sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Misfits - Misfits (1986)

GÊNERO: Punk Rock
ORIGEM: EUA (Lodi-B.C. / Nova Jersey)
FORMAÇÃO:
Glenn Danzig (Vocal)
Franché Coma (Guitarra)
Bobby Steele (Guitarra)
Doyle Wolfgang Von Frankenstein (Guitarra)
Jerry Only (Baixo)
Mr. Jim (Bateria)
Joey Image (Bateria)
Arthur Googy (Bateria)
Robo (Bateria)
.
Álbum lançado em 1986, porém com gravações do período de 1978 a 1985. O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 110 bpm. O ritmo é pouco denso, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, existindo saltos de até uma quinta de distância, possuindo extensão elevada e altura pouco elevada, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é toda executada em power chords. Destaque para a execução dos arranjos vocais por Glenn Danzig.
.
DESTAQUE: Green Hell
Música com compasso quaternário, tonalidade de Gm (Sol menor) e forma A-B-C-B-A-B'. O ritmo é pouco denso, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, existindo saltos de até uma quinta de distância, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo um acorde de passagem em C oriundo de um empréstimo modal, sendo em A: I-III-I-VI-IV-I, em B: III-I-VI-IV-I, e em C: I-VI. Após B e C existe uma ponte onde nada mais é do que a execução do power chord do quinto grau.

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Millencolin - Live Hultsfred (2000)

GÊNERO: Hardcore Melódico
ORIGEM: Suécia (Örebro / Närke)
FORMAÇÃO:
Nikola Sarcevic (Vocal, baixo)
Mathias Färm (Guitarra)
Erik Ohlsson (Guitarra)
Fredrik Larzon (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 110 bpm. Os instrumentos de corda estão afinados meio tom abaixo da afinação padrão. O ritmo é pouco denso, apesar das constantes síncopas e evntuais pausas de pouca duração, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais trechos onde intervalos de terça ou acordes com a inclusão da terça são executados, além de frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos de guitarra.
.
DESTAQUE: Mr. Clean
Música com compasso quaternário, tonalidade de Bbm (Si bemol menor) e forma I-A-A'-B-A-A'-B-C-B'-A. O ritmo é pouco denso, apesar das frequentes síncopas, sendo elevado devido ao arranjo de guitarra, mantendo a figura da semi-colcheia como a mais frequente. A melodia caminha bastante, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a s notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo um intervalo de terça no acorde do terceiro grau em B, sendo em A: I-VI-VII-V, em B: I-II-III-V-VI-VII, e em C: VI-VII-V-I. A introdução (I) nada mais é do que B executado com arranjo diferente. Sempre após A' existe uma ponte, onde nada mais é do que a progressão VI-VII.

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Megadeth - Youthanasia (1994)

GÊNERO: Heavy Metal
ORIGEM: EUA (Los Angeles-L.A.C. / California)
FORMAÇÃO:
Dave Mustaine (Vocal, guitarra)
Marty Friedman (Guitarra)
David Ellefson (Baixo)
Nick Menza (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 100 bpm. Os instrumentos de corda estão afinados meio tom abaixo do padrão. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, devido à arranjos específicos de cada instrumento, principalmente, da guitarra, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, em sua maioria, por power chords, existindo eventuais trechos onde acordes como a inclusão da terça ou dissonâncias são executados, bem como frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, existindo, também, eventuais acordes ou notas de passagem. Destaque para os arranjos de guitarra.
.
DESTAQUE: Addicted To Chaos
Música com compasso quaternário, tonalidade de Ebm (Mi bemol menor) e forma A-B-C-A-B'-C-D-B-C'-E. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido aos arranjos de guitarra e eventuais acentuações fora do tempo forte, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda em power chords, existindo frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, existindo uma transposição modal em C (quarto grau menor), bem como acordes depassagem oriundos da escala menor melódica em A, ou seja, o sexto grau é a sexta maior, sendo este executado com a quinta diminuta, mantendo o campo harmônico da tonalidade original, sendo em A: I-VII-VI5b-VII, em B: I-III-II-III-IV-V, em C: IV-VI/iv-VII/iv, em D: I-IV-II-V, e em E: I-III. Sempre após A e B existe umaponte, sendo estas as progressões VI-III-IV e VI-IV-V, respectivamente.

domingo, 24 de janeiro de 2010

Made In Brazil - Festa De 20 Anos (1987)

GÊNERO: Rock 'n' Roll
ORIGEM: Brasil (São Paulo / São Paulo)
FORMAÇÃO:
Oswaldo Rock Vecchione (Vocal, baixo, guitarra, gaita de boca)
Celso Kim Vecchione (Guitarra, baixo)
Filippo Lippo Baldassarine (Guitarra)
Silvio Tattoo Sizudo (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 100 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido às acentuações fora do tempo forte, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, existindo saltos de até uma oitava de distância no momento da participação de Cornélius Lúcifer, possuindo altura e extensão pouco elevada, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais trechos onde acordes com a inclusão da terça são executados, bem como acordes de passagem oriundos de cromatismo ou riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a participação de Cornélius Lúcifer no vocal, Antônio Babalu Medeiros, tocando guitarra; e Rick Vecchione, tocando bateria.
.
DESTAQUE: Deus Salva... O Rock Alivia!
Música com compasso quaternário,tonalidade de Am (Lá menor) e forma I-A-B-C-D-A'-B-C'-D-E-C''. O ritmo é pouco denso, sendo elevado devido às acentuações fora do tempo forte em A, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, além de acordes oriundos de cromatismo em E, sendo a introdução (I): I, em A: I-III-I, em B: I-IV-VII-I, em C: IV-VII-I, em D: VII-I, e em E: VII-I-III-I-Cr-II-III-Cr-IV-Cr-V-VI-Cr-VII-Cr-I.

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Mad Sin - God Save The Sin (1996)

GÊNERO: Psychobilly
ORIGEM: Alemanha (Berlin / Berlin)
FORMAÇÃO:
Koefte DeVille (Vocal)
Stein Dr. Solido (Guitarra)
Valle (Baixo acústico)
Andy Laaf (Bateria)
Hellvis (Backing vocal, cuspidor de fogo)
.
O álbum possui músicascom compasso quaternário e andamento médio de 115 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido às acentuações fora do tempo forte, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é, quase toda, executada em power chords, existindo eventuais trechos onde acordes com a inclusão da terça são executados, estes, geralmente, com figuras de longa duração e efeitos, existindo eventuais riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, bem como as linhas de baixo. Destaque para a execução dos arranjos de baixo por Valle.
.
DESTAQUE: Speak No Evil
Música com compasso quaternário, tonalidade de Em (Mi menor) e forma I-A-B-A'-B-C-A'-B. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido às acentuações fora do tempo forte, além das eventuais pausas existentes em A e na ponte, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo uma sobreposição do arranjo de guitarra onde acordes com a inclusão da terça são executados com figuras de longa duração, além de eventuais acordes de passagem oriundos de cromatismo, ou da tensão da quinta diminuta, sendo a introdução (I): i-iv-i-VII-i-VII-i-iv-i, em A: i-VI-VII, em B: AT5-i-III-i-III5-IV5-V5, e em C: AT5-IV5-Cr5-III5-I5. Existe, sempre, uma ponte após B e C, onde nada mais é do que o power chord do primeiro grau executado, existindo uma variação desta no final.

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Lunachicks - Binge And Purge (1992)

GÊNERO: Street Punk
ORIGEM: EUA (Nova York / Nova York)
FORMAÇÃO:
Theo Kogan (Vocal)
Gina Volpe (Guitarra)
Sindi Benezra Valsamis (Guitarra)
Sidnei Squid Silver (Baixo)
Becky Wreck (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 105 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado em eventuais trechos, principalmente, devido às acentuações fora do tempo forte ou variações de cadência, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos melódicos por Theo Kogan.
.
DESTAQUE: C.I.L.L.
Música com compasso quaternário, tonalidade de Em (Mi menor) e forma I-A-B-A-B-A-B-A'. O ritmo é pouco denso, sendo elevado na introdução (I) devido às pausas, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, além de existir contracanto passivo, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, sendo a introdução (I): I-V-VII-IV, em A: I-IV-V-VII-III-IV, e em B: V-IV-V.

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Living End - Trapped (2000)

GÊNERO: Psychobilly
ORIGEM: Austrália (Melbourne / Victoria)
FORMAÇÃO:
Chris Cheney (Vocal, guitarra)
Scott Owen (Baixo acústico)
Travis Demsey (Bateria)
.
O single possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 100 bpm. O ritmo apresenta certa densidade, principalmente, devido a acentuações fora do tempo forte ou contratempo, e pausas de pequena duração, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo extensão elevada e altura pouco elevada, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia encontra-se dentro do campo harmônico da tonalidade original, havendo eventuais acordes ou notas de passagem oriundas de cromatismo ou função de dominante, bem como eventuais empréstimos modais, além de existir frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para as participações de Alistair Shepherd tocando saxofone, e Tody Dargaville tocando trompete.
.
DESTAQUE: Witch Doctor
Música com compasso quaternário, tonalidade de Gm (Sol menor) e forma I-A-B-A-B-C-D-A'-B-C-I'. O ritmo possui certa densidade, principalmente, devido às pausas e à levada que possui acentuação no contratempo, mantendo a figura da semi-colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada por power chords e acordes com a inclusão da terça, existindo uma transposição modal em C e o acorde do quinto grau com função de dominante, além de um constante riff de guitarra e baixo em A e na introdução que ajuda a caracterizar a harmonia em questão, existindo uma nota de passagem oriunda de cromatismo neste, sendo em A: I5, em B: III-i-III-iv-V, em C: vi-iii-vi-IV-I-iii-IV-V, e em D: I5-II5-III5-V-I5. A introdução (I) nada mais é do que o riff de A executado de maneira solo pelo baixo acústico. O riff existente na introdução (I) e em A, baseado na escala de sol menor, possui as notas Sol, Sib, Dó, Réb, Ré, Sol, Mib, Ré, Lá, Sol, Lá, Sib, Ré, Dó, Ré, Dó. Após D existe uma ponte onde nada mais é do que parte do riff existente em A (indo até o Ré seguinte ao Mib).

sábado, 16 de janeiro de 2010

Leeway - Enforcer (1985)

GÊNERO: Crossover
ORIGEM: EUA (Nova York / Nova York)
FORMAÇÃO:
Eddie Sutton (Vocal)
A.J. Novello (Guitarra)
Michael Gibbons (Guitarra)
Zowie (Baixo)
Tony Fontao (Bateria)
.
A demo possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 115 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado devido às variações de cadência e arranjos específicos de cada instrumento, principalmente, da guitarra, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, em graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos de guitarra.
.
DESTAQUE: On The Outside
Música com compasso quaternário,tonalidade de Em (Mi menor) e forma I-A-B-A-B-C-A-B. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à variação de cadência existente em C, além das frequentes síncopas, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, sendo a introdução (I): VII-I, em A: I-III-I-III-VII-VI-VII, em B: IV-V-VI-I-VII-I-VII-VI-V, e em C: I-V-IV-I-III-I-III-II-III. Após aprogressão da introdução, A é executado de maneira solo pela guitarra. Após C existe uma ponte, onde a progressão I-VII-VI-VII é executada.

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Krokus - Headhunter (1983)

GÊNERO: NWOBHM
ORIGEM: Suiça (Solothurn / Solothurn)
FORMAÇÃO:
Marc Storace (Vocal)
Fernando Von Arb (Guitarra)
Mark Kohler (Guitarra)
Chris Von Rohr (Baixo)
Steve Pace (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 100 bpm. Os instrumentos de corda estão afinados meio tom abaixo da afinação padrão. O ritmo é pouco denso, sendo elevado devido aos arranjos específicos de guitarra, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha bastante, existindo saltos de até uma oitava de distância, possuindo altura e extensão elevados, mantendo a tônica e quinta da tonalidade como referência. A harmonia é, quase toda, executada em power chords, existindo eventuais trechos onde acordes com a inclusão da terça são executados, estes, geralmente, de maneira arpejada, existindo frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para os arranjos de guitarra.
.
DESTAQUE: Night Wolf
Música com compasso quaternário, tonalidade de Abm (Lá bemol menor) e forma I-A-B-C-D-A'-B-C-D-B'-D'. O ritmo é pouco denso, sendo elevado devido ao arranjo de guitarra, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha bastante, existindo saltos de até uma oitava de distância, possuindo altura e extensão elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, além de acordes de passagem em C oriundos do quinto grau com função de dominante, sendo a introdução (I): I-IV, em A: I-IV-I-VII-I-IV-I-V, em B: I, em C: V-III/V-V/V-V, e em D: III-I-VII-I-III-I-VII-V. C está no quinto grau dominante, ou seja, Eb Maior. Em A existe um riff de guitarra com as notas Mib, Sol, Láb e Si.

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Kemuri - Sénka-Sénrui (2000)

GÊNERO: Ska Core
ORIGEM: Japão (Tóquio / Kanto)
FORMAÇÃO:
Fumio Ito (Vocal)
Hidenori Minami (Guitarra)
Noriaki Tsuda (Baixo)
Ryosuke Morimura (Trompete)
Ken Kobayashi (Saxofone)
Shoji Hiraya (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 105 bpm. O ritmo possui certa densidade, principalmente, devido às variações de cadência e síncopas, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo frequentes trechos onde acordes com a inclusão da terça são executados, estes na posição de pestana. Destaque para a execução dos arranjos dos instrumentos de sopro.
.
DESTAQUE: Fight Vices Inside
Música com compasso quaternário, tonalidade de Em (Mi menor) e forma A-B-C-A-B-C-A'-C-D. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido às acentuações no contratempo em B, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo um acorde de passagem em C devido à um empréstimo modal, já que este está na tonalidade homônima, sendo em A: I-II-IV, em B: I-VII-IV-I-V-VII-IV, em C: II-III-I-II-III-I-V-I-V-VII-IV, e em D: I-V-IV-V. C está na tonalidade homônima (Mi Maior), sendo, então, o terceiro grau o power chord de Sol#. Entre C e D existe uma ponte com a progressão I-V-II-IV executado de maneira solo pela guitarra.

domingo, 10 de janeiro de 2010

Judas Priest - You've Got Another Thing Coming (1982)

GÊNERO: Heavy Metal
ORIGEM: Inglaterra (Birmingham / West Midlands)
FORMAÇÃO:
Rob Halford (Vocal)
Glenn Tipton (Guitarra)
Kenneth K.K. Downing (Guitarra)
Ian Hill (Baixo)
Dave Holland (Bateria)
.
O single possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 100 bpm. O possui certa densidade, principalmente, devido à arranjos específicos de cada instrumento, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha bastante, alcançando saltos de até uma oitava de distância, possuindo altura e extensão elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, estes, eventualmente, executados de maneira invertida, havendo frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, bem como eventuais acordes de passagem, geralmente, oriundos de cromatismo. Destaque para a execução dos arranjos de guitarra.
.
DESTAQUE: Exciter (Live)
Música com compasso quaternário, sem tonalidade definida e forma I-A-B-C-B-C-D-E-A-B-C-B-C-F-E-B-Coda. O ritmo possui certa densidade em trechos isolados, principalmente em C, devido às acentuações no contratempo, além das eventuais pausas, mantendo a figura da semi-colcheia como a mais frequente. A melodia caminha bastante, existindo saltos de até uma oitava de distância, possuindo altura e extensão elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade em questão como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, além de frequentes acordes de passagem oriundos de cromatismo, sendo a introdução (I): E5-D5-C5-A5-B5, em A: G5-D5, em B: G5-F5-G5-F5-C5, em C: A5-C5-D5-A5-D5-C5, em D: B5-E5-F#5, em E: A5-Bb5-B5-C5-A5-E5-G5-D5-F5-C5-Eb5-C5-D5, em F: C5-Ab5-Bb5-Eb5-Ab5-F5-G5-C5-Ab5-Bb5-Eb5-Ab5-G5, e na Coda: G5-F5-F#5-G5. Sempre após C existe uma ponte, variando entre duas progressões, sendo a primeira D5-Db5-C5-A5-Ab5, e a segunda: D5-E5. Em A existe um riff de guitarra sobre o pwer chord de Sol com as notas Sol, Fá, Sib e Láb.

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Judas Priest - Before The Dawn (1978)

GÊNERO: Heavy Metal
ORIGEM: Inglaterra (Birmingham / West Midlands)
FORMAÇÃO:
Rob Halford (Vocal)
Glenn Tipton (Guitarra)
Kenneth K.K. Downing (Guitarra)
Ian Hill (Baixo)
James Leslie Les Binks (Bateria)
.
O single possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 90 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido às acentuações, principalmente, do arranjo de guitarra, mantendo a figura da semínima como a mais frequente. A melodia caminha bastante, existindo saltos de até uma oitava de distância, possuindo altura e extensão elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada em power chords ou acordes com a inclusão da terça, estes, executados de maneira arpejada, mantendo o campo harmônico da tonalidade original, além de existir frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, às vezes com notas de passagem oriundas de cromatismo. Destaque para a execução dos arranjos de guitarra.
.
DESTAQUE: Rock Forever
Música com compasso quaternário, tonalidade de Dm (Ré menor) e forma I-A-B-C-A-B-C-A-D-A'-B-C-A-Coda. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido às acentuações do arranjo de guitarra, mantendo a figura da semínima como a mais frequente. A melodia caminha bastante, existindo saltos de até uma oitava de distância, possuindo altura e extensão elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, estes, às vezes, com notas de passagem oriundas de cromatismo, sendo em A: V, em B: III-I, em C: VI-V-III-V/V, em D: VII-VI-IV/V-III/V-V/V, e na Coda: V. A introdução (I) nada mais é do que A executado de maneira solo pela guitarra. Em A existe um riff de guitarra cromático com as notas Lá, Láb, Sol e Solb. Entre A' e B existe uma ponte, onde é executado o quinto grau do quinto grau seguido de pausa. A Coda possui um riff de guitarra cromático com as notas Lá, Sib, Si e Dó.

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Jason - Eu Sou Quase Fã De Mim Mesmo (2000)

GÊNERO: Hardcore
ORIGEM: Brasil (Rio de Janeiro / Rio de Janeiro)
FORMAÇÃO:
Vital (Vocal)
Leonardo Panço (Guitarra)
FF (Baixo)
Rafael (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 120 bpm. O ritmo é pouco denso, apesar das frequentes síncopas, sendo elevado em eventuais trechos, principalmente, devido à variação de cadência, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais acordes de passagem. Destaque para a execução dos arranjos.
.
DESTAQUE: A Bela Canção (Que Eu Não Escrevi)
Música com compasso quaternário, tonalidade de C#m (Dó sustenido menor) e forma A-B-C-D-A-B'-C-D-B''-C-D-A. O ritmo é pouco denso, sendo elevado em eventuais trechos devido à pausas em B' e B'', além da execução do cromatismo no contratempo em A, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo um cromatismo em A oriundo de blue note, sendo neste: I-VII-I-Cr-IV-III, em B: I-VII, em C: IV-V, e em D: VI-III-VII-I-VI-III-IV-V.

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Iron Maiden - Fear Of The Dark Live (1993)

GÊNERO: Heavy Metal
ORIGEM: Inglaterra (Leyton / Londres)
FORMAÇÃO:
Bruce Dickinson (Vocal)
Dave Murray (Guitarra)
Janick Gers (Guitarra)
Steve Harris (Baixo)
Nicko McBrain (Bateria)
.
O single possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 95 bpm. O ritmo possui certa densidade, principalmente, devido às dinâmicas e antecipações, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha bastante, existindo saltos de até uma quinta de distância, possuindo altura e extensão elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais trechos onde acordes com a inclusão da terça são executados, estes, eventualmente de maneira arpejada, além de frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para as dinâmicas das músicas.
.
DESTAQUE: Bring Your Daughter... To The Slaughter
Música com compasso quaternário, tonalidade de Em (Mi menor) e forma I-A-B-A-B-C-D-D'-B'. O ritmo é pouco denso, sendo elevado devido às frequentes antecipações, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha bastante, existindo saltos de até uma quinta de distância, possuindo altura e extensão elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo trechos onde acordes com a inclusão da terça são executados, bem como riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, sendo a introdução (I): VII-IV-I, em A: I-III-IV, em B: I-VI-IV-VII-IV-VI-III-I, em C: I-VI-IV-VII-IV, e em D: I-III-IV-VI-VII-I. Sempre após B existe uma ponte, sendo a primeira a execução do primeiro grau e a segunda a prgressão III-VII-IV-VII-IV.

sábado, 2 de janeiro de 2010

Iron Maiden - Be Quick Or Be Dead (1992)

GÊNERO: Heavy Metal
ORIGEM: Inglaterra (Leyton / Londres)
FORMAÇÃO:
Bruce Dickinson (Vocal)
Dave Murray (Guitarra)
Janick Gers (Guitarra)
Steve Harris (Baixo)
Nicko McBrain (Bateria)
.
O single possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 100 bpm. O ritmo possui certa densidade, principalmente, devido à pausas, acentuações e antecipações, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha bastante, existindo saltos de até uma quinta de distância, possuindo altura e extensão elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, estes, eventualmente, de maneira invertida, existindo frequentes riffs de guitarra qua ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos vocais por Bruce Dickinson.
.
DESTAQUE: Be Quick Or Be Dead
Música com compasso quaternário, tonalidade de Gm (Sol menor) e forma A-B-C-D-E-F-A-B-C-D-G-C-D. O ritmo possui certa densidade, principalmente, devido à pausas e antecipações, mantendo a figura da semi-colcheia como a mais frequente. A melodia caminha bastante, existindo saltos de até uma quinta de distância, possuindo altura e extensão elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, sendo em A: I-III, em B: I-II-III-I-VII-III-II, em C: IV-III-VII-IV-III-VI-V-VI, em D: I-VI-V-I-V-IV-I-IV-III-I-III-II, em E: VII-I, em F: III-I-IV-I-III-VII-I-III-I-IV-I-III-IV-V-VI-VII, e em G: IV-III-IV-VI-IV-III-IV-II-V-IV-V-VII-V-IV-V-III. Em A existe um riff de guitarra com as notas Sol, Mi bemol, Ré e Fá.