quinta-feira, 17 de abril de 2014

Rancid - Indestructible (2003)

GÊNERO: Street Punk
ORIGEM: EUA (Berkeley-A.C. / Califórnia)
FORMAÇÃO:
Tim Armstrong (Vocal, guitarra)
Lars Frederiksen (Vocal, guitarra)
Matt Freeman (Vocal, baixo)
Brett Reed (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 110 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à variações de cadência, pausas, bem como eventuais acentos deslocados do tempo forte ou contratempo, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada em power chords e acordes com a inclusão da terça, existindo constantes frases do baixo e frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para as participações de Vic Ruggiero tocando teclado, e Luis Conte tocando percussão.
.
DESTAQUE: Django
Música com compasso quaternário, não possui tonalidade definida, e forma A-A'-B-A-A'-B-A-C-A'. O ritmo é pouco denso, sendo elevado devido à eventuais pausas, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da harmonia em questão como referência. A harmonia é executada em power chords e acordes com a inclusão da terça, existindo frequentes riffs de guitarra e frases do baixo que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, sendo em A: C#m-G#-C#m, em B: F-G#, e em C: D-A.

terça-feira, 15 de abril de 2014

Ramones - Do You Wanna Dance? (1978)

GÊNERO: Punk Rock
ORIGEM: EUA (Nova York / Nova York)
FORMAÇÃO:
Joey Ramone - Jeffrey Hyman (Vocal)
Johnny Ramone - John Cummings (Guitarra)
Dee Dee Ramone - Douglas Colvin (Baixo)
Tommy Ramone - Thomas Erdelyi (Bateria)
.
O single possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 105 bpm. O ritmo é pouco denso, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais trechos onde a execução é de maneira arpejada. Destaque para a execução dos arranjos vocais por Joey Ramone.
.
DESTAQUE: Do You Wanna Dance?
Música com compasso quaternário, tonalidade de A (Lá Maior), e forma A-A'-A-A'-A''. O ritmo é pouco denso, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, sendo em A: I-IV-I-IV-I-V-I. Sempre após A' e A'' existe uma ponte, onde nada mais é do que a execução do power chord do quinto grau.

domingo, 13 de abril de 2014

Raised Fist - Split [59 Times The Pain] (2000)

GÊNERO: Hardcore
ORIGEM: Suécia (Lulea / Norrbotten)
FORMAÇÃO:
Alle - Alexander Hagman (Vocal)
Marco Eronen (Guitarra)
Josse - Andreas Johansson (Baixo)
Oskar Karlsson (Bateria)
.
O Ep possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 115 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à variações de cadência, pausas, acentos deslocados do tempo forte ou contratempo, antecipações, bem como eventuais síncopas, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha´pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos de guitarra por Marco Eronen.
.
DESTAQUE: Stronger Than Ever
Música com compasso quaternário, tonalidade de Em (Mi menor), e forma I-A-B-C-A-B-C-D-E-D-E. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à variações de cadência, bem como frequentes síncopas, antecipações, e acentos deslocados do tempo forte ou contratempo, mantendo a tônica e quinta da tonalidade como referência. A harmonia possui uma variação tonal em D e E, indo para o quarto grau (Lá menor), bem como um acorde de passagem, em A, oriundo de empréstimo tonal, sendo na introdução (I): I, em A: V-III-III/VII-I-VII-V-VI-VII-V-III-III/VII-I-VII-I-III/VII-III, em B: I-VI-IV-VI-III, em C: I-VII-VI-III-V, em D: I-III-II-VI-III-IV, e em E: I-III-II-VI-III-VII-I-III-II-III-IV. Entre C e A existe uma ponte onde nada mais é do que a progressão I-VI-VII-VI-III.

sexta-feira, 11 de abril de 2014

Purpura - Simple (2003)

GÊNERO: Punk Rock
ORIGEM: Argentina (Posadas / Misiones)
FORMAÇÃO:
Leo (Vocal)
Dro (Guitarra)
Deathpolaks (Baixo)
Nilo (Bateria)
.
O Ep possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 110 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à eventuais variações de cadência e antecipações, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura pouco elevada e extensão elevada, existindo saltos de até uma oitava de distância, mantndo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos vocais por Leo.
.
DESTAQUE: Tropiezo
Música com compasso quaternário, sem tonalidade definida, e forma I-A-B-A-B-A'. O ritmo é pouco denso apesar das frequentes síncopas, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura pouco elevada e extensão elevada, existindo saltos de até uma quinta de distância, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia está em Mi, sendo que em A o modo é menor, e em B Maior, e é executada toda em power chords, existindo eventuais riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, sendo em A: I-V-VII-IV-I-III-IV-VI, e em B: I-VI-II-IV-V. A introdução (I) nada mais é do que A executado de maneira solo pela bateria.

quarta-feira, 9 de abril de 2014

Public Image Ltd - Happy? (1987)

GÊNERO: New Wave
ORIGEM: Inglaterra (Londres / Londres)
FORMAÇÃO:
John Lydon (Vocal)
Lu Edmonds (Guitarra, teclado)
John McGeoch (Guitarra)
Allan Dias (Baixo)
Bruce Smith (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 100 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à eventuais acentos deslocados do tempo forte ou contratempo, bem como pausas, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada em power chords e acordes com a inclusão da terça, existindo eventuais riffs de guitarra ou frases do teclado que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos de guitarra.
.
DESTAQUE: Hard Times
Música com compasso quaternário, está no modo de Ré dórico, e forma I-A-B-A'-B-A'-C-A''-B-A'-B-A'-C-A'. O ritmo é pouco denso, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada dentro do campo harmônico do modo em questão, sendo em A: I-VII-II, em B: I, e em C: II. A introdução (I) nada mais é do que A executado de maneira solo pelo teclado.

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Psychic Possessor - Nós Somos A América Do Sul (1989)

GÊNERO: Hardcore Old School
ORIGEM: Brasil (Santos / São Paulo)
FORMAÇÃO:
Nhonho - Márcio (Vocal)
Zé Flávio (Guitarra)
Fabrício (Baixo)
Boka - Maurício (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 130 bpm. Os instrumentos de corda estão afinados meio tom abaixo da afinação padrão. O ritmo é pouco denso apesar das frequentes síncopas, sendo elevado, principalmente, devido à eventuais pausas e antecipações, mantendo a figura da semi-colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords. Destaque para a execução dos arranjos de bateria por Boka.
.
DESTAQUE: América Do Sul
Música com compasso quaternário, sem tonalidade definida, e forma I-A-B-C-A-B-C-A'. O ritmo é pouco denso, sendo elevado devido à eventuais quiálteras em A, mantendo a figura da semi-colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente por graus conjuntos, e está em função da escala de Abm (Lá bemol menor), mantendo a tônica da mesma como referência. A harmonia está em Ab (Lá bemol Maior), em A, enquanto que em B e C está em Abm (Lá bemol menor), e é executada toda em power chords, sendo em A: Db-C-Ab-Db-C-Ab-Db-C-Eb-Db-C-Ab, em B: Ab-B-Gb, e em C: B-Gb-Db-Ab-B-Gb-Eb. A introdução (I) nada mais é do que o power chord de Ab executado de maneira solo pela guitarra, seguido de A, também executado de maneira solo pela guitarra.

sábado, 5 de abril de 2014

Propagandhi - How To Clean Everything (1993)

GÊNERO: Hardcore Melódico
ORIGEM: Canadá (Portage La Prairie / Manitoba)
FORMAÇÃO:
Chris Hannah (Vocal, guitarra)
John K. Samson (Baixo)
Jord Samolesky (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 120 bpm. O ritmo possui certa densidade, principalmente, devido às frequentes síncopas, variações de cadência, acentos deslocados do tempo forte ou contratempo, antecipações, pausas e arranjos específicos de cada instrumento, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais acordes com a inclusão da terça, bem como frequentes riffs de guitarra e eventuais frases do baixo que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para os arranjos de guitarra por Chris Hannah.
.
DESTAQUE: Stick The Fucking Flag Up Your Goddam Ass, You Sonofabitch
Música com compasso quaternário, tonalidade de Em (Mi menor), e forma I-A-A'-B-C-D-B'-C-D-B'-Coda. O ritmo possui certa densidade, principalmente, devido às frequentes síncopas, bem como variações de cadência, acentos deslocados do tempo forte ou contratempo, e eventuais antecipações, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo frequentes intervalos de terça, bem como acordes de passagem oriundos de empréstimo modal e cromatismo, e eventuais inversões, sendo em A: I-V-VI-VII-III-II, em B: I-III-IV-VII, em C: I-VII-IV6-VI-V-IV-III-II-V-IV-III-Cr, em D: I-VI-VII-VI-III-VII, e na Coda: I-III-VI. A introdução (I) nada mais é do que A executado de maneira solo pela guitarra.

quinta-feira, 3 de abril de 2014

Projeto Peixe Morto - Metrofire (2001)

GÊNERO: Hardcore Melódico
ORIGEM: Brasil (Vitória / Espírito Santo)
FORMAÇÃO:
Rodrigo Lima (Vocal)
Murilo (Guitarra)
Giuliano (Guitarra)
Alyand (Baixo)
Nô - Leandro Pretti (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 120 bpm. O ritmo é pouco denso apesar das frequentes síncopas, sendo elevado, principalmente, devido à variações de cadência, bem como eventuais pausas, antecipações, e acentos deslocados do tempo forte ou contratempo, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos de bateria por Nô.
.
DESTAQUE: Metrofire
Música com compasso quaternário, tonalidade de F#m (Fá sustenido menor), e forma A-B-A-B-A-C-D. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à variações de cadência, mantendo a figura da semi-colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, sendo em A: I-VI-I-VI-III, em B: I-VI-III-VII, em C: I-VI-VII-I-VII-I, e em D: I-VII-IV-I.

terça-feira, 1 de abril de 2014

Prelúdio - Ep (2006)

GÊNERO: Hardcore Melódico
ORIGEM: Brasil (Guarulhos / São Paulo)
FORMAÇÃO:
Vinicius Grochim (Vocal)
Ricardo Rodrigues (Guitarra)
Robson Marcantonio (Guitarra)
Marcos Rodrigues (Baixo)
Fernando Martins (Bateria)
.
O Ep possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 120 bpm. O ritmo possui certa densidade, principalmente, devido à síncopas, variações de cadência, acentos deslocados do tempo forte ou contratempo, pausas, e antecipações, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, existindo saltos de até uma quinta de distância, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais acordes com a inclusão da terça, bem como frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos de guitarra.
.
DESTAQUE: Renatto Ribeiro
Música com compasso quaternário, tonalidade de F#m (Fá sustenido menor), e forma I-A-B-A-B-A'-B. O ritmo possui certa densidade, principalmente, devido à variações de cadência, pausas, bem como arranjos específicos de cada instrumento, em especial da bateria, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, existindo saltos de até uma quinta de distância, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo frequentes riffs de guitarra, bem como eventuais frases do baixo que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, sendo em A: I-IV-VI, e em B: I-III-VII-IV. A introdução (I) nada mais é do que A executado com arranjo diferente.