sábado, 28 de fevereiro de 2009

Misfits - Beyond Evil (1991)

GÊNERO: Punk Rock
ORIGEM: EUA (Lodi-B.C. / Nova Jersey)
FORMAÇÃO:
Glenn Danzig (Vocal)
Franché Coma (Guitarra)
Bobby Steele (Guitarra)
Jerry Only (Baixo)
Mr. Jim (Bateria)
Joey Image (Bateria)
Arthur Googy (Bateria)
.
Álbum lançado em 1991, porém com gravações do período entre 1977 e 1980. O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 110 bpm. Ritmo pouco denso, mantendo as figuras da colcheia e semicolcheia como predominantes, porém, sem formar síncopas. A melodia caminha por graus conjuntos, muitas vezes mantendo duas notas, sendo uma em relação à tônica ou quinta da tonalidade, havendo uma extensão elevada devido às frequentes elevações melódicas, sempre, no momento do refrão. A harmonia é toda executada em power chords, havendo frequentes acordes de passagem. Destaque para a criatividade e intenção melódicas de Glenn Danzig.
.
DESTAQUE: Spook City USA
Música com compasso quaternário, tonalidade de Am (Lá menor) e forma I-A-B-A-B-A-B-A'. Ritmo pouco denso, mantendo a figura da colcheia como a predominante. A melodia caminha em graus conjuntos, existindo eventuais dissonâncias em B, além de eventuais glissandos em A, mantendo uma extensão mais elevada, devido à intenção de utilização dos mesmos. A harmonia é toda executada em power chords, sendo em A: I-III, e em B: IV/v-V-IV/v-VII. A introdução nada mais é do que A executado sem a guitarra.

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Millencolin - Da Strike (1994)

GÊNERO: Ska Core
ORIGEM: Suécia (Örebro / Närke)
FORMAÇÃO:
Nikola Sarcevic (Vocal, baixo)
Erik Ohlsson (Guitarra)
Mathias Färm (Guitarra)
Fredrik Larzon (Bateria)
.
O Ep possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 120 bpm. Ritmo pouco denso, apesar das frequentes variações de cadência ritmica e pausas, mantendo a figura da colcheia como a mais comum no álbum. Melodia que caminha bastante por graus conjuntos, havendo eventuais bordaduras e mantendo uma extensão pouco elevada. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, havendo trechos onde é perceptível a inclusão de acordes com a presença da terça, havendo eventuais dissonâncias. Destaque para a criatividade melódica de Nikola Sarcevic.
.
DESTAQUE: Da Strike
Música com compasso quaternário (4/4), tonalidade de Dm (Ré menor) e forma I-A-B-A-B-A'-B'-A''. Ritmo pouco denso, sendo este elevado devido às frequentes pausas e ao contratempo na introdução, mantendo a colcheia como a figura mais frequente. A melodia caminha bastante por graus conjuntos, porém não possui extensão muito elevada, mantendo, geralmente, uma das notas da tríade da tonalidade como referência. Harmonia executada toda em power chords, mantendo o campo harmônico da tonalidade original, sendo em A: I-IV-VII-III-VII, e em B: I-VII-III-VII. A introdução nada mais é do que a cadência harmônica de B executado com ritmo, melodia e intenção diferentes. Existe uma ponte entre B e A', nada mais é que o primeiro grau executado pelas guitarras, enquanto o baixo caminha através das notas da escala do acorde em questão.

terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

Merda - Curtição Dos Jovens! (2001)

GÊNERO: Grind Core
ORIGEM: Brasil (Vila Velha / Espírito Santo)
FORMAÇÃO:
Mozine (Vocal, guitarra)
Japonês (Baixo)
Paulista (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 120 bpm. Ritmo pouco denso, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. Melodia que mantém-se quase sempre na mesma nota, sendo esta, inclusive, sem referência em relação à tonalidade ou acorde. A harmonia executada pela banda é toda em power chords, sendo que não mantém tonalidade definida em grande parte das músicas. Destaque para a criatividade de edição das faixas.
.
DESTAQUE: Minha Vida Não Me Pertence
Música com compasso quaternário (4/4), sem tonalidade definida e forma I-A-B-A-B-A'. Ritmo pouco denso, sendo este elevado devido às constantes síncopas de B, porém sendo a colcheia a figura predominante. A melodia não caminha, com exceção da introdução que ocorre em relação aos acordes em questão. Harmonia executada toda em power chords, com exceção da introdução (I), sendo nesta: Eb-Ab-Eb-Bb, em A: E5-Ab5-A5-D5-B5-Bb5-B5, e em B: E5-A5-D5-B5. A introdução é executada com órgão e coro uníssono.

domingo, 22 de fevereiro de 2009

Maniacs - The White Rose Of Resistance (1986)

GÊNERO: Punk Rock
ORIGEM: Bélgica (Büllingen / Liège)
FORMAÇÃO:
Peter (Vocal, guitarra)
Thomas (Guitarra)
Kümmel (Baixo)
Kal Uwe (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 110 bpm. Devido à aceleração da rotação, o álbum está meio tom acima da afinação (padrão) original. Ritmo pouco denso, apesar das eventuais síncopas, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. Melodia que caminha pouco, geralmente quando existe troca de acorde, não estabelecendo uma regra, usando uma das notas do acorde em questão como referência. A harmonia é, quase toda, executada em power chords, com eventuais trechos em que existem acordes de passagem. Destaque para a impostação melódica de Peter.
.
DESTAQUE: Salute The Survivors
Música com compasso quaternário (4/4), tonalidade de Em (Mi menor) e forma I-A-B-A-B-B'-A'-B''. Ritmo pouco denso, apesar das constantes síncopas, predominando a figura da colcheia. Melodia que caminha pouco, quando ocorre, este é por graus conjuntos, mantendo a tônica da música como referência. A harmonia é toda executada em power chords, sendo a introdução (I) iniciada com Kümmel, de maneira solo, executando as notas Mi e Fá#, depois a execução do I grau (power chord) e depois A executado de maneira solo, com eventuais intervenções dos demais instrumentos, pela guitarra; em A: I-III-IV-III, e em B: I-III-VII-VI-VII-I-VI-VII-VI-VII-I-III-VII.

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Lard - The Last Temptation Of Reid (1990)

GÊNERO: Industrial
ORIGEM: EUA (Chicago-C.C. / Illinois)
FORMAÇÃO:
Jello Biafra (Vocal)
Al Jourgensen (Guitarra)
Paul Barker (Baixo)
Jeff Ward (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 115 bpm. Ritmo pouco denso, mantendo, geralmente, a figura da colcheia como a mais frequente, sendo utilizado, frequentemente, a semínima no refrão. A melodia caminha bastante por graus conjuntos, não sendo este em tom de discurso devido às entonações de Jello Biafra, que cadencia com bastante ênfase os momentos em que a música trocará de parte. A harmonia é toda executada em power chords, existindo a inclusão de frequentes acordes de passagem. Destaque para a intenção (entonação, impostação) melódica de Jello Biafra.
.
DESTAQUE: Drug Raid At 4 Am
Música com compasso quaternário, tonalidade de Dm (Ré menor) e forma A-B-C-B-C-D-B'-C-D-A'. Ritmo pouco denso, sendo a colcheia a figura mais frequente, sendo exceção em A e D, onde percebe-se a inclusão de figuras com maior duração. A melodia caminha bastante por graus conjuntos, havendo trechos onde a preocupação mélódica está em segundo plano, enfatizando a criatividade de expressão de Jello Biafra. A harmonia é toda executada em power chords, com exceção do primeiro acorde de A, sendo em A: ii(5#)-VI, em B: II-IV-II-VI-V-IV, em C: II-VI-V-IV, e em D: I-II-V-VI-V-IV-II.

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Kaaos - Split [Svart Aggression] (2000)

GÊNERO: D-Beat
ORIGEM: Finlândia (Tampere / Pirkanmaa)
FORMAÇÃO:
Jakke (Vocal)
Sidney (Guitarra)
Purtsi (Baixo)
Janne (Bateria)
.
Álbum com músicas com compasso quaternário e andamento médio de 115 bpm. Ritmo pouco denso, com poucas variações, mantendo a semicolcheia e colcheia como figuras mais frequentes. A melodia mantem-se quase sempre parada, mantendo, na maior parte do álbum, a tônica ou a quinta da tonalidade original, possuindo pequena extensão. A harmonia é toda executada em power chords, dificilmente existindo acordes de passagem. Destaque para a impostação melódica de Jakke.
.
DESTAQUE: Vaihtoehto
Música com compasso quaternário, tonalidade de Gm (Sol menor) e forma A-B-A'-B-A'-C-A-B-A'. Ritmo pouco denso, mantendo as figuras da colcheia e semicolcheia como as mais frequentes, podendo, a primeira, ser encontrada de forma pontuada. A melodia mantem-se, basicamente, na mesma nota, mantendo a quinta da tonalidade como referência; quando eventualmente caminha, esta é feita por graus conjuntos. A harmonia é toda executada em power chords, sendo em A: II-IV-III, em B: II-IV-III-II-I, e em C: II-VI-V-IV.

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Iron Maiden - The X Factor (1995)

GÊNERO: Heavy Metal
ORIGEM: Inglaterra (Leyton / Londres)
FORMAÇÃO:
Blaze Bayley (Vocal)
Dave Murray (Guitarra)
Janick Gers (Guitarra)
Steve Harris (Baixo)
Nicko McBrain (Bateria)
.
Álbum com a maioria das músicas com compasso quaternário, havendo músicas e/ou trechos em compasso ternário e andamento médio de 90 bpm. Ritmo extremamente denso, com frequentes pausas, acentuações no tempo fraco, quiálteras e síncopas, além das eventuais mudanças de compasso (quaternário / ternário). Melodia que caminha bastante, na maior parte do álbum, em graus conjuntos, havendo frequentes saltos de até uma oitava de distância, frequentes riffs de guitarra. A harmonia é executada toda em power chords, com exceção de quando esta é executada de maneira arpejada, onde existe a inclusão da terça nos acordes, mantendo o campo harmônico da tonalidade original. Destaque para os trechos de densidade ritmica elevada.
.
DESTAQUE: Look For The Truth
Música com compasso quaternário (4/4), tonalidade de Em (Mi menor) e forma A-B-C-D-B'-C-D-B'-E-F-F'-B''. Ritmo pouco denso, sendo este elevado devido às frequentes pausas e eventuais acentuações forte no tempo 4, principalmente em F. A melodia caminha em graus conjuntos, e possui extensão elevada, sendo A o trecho com maior densidade. A harmonia é executada em power chords, com exceção de A, onde existe a inclusão de acordes com a terça, todos dentro do campo harmônico de Em (Mi menor), sendo em A: i-III-VII-v-VI-VII-i, em B: I-III-VII-V-VII-I, em C: I-VI-VII-V-VI, em D: I-VII-VI-III-VII, em E: IV-III-VII-VI-III-VI-V, e em F: I-III-VII-VI-VII. Em E, no lugar dos dois últimos acordes, os instrumentos de corda executam um riff com as notas Dó-Si-Lá-Mi (6º grau) e Si-Lá-Sol (5º grau), podendo ser harmonizado com a sugestão acima. F' segue a mesma progressão harmônica de F, porém está no campo harmônico do 4º grau (Lá menor).

sábado, 14 de fevereiro de 2009

Iron Maiden - Maiden Japan (1981)

GÊNERO: NWOBHM
ORIGEM: Inglaterra (Leyton / Londres)
FORMAÇÃO:
Paul Di'Anno (Vocal)
Dave Murray (Guitarra)
Adrian Smith (Guitarra)
Steve Harris (Baixo)
Clive Burr (Bateria)
.
Álbum com músicas com compasso quaternário e andamento médio de 105 bpm. Ritmo com bastante densidade, frequentes variações ritmicas, inclusões de quiálteras e pausas, sendo a síncopa a figura que mais aparece. A melodia varia bastante, geralmente por graus conjuntos, com inclusões de bordaduras e eventuais saltos que podem chegar a uma oitava de distância, frequentes riffs de guitarra sobrepostos, ou não, ao vocal. Harmonia executada toda em power chords, com exceção dos momentos em que a harmonia é executada de maneira arpejada, sendo Steve Harris, quando não há riffs ou arpejo, o responsável pela definição do acorde (maior / menor) e suas eventuais dissonâncias. Destaque para os frequentes riffs de guitarra.
.
DESTAQUE: Killers
Música com compasso quaternário (4/4), tonalidade de Em (Mi menor) e forma A-B-C-B-C-D-E-A'-D'-B-C-B-C-B''. Ritmo denso, principalmente devido às constantes síncopas e eventuais acentuações em tempos fracos. Melodia que caminha pouco, geralmente em graus conjuntos, havendo eventuais saltos de até uma oitava, tendo como referência, geralmente, uma das notas da tríade do acorde em questão, frequentes riffs de guitarra. Harmonia executada toda em power chords, sendo que E está na tonalidade de Dm (Ré menor) e A é executado de maneira arpejada, sendo neste: I-VII-VI-I-IV-VI-III-IV, em B: I, em C: VI-I-VI-III-VI-V-VI-VII, em D: III-IV-I-VII-I, e em E: III-IV-VII-I. Entre C e D existe uma ponte onde os instrumentos de corda apropriam-se das notas da escala da tonalidade da música (Em) para montar o riff, acompanhados, ritmicamente, pela bateria. Em B existe um riff dos instrumentos de corda, de quatro em quatro compassos, começando no terceiro, utilizando os intervalos de terça e segunda, além da tônica.

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

HC - Scene 1 (1997)

GÊNEROS: Hardcore Melódico / Rap Core / Street Punk / Crust Core
ORIGEM: Brasil (Londrina / Paraná)
BANDAS: H.D.C. / Alternative System / T.S.E. / Heffer / Gritos De Ódio / Hard Money / Euthanasia / Clove Of Garlic / Mukeka Di Rato
.
Álbum coletânea com músicas de diferentes gêneros, porém com compasso quaternário e média de andamento de 120 bpm. Ritmo pouco denso, elevando-se com as bandas T.S.E. e Euthanasia, devido à frequente inclusão de pausas e diferentes cadências; a figura da síncopa mantém-se frequente. A melodia tem sua densidade elevada devido às bandas Heffer e Clove Of Garlic, embora se mantém, basicamente, com movimentos em graus conjuntos e poucos saltos. A melodia é toda executada em power chords, havendo constantes riffs de guitarra. Coletânea do selo LAB Records.
.
DESTAQUE: ALTERNATIVE SYSTEM - Stupid Mind
Música com compasso quaternário, tonalidade de C#m (Dó sustenido menor) e forma I-A-A'-A-A'-A-A''. Ritmo pouco denso apesar das pausas existentes na ponte, bem como as frequentes síncopas, que caracterizam a figura predominante. A melodia caminha bastante, porém em graus conjuntos, tendo a tônica da música como referência, existindo frequente sobreposição melódica pela guitarra, que mantém as notas Dó#, Sol#, Fá#, e Mi. A harmonia é executada toda em power chords sendo A: I-VII-VI-VII. A introdução nada mais é do que A executado com figuras ritmicas diferentes por parte da bateria e dos instrumentos de corda. Entre o segundo A' e A existe uma ponte, onde nada mais é do que A executado de maneira pausada pelos intrumentos de corda, enquanto a bateria "preenche" o espaço com rolos.

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Guttermouth - 11 Oz. (1993)

GÊNERO: Street Punk
ORIGEM: EUA (Huntington Beach-O.C. / California)
FORMAÇÃO:
Mark Adkins (Vocal)
Scott Sheldon (Guitarra)
Eric Derek Davis (Guitarra)
Clint Cliff Weinrich (Baixo)
James Nunn (Bateria)
.
O Ep possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 115 bpm. Ritmo pouco denso, sendo as figuras de colcheias e semicolcheias as mais frequentes, formando, eventualmente, síncopas. A melodia caminha pouco e, basicamente, por graus conjuntos, mantendo uma das notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é toda executada em power chords, mantendo o campo harmônico da tonalidade da música em questão. Destaque para a impostação melódica de Mark Adkins.
.
DESTAQUE: Hopeless
Música com compasso quaternário, tonalidade de Am (Lá menor) e forma I-A-B-A-B-A'-B-A-B'. Ritmo pouco denso, sendo frequente o uso de colcheias e semicolcheias. Melodia que caminha pouco, geralmente por graus conjuntos, mantendo, em B, uníssono com a tônica do acorde em questão. A harmonia é toda executada em power chords e respeitando o campo harmônico de Lá menor, sendo a introdução (I): I, em A: I-VI-III-VII-IV-I, e em B: VI-V-VI-V-IV-III. Após a terceira vez de B existe uma pequena ponte, onde nada mais é do que A executado sem as guitarras e o vocal.

domingo, 8 de fevereiro de 2009

Good Riddance - For God And Country (1995)

GÊNERO: Hardcore Melódico
ORIGEM: EUA (Santa Cruz-S.C.C. / California)
FORMAÇÃO:
Russ Rankin (Vocal)
Luke Pabich (Guitarra)
Chuck Platt (Baixo)
Rich McDermott (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 120 bpm. Ritmo bastante cadenciado, o que amplia sua densidade, bem como a frequente variação de figuras ritmicas, principalmente executados por Luke Pabich, predominando as síncopas. A melodia caminha, geralmente por graus conjuntos, não sendo constante, porém frequente, com eventuais saltos, não ultrapassando o intervalo de quinta justa. Praticamente toda harmonia executada em power chords, havendo frequentes harmonizações diferentes, geralmente em extensão elevada, de Luke Pabich sobrepondo o acorde principal em questão. Destaque para as variações ritmicas e sobreposições harmônicas de Luke Pabich.
.
DESTAQUE: October
Música com compasso quaternário, tonalidade de Em (Mi menor) e forma I-A-B-A-B-A'-A''-A. Ritmo com densidade ampliada devido à frequente variação de figura ritmica, principalmente devido à guitarra, sendo a síncopa a figura predominante, bem como as variações das cadências ritmicas em A' e A''. Melodia que caminha em graus conjuntos, de maneira frequente ao final de cada frase, existindo um contracanto em A''. A harmonia é executada toda em power chords, havendo uma sobreposição com intervalos de oitava justa em A, sendo nesta parte: I-III-IV-I, e em B: I-VI-III-IV-I. A introdução (I) é executada, de maneira solo, por Luke Pabich, mantendo o power chord do primeiro grau, com loop do ritmo de duas colcheias seguidas por quatro semicolcheias.

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Gang Green - Preschool (1997)

GÊNERO: Hardcore Old School
ORIGEM: EUA (Braintree-N.C. / Massachusetts)
FORMAÇÃO:
Chris Doherty (Vocal, guitarra)
Bill Manley (Baixo)
Mike Dean (Bateria)
.
Ep lançado em 1997, porém com gravações no período entre 1981 e 1984. O Ep possui músicas com compasso quaternário, pouca duração e andamento médio de 130 bpm. Ritmo pouco denso, mantendo as semicolcheias como figura ritmica padrão. A melodia é pouco densa, caminhando pouco, mantendo, geralmente a mesma nota, com pequenas variações em graus conjuntos. Harmonia executada, em praticamente todo álbum, em power chords com constantes variações, existindo frequentes acordes de passagem. Destaque para a velocidade das músicas.
.
DESTAQUE: Sold Out
Música com compasso quaternário, sem tonalidade definida e forma A-B-A-B'. Ritmo pouco denso, podendo este ser mais elevado em A, principalmente, devido à criatividade de Mike Dean, predominando a semicolcheia como padrão ritmico. Melodia que varia pouco, mantendo, geralmente, a mesma nota, sendo exceção em A. Com exceção de A, a harmonia é executada toda em power chords, sendo em A: D-C-G-D, e em B: B5-D5-F5-E5. Entre A e B existe uma ponte com a seguinte cadência harmônica: D5-F5-E5.

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Fun People - Experience (1998)

GÊNERO: Hardcore Melódico
ORIGEM: Argentina (Campana / Buenos Aires)
FORMAÇÃO:
Nekro - Carlos Rodriguez (Vocal)
Gori - Carlos Loncharich (Guitarra)
Chuli - Julian Pogiese (Baixo)
Gato - Sebastian Garay (Bateria)
.
O Ep possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 110 bpm. Ritmo pouco denso apesar de Gori variar bastante, predominando as figuras de colcheia e semicolcheia, formando eventuais síncopas. A melodia caminha bastante, podendo existir saltos com extensões que chegam a até uma oitava, inclusão de frequentes bordaduras, notas de passagem e glissandos, geralmente executada em uma altura elevada. Harmonia basicamente executada em power chords, podendo haver acordes com inclusão da terça, sendo estes executados, eventualmente, de maneira arpejada. Destaque para a melodia de Nekro.
.
DESTAQUE: Confianza
Música com compasso quaternário (4/4), tonalidade de F (Fá maior) e forma I-A-B-A-A'. Música com baixa densidade ritmica, sendo esta elevada devido às variações de Gori, predominando as figuras ritmicas da colcheia e semicolcheia. A melodia varia bastante, executada, de maneira geral, em uma altura bastante elevada, com frequentes bordaduras e glissandos, além de possuir uma grande extensão. A harmonia é executada toda em power chords, sendo em A: I-V-II-IV, e em B: IV-III-V-I-VII-V-I-III-V-I-VII-V, a introdução (I) nada mais é que um glissando dos instrumentos de corda. Entre B e A existe uma pequena ponte, que nada mais é do que A executado, de maneira solo, por Chuli.

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Eterna Inocencia - Las Palabras Y Los Rios (2004)

GÊNERO: Emo Core
ORIGEM: Argentina (Quilmes / Buenos Aires)
FORMAÇÃO:
Guillermo Mármol (Vocal)
Roy Ota (Guitarra)
Javier Pesquero (Guitarra)
Tatán (Baixo)
Pablito (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 100 bpm. O ritmo apresenta pequena densidade, tendo as figuras ritmicas bastante variadas, bem como a inclusão de pausas e diferentes cadências. A melodia caminha bastante e mantém uma altura bastante elevada em quase todas as músicas, existindo frequentes saltos que podem chegar a até uma oitava de distância, bem como frequentes bordaduras. A harmonia é executada toda dentro do campo harmônico da tonalidade original, podendo existir alguns acordes de passagem, sendo que uma das guitarras desempenha sua função, na maior parte do tempo, de maneira arpejada. Destaque para a melodia de Guillermo Mármol.
.
DESTAQUE: Sin Quererlo, Mi Alma Si Desangra...
Música com compasso quaternário (4/4), tonalidade de Dm (Ré menor) e forma I-A-B-A-B-B'-C-B''. A música possui baixa densidade ritmica, sendo esta mais elevada em C devido às frequentes pausas, sendo a colcheia e a semicolcheia as figuras ritmicas que mais aparecem. A melodia caminha bastante, basicamente em graus conjuntos e bordaduras, ocorrendo eventuais saltos de até uma oitava, além possuir uma grande extensão. A harmonia é quase toda dentro do campo harmônico de Ré menor, com exceção do 5° grau que é maior por possuir função de dominante, sendo executada de maneira arpejada por uma das guitarras na maior parte da música; em A: i-VI-VII, em B: i-III-i-VI-V-VII-V, e em C: I-VI-VII-V. A introdução nada mais é do que A sem melodia, sendo executada, primeiramente, de maneira solo, pela guitarra. C é executado em power chords.