segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Undeclinable Ambuscade - Walking On Air (1998)

GÊNERO: Hardcore Melódico
ORIGEM: Holanda ('S-Hertogenbosch / Brabante Do Norte)
FORMAÇÃO:
Erik Van Haaren (Vocal)
Helmer Lathouwers (Guitarra)
Dennis Doesburg (Guitarra)
Skanne Van Selst (Baixo)
Jorg Smeets (Bateria)
.
O Ep possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 115 bpm. O ritmo é pouco denso apesar das frequentes síncopas, sendo elevado, principalmente, devido à eventuais variações de cadência, pausas, acentos deslocados do tempo forte ou contratempo, bem como antecipações, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais intervalos de terça, bem como frequentes riffs de guitarra e eventuais frases do baixo que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos de guitarra.
.
DESTAQUE: You Lose Again
Música com compasso quaternário, sem tonalidade definida, e forma A-B-A'-A''-C-A'-B-D-A'. O ritmo é pouco denso apesar das frequentes síncopas, sendo elevado, principalmente, devido à eventuais pausas e antecipações, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da harmonia em questão como referência. A harmonia é executada, quase toda em power chords, existindo eventuais intervalos de terça, bem como inversões, além de frases do baixo e riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, sendo em A: D-G-C-A, em B: D-C-F-A6/4, em C: B-A-G, e em D: G-A-Bb-C-D-E-C-Bb-C.

sábado, 9 de agosto de 2014

Ugly Kid Joe - Motel California (1996)

GÊNERO: Funk Metal
ORIGEM: EUA (Isla Vista-S.B.C. / Califórnia)
FORMAÇÃO:
Whitfield Crane (Vocal)
Klaus Eichstadt (Guitarra)
Dave Fortman (Guitarra)
Cordell Crockett (Baixo)
Shannon Larkin (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 110 bpm. Os instrumentos de corda estão afinados meio tom abaixo da afinação padrão. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à variações de cadência, antecipações, pausas, e arranjos específicos de cada instrumento, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura pouco elevada e extensão elevada, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada em power chords e acordes com a inclusão da terça ou dissonâncias, executados, eventualmente, de maneira arpejada, existindo frequentes frases do baixo e riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para as participações de Tim Wheater tocando flauta, e Angus Cooke tocando violoncelo.
.
DESTAQUE: Dialogue
Música com compasso quaternário, tonalidade de Ebm (Mi bemol menor), e forma I-A-B-A-B-C-A'-B-C'. O ritmo é pouco denso, sendo elevado devido à arranjos de dinâmica, bem como antecipações, e eventuais pausas, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, sendo em A: IV-III-V-I, em B: IV-III-V-IV-III-V-I, e em C: III-IV-I. A introdução (I) nada mais é do que A executado com arranjo diferente.

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Twenty2 - Keepin' Busy (2000)

GÊNERO: Hardcore Melódico
ORIGEM: Canadá (Montreal / Quebec)
FORMAÇÃO:
John Genier (Vocal)
Rocket - Dave (Guitarra)
Couz (Baixo)
Nick (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 120 bpm. O ritmo possui certa densidade, principalmente, devido à variações de cadência, antecipações, acentos deslocados do tempo forte ou contratempo, síncopas, bem como eventuais quiálteras, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais intervalos de terça ou dissonâncias, existindo frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos de guitarra por Dave Rocket.
.
DESTAQUE: 13 Seconds
Música com compasso quaternário, tonalidade de F#m (Fá sustenido menor), e forma A-A'-B-A'-B-C. O ritmo é pouco denso apesar das frequentes síncopas, sendo elevado, principalmente, devido à variação de cadência, em C, bem como antecipações e eventuais quiálteras, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais intervalos, sendo em A: I-III6-VI-I-III6-VI-I-III-V-VI-VII, em B: I-III-VII, e em C: I-V-VI-I-III-I-V-VI-VII. Entre B e A' existe uma ponte onde nada mais é do que a progressão VI-V-III-I, a qual aparece, também, após C.

terça-feira, 5 de agosto de 2014

Turbonegro - Small Feces Volume 2 (2005)

GÊNERO: Garage Punk
ORIGEM: Noruega (Oslo / Ostlandet)
FORMAÇÃO:
Pal Erik Carlin (Vocal)
Harald Fossberg (Vocal)
Hank Von Helvete (Vocal)
Rune Gronn (Guitarra)
Vegard Heskestad (Guitarra)
Pal Pot Pamparius (Guitarra)
Thomas Seltzer (Baixo, bateria)
Ole Martinsen (Baixo)
Bengt Calmeyer (Baixo)
Tor Kristian Jenssen (Bateria)
Carlos Carrasco (Bateria)
.
Álbum lançado em 2005, porém com gravações do período entre 1989 e 1995. O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 110 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à eventuais variações de cadência, antecipações e pausas, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais acordes com a inclusão da terça, bem como frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos de guitarra.
.
DESTAQUE: Zonked Out (On Hashish)
Música com compasso quaternário, tonalidade de Am (Lá menor), e forma A-B-A-B-C-A'-B'. O ritmo é pouco denso, sendo elevado devido à frequentes antecipações, bem como eventuais pausas, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power cords, existindo eventuais riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, sendo em A: I-VII-I-VII-I-III-I-VII-I-VII-I-III-V-I-VII-I-VII-I-III-V-I-VII-I-VII-I-III-V-I-VII-I-VII-I-III-IV-I-VII-I-VII-I-III, em B: IV-VI-I-VII-I-VII-I-III-IV-VI, e em C: I.

domingo, 3 de agosto de 2014

Tryo - Tryo (1996)

GÊNERO: Rock Progressivo
ORIGEM: Chile (Viña Del Mar / Valparaíso)
FORMAÇÃO:
Ismael Cortez (Vocal, guitarra, violão)
Francisco Cortez (Vocal, baixo, violoncelo)
Felix Carbone (Bateria, percussão)
.
O álbum possui músicas com compassos variados e andamento médio de 110 bpm. O ritmo é extremamente denso, existindo variações de compasso e cadência, acentos deslocados do tempo forte ou contratempo, arranjos de dinâmica, pausas, quiálteras, e arranjos específicos de cada instrumento, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha bastante, possuindo altura e extensão elevados, variando a escala de acordo com a harmonia em questão. A harmonia é executada com acordes dissonantes, variando sua intenção tonal ou modal, existindo frequentes frases do baixo e riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para os arranjos rítmicos.
.
DESTAQUE: Tierra
Música com compassos variados, sem tonalidade definida, e forma A-B-A-B'-A'-B''-A''-C-B'-A''-B'-C-A''-C'-A''-C-D. O ritmo é extremamente denso, principalmente devido à variações de compasso, síncopas, acentos deslocados do tempo forte ou contratempo, quiálteras, bem como arranjos específicos de cada instrumento, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha bastante, possuindo altura e extensão elevados, variando a escala de acordo com a harmonia em questão. A harmonia possui frequentes acordes dissonantes, é baseado na ideia de Dó, variando o modo e a referência, existindo constantes frases do baixo e riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, sendo em A: F7(5b)-C7+(5b), em B: C7+-G13b-F7(5b)-C7+, em C: F7+(4#), e em D: C7+(5b)-F7(5b).

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Triumph - Surveillance (1987)

GÊNERO: A.O.R.
ORIGEM: Canadá (Mississauga / Ontario)
FORMAÇÃO:
Rik Emmett (Vocal, guitarra, synclavier, Fairlight CMI)
Gil Moore (Vocal, bateria, percussão)
Michael Levine (Baixo, teclado, sintetizador)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 100 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à eventuais variações de cadência, pausas, acentos deslocados do tempo forte ou contratempo, bem como arranjos específicos de cada instrumento, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo extensão elevada e altura pouco elevada, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada em power chords e acordes com a inclusão da terça ou dissonâncias, existindo eventuais inversões, bem como frequentes frases do baixo e riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para as participações de Steve Morse tocando guitarra, Dave Traczuk tocando sintetizador, teclado e programação, e Greg Loates tocando percussão e programação.
.
DESTAQUE: Headed For Nowhere
Música com compasso quaternário, tonalidade de Em (Mi menor), e forma A-B-C-D-A-B-C-D-E-F-A'-B-C-D-A''. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à eventuais antecipações e acentos deslocados do tempo forte ou contratempo, bem como arranjos específicos de cada instrumento, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, existindo eventuais contracantos, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada em power chords e acordes com a inclusão da terça, existindo eventuais inversões e acordes de passagem, oriundos de empréstimo tonal (dominante secundário) e cromatismo, bem como uma variação tonal, em F, para um tom e meio abaixo (Dó sustenido menor), além de eventuais frases do baixo e frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, sendo em A: I-V, em B: V-VII-I-VII-V-IV-V-VII-IV-V-VII-I-VII-V-IV-V-III-V/V, em C: III-IV-V-I-VII-V-III-IV-V-IV-V, em D: I-VI-IV-III-VII6, em E: V-I-Cr-V/V-V-III-VII-IV-III-I-V-III-Cr-IV-IV/VI-VI-III-IV, e em F: I-V-IV-VII-VI-VII. Existem duas pontes, uma antes de E e outra antes de F, sendo nada mais que as progressões I-V-V/V-V/V/V-V/V/V/V-III-V-IV-III-IV-V-IV-III-II-I-II-III-IV, e I-V-V/V-V/V/V, respectivamente.

quarta-feira, 30 de julho de 2014

Toy Dolls - Geordie's Gone To Jail (1986)

GÊNERO: Punk Rock
ORIGEM: Inglaterra (Sunderland / Tyne And Wear)
FORMAÇÃO:
Olga - Michael Algar (Vocal, guitarra)
Dean James - Dean Robson (Baixo)
Teddy Toy Doll - Graham Edmundson (Bateria)
.
O single possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 105 bpm. Os instrumentos de corda estão afinados meio tom abaixo da afinação padrão. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à variações de cadência, bem como eventuais pausas e antecipações, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais acordes com a inclusão da terça, bem como frequentes frases do baixo e riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para os arranjos de guitarra por Olga.
.
DESTAQUE: Idle Gossip
Música com compasso quaternário, tonalidade de Ab (Lá bemol Maior), e forma I-A-B-C-A-B-C-D-B-C'-Coda. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à eventuais pausas, mantendo a figura da semi-colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo uma variação modal, em D, bem como frequentes frases do baixo e riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, sendo em A: I-V-IV-I, em B: IV-I-IV-I-IV-V-I, em C: IV-I-V, e em D: I-III-V. A introdução (I) nada mais é do que o frequente riff de guitarra, baseado na escala pentatônica menor de Lá bemol, executado de maneira solo. Entre C e D existe uma ponte onde nada mais é do que o mesmo riff de guitarra seguido do acorde do quinto grau. A Coda nada mais é do que o trecho do riff da guitarra.

segunda-feira, 28 de julho de 2014

Total Chaos - Punk Invasion (2001)

GÊNERO: D-Beat
ORIGEM: EUA (Pomona-L.A.C. / Califórnia)
FORMAÇÃO:
Rob Chaos (Vocal)
Sean Smash (Guitarra)
Todd Trash (Baixo)
Danny Boy Virus (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 115 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à eventuais síncopas, antecipações, e variações de cadência, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais frases do baixo e riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos vocais por Rob Chaos.
.
DESTAQUE: Punk Invasion
Música com compasso quaternário, está no modo de Dó Frígio, e forma I-A-B-A-B-A'-B-Coda. O ritmo é pouco denso, sendo elevado devido à antecipações, em A, mantendo a figura da semi-colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo uma transposição, na Coda, a qual desce um tom (Si bemol Frígio), existindo um acorde de passagem oriundo de cromatismo, sendo na introdução (I): I-VII-II, em A: I-II-III-II, em B: IV-II-III, e na Coda: I-II-I-III-I-II-I-Cr-IV.

sábado, 26 de julho de 2014

Todos Tus Muertos - Dale Aborigen (1994)

GÊNERO: Funk Metal
ORIGEM: Argentina (Buenos Aires / Distrito Federal)
FORMAÇÃO:
Fidel Nadal (Vocal)
Dronkit Master - Pablo (Vocal, percussão)
Horacio Gamexane (Guitarra)
Felix (Baixo)
Pablo Potenzoni (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 105 bpm. O ritmo possui certa densidade, principalmente, devido à variações de compasso, pausas, acentos deslocados do tempo forte ou contratempo, antecipações, e arranjos específicos de cada instrumento, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada em power chords e acordes com a inclusão da terça ou dissonâncias, existindo frequentes frases do baixo e riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para as participações de Guillermo Piccolini tocando teclado, Manu Chao tocando guitarra e violão, El Mosco Buzz tocando guitarra, Labios De Hule (Sebastian Ravazzini) e Kapanga tocando trompete, Sergio Rotman tocando saxofone, Daniel Zimbello tocando trombone, Lito Mazore tocando Sitar, Sergio Arrastia tocando tablas, tambura e mirdanga; e La Mosca (Martín Lorenzo), El Toco (Gerardo), e El Negro Rueda tocando percussão.
.
DESTAQUE: El Día Más Feliz
Música com compasso quaternário, sem tonalidade definida, e forma I-A-B-A-B-A'-C-A''. O ritmo é pouco denso, sendo elevado devido à antecipações, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a quinta da harmonia em questão como referência. A harmonia é executada toda em power chords, sendo em A: B-Gb-Eb-D, em B: C#-B-C#-E-B-E-B, e em C: B-C-C#-C. A introdução (I) nada mais é do que A executado de maneira solo pela guitarra.