão da terça. Destaque para os arranjos do baixo acústico de Kim Nekroman.
.
DESTAQUE: Survive Or Die
Música com compasso quaternário, tonalidade de Dm (Ré menor) e forma I-A-B-A-B-B'-C-B''-A'-B-B''-A'. Ritmo pouco denso, sendo a colcheia a figura mais frequente. Melodia que caminha em graus conjuntos, com extensão baixa, sendo esta elevada em B. Harmonia executada toda em power chords, com exceção da introdução (I), sendo nesta: III-IV-I-Vb-IV-III-I, em A: I-VII-Cr-VI-III-Cr-IV-V, em B: I-VI-III-V, e em C: II-VII-I-VI#-II-VII-I-V. Existe uma ponte após o segundo B'', onde nada mais é que uma pausa (longa) seguida do primeiro grau. A introdução possui o quarto grau maior oriundo de um empréstimo modal, bem como o quinto grau bemol oriundo de um acorde de passagem. C possui o sexto grau sustenido oriundo de um empréstimo modal. Existem dois cromatismos em A.

sexta-feira, 6 de março de 2009

MxPx - Move To Bremerton (1996)

GÊNERO: Pop Punk
ORIGEM: EUA (Bremerton-K.C. / Washington)
FORMAÇÃO:
Mike Herrera (Vocal, baixo)
Tom Wisniewski (Guitarra)
Yuri Ruley (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 105 bpm. Ritmo pouco denso, sendo este elevado em eventuais trechos devido à troca de cadência, mantendo a semicolcheia e síncopas como figuras mais frequentes. A melodia caminha bastante por graus conjuntos, porém em uma extensão pouco elevada, mantendo como referência uma das notas da tríade, ou do acorde ou da tonalidade em questão. Harmonia executada quase toda em power chords, com exceção de eventuais trechos onde é perceptível a execução de acordes com a terça, bem como a execução de maneira arpejada do acorde. Destaque para as eventuais mudanças ritmicas executadas por Tom Wisniewski.
.
DESTAQUE: Easier Said Than Done
Música com compasso quaternário, tonalidade de Bm (Si menor) e forma I-A-B-C-A-B-C-B. Ritmo pouco denso, porém sendo este elevado em B, devido às frequentes acentuações no contratempo, mantendo a síncopa como figura predominante. Melodia que caminha pouco, quando ocore, é por graus conjuntos, mantendo como referência a tônica do acorde em questão. Harmonia executada toda em power chords, sendo na introdução (I): VII-I-II-III-VII-I-III-IV-VII-I-II-III-IV-II-III-I-III-VI-IV-VII-IV, em A: I-VI-VII, em B: VI-V-IV-III-II-VI-V-IV-III-IV, e em C: I-III-VI-VII. Existe uma ponte entre C e A, onde nada mais é do que um riff executado em uníssono pela guitarra e pelo baixo, baseado na pentatônica do primeiro grau, concluindo na quarta justa da segunda oitava.

quarta-feira, 4 de março de 2009

Motörhead - On Parole (1979)

GÊNERO: Hard Rock
ORIGEM: Inglaterra (Londres / Londres)
FORMAÇÃO:
Ian Lemmy Kilmister (Vocal, baixo)
Larry Wallis (Vocal, guitarra)
Phil Philthy Animal Taylor (Bateria)
Lucas Fox (Bateria)
.
Álbum lançado em 1979, porém gravado no ano de 1975. O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 100 bpm. Ritmo bastante variado, o que eleva sua densidade, constante inclusão de diferentes figuras ritmicas, mantendo a colcheia como a predominante. Melodia que caminha em graus conjuntos, respeitando as características da escala pentatônica (maior ou menor) relativa à tonalidade da música. Harmonia executada em power chords ou não, alternando a característica do acorde eventualmente, podendo, inclusive, ser executada em riffs, mantendo a cadência característica do rock and roll (I-IV-V) de maneira relevante, nas composições. Destaque para os eventuais riffs e solos de Larry Wallis.
.
DESTAQUE: Fools
Música com compasso quaternário (4/4), tonalidade de Am (Lá menor) e forma I-A-A'-B-A-A'-B-A-A'-B'-A. Ritmo com densidade elevada em A, devido às frequentes variações de figuras ritmicas, porém não existindo contratempo ou síncopas, o que faz sua densidade não elevar-se tanto. Melodia que caminha por graus conjuntos, mantendo a escala pentatônica menor como referência, não existindo uma extensão muito elevada. Harmonia executada por acordes em posição de pestana, além de frequentes riffs que sobrepõem-se à mesma, sendo em A: ii-iv-i-V-IV-III-I, e em B: ii-V-IV-V. A introdução nada mais é do que B executado apenas com o primeiro tempo de cada compasso, mantendo uma semibreve como figura ritmica, sendo esta característica alterada poucos compassos antes de A. Existe uma variação modal em B, ou seja, a música é executada na tonalidade de A (Lá maior), sendo os três últimos acordes de A uma antecipação desta variação, além de serem executados em power chords.

terça-feira, 3 de março de 2009

Misfits - Cuts From The Crypt (2001)

GÊNERO: Punk Rock
ORIGEM: EUA (Lodi-B.C. / Nova Jersey)
FORMAÇÃO:
Michale Graves (Vocal)
Jerry Only (Vocal, baixo)
Dez Cadena (Vocal, baixo)
Doyle Wolfgang Von Frankenstein (Guitarra)
Dr. Chud (Bateria)
Robo (Bateria)
.
Álbum lançado em 2001, porém com gravações do período entre 1996 e 2001. O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 110 bpm. Ritmo pouco denso, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente, havendo eventuais síncopas. A melodia caminha por graus conjuntos, existindo uma extensão elevada, principalmente devido aos momentos de refrão. A harmonia é toda executada em power chords, podendo ser substituído, em eventuais trechos, por intervalos de terça maior. Destaque para a criatividade melódica de Michale Graves.
.
DESTAQUE: Rise Above (Live)
Música com compasso quaternário, tonalidade de C#m (Dó sustenido menor) e forma I-A-B-A-B-A'-B-A-B-A''. Ritmo pouco denso, sendo este mais elevado na introdução, devido à acentuação no contratempo dos tempos 3 e 4 no 4º compasso antes do fim da mesma, enquanto a colcheia é a figura mais frequente na música. A melodia caminha caminha pouco e, quando ocorre, é por graus conjuntos, mantendo a tônica da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, com exceção de quatro acordes da introdução que são feitos com intervalos de terça maior, sendo a introdução (I): III-II-IIb-I-IV-V-VII-IV-III-IV-V, em A: I-IV-V, e em B: II-VII-IV-V. Os quatro primeiros acordes da introdução são feitos com intervalos de terça maior, sendo o 2º grau bemol oriundo de uma aproximação cromática. Destaco a faixa por ter sido gravada no Bar Opinião, em Porto Alegre, a qual tive a oportunidade de assistir ao vivo!