quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Ministry - The Land Of Rape And Honey (1988)

GÊNERO: Industrial
ORIGEM: EUA (Chicago-C.C. / Illinois)
FORMAÇÃO:
Alain Jourgensen (Vocal, guitarra, programação)
Paul Barker (Teclado, baixo, programação)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 110 bpm. Os instrumentos de corda estão afinados meio tom abaixo da afinação padrão. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido às divisões de bumbo da programação e eventuais pausas, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, existindo saltos de até uma quinta de distância, mantendo a tônica e quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo frequentes riffs de guitarra e frases do baixo que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a participação de William Rieflin tocando guitarra, teclado, além da programação.
.
DESTAQUE: Deity
Música com compasso quaternário, tonalidade de Ebm (Mi bemol menor) e forma A-B-A'-A-B-A''-A'-B-A''. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido aos arranjos do bumbo da programação, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a tônica e quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, bem como constante levada do baixo, sendo em A: I, e em B: IV-III.

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

M.I.A. - Lost Boys (2001)

GÊNERO: Skate Punk
ORIGEM: EUA (Las Vegas-C.C. / Nevada)
FORMAÇÃO:
Mike Conley (Vocal)
Nick Adams (Guitarra)
Paul Schwartz (Baixo)
Chris Moon (Bateria)
Larry Pearson (Bateria)
.
Álbum lançado em 2001, porém com gravações do período entre 1982 e 1985. O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 115 bpm. O ritmo é pouco denso, apesar das frequentes síncopas, sendo elevado em eventual trecho devido à um compasso 7/4 e eventuais variações de cadência, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais trechos onde acordes com a inclusão da terça ou dissonâncias são executados. Destaque para a execução dos arranjos de guitarra por Nick Adams.
.
DESTAQUE: Small Man In A Big World
Música com compasso quaternário, tonalidade de Gm (Sol menor) e forma I-A-B-A-B'-A-A'. O ritmo é pouco denso, apesar das frequentes síncopas, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo terça e quinta da harmonia em questão como referência. A harmonia é executada toda em power chords, enquanto B está no quinto grau (Ré menor), sendo em A: I-VII-IV-III, e em B: V-II/V-III/V-I. A introdução (I) nada mais é do que o power chord do primeiro grau seguido do arranjo de A executado de maneira solo pelo baixo.

sábado, 25 de setembro de 2010

Meatmen - Blüd Sausage (1982)

GÊNERO: Jazz Core
ORIGEM: EUA (Lansing-I.C. / Michigan)
FORMAÇÃO:
Tesco Vee (Vocal)
Greg Ramsey (Guitarra)
Rich Ramsey (Baixo)
Mr. X (Bateria)
.
O Ep possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 105 bpm. O ritmo possui certa densidade, principalmente, devido à pausas de pequena duração, antecipações, arranjos específicos de cada instrumento e variações de cadência, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a tônica e quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo frequentes dissonâncias e inversões, além de eventuais riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para os arranjos de guitarra por Greg Ramsey.
.
DESTAQUE: I've Got A Problem
Música com compasso quaternário, tonalidade de Em (Mi menor) e forma A-B-A-B'-C-A-D. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à pausas de pequena duração, variações de cadência e arranjos específicos da guitarra, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a tônica e quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais trechos onde existe inversão de acordes e inclusão de dissonâncias, sendo em A: E5-D5-C5-B5, em B: E5-B5-D5-B5-E5-B5-A5-D5, em C: Am-B5-E5-D5-B5-Bb5-A5-Ab5-G5-Gb5-F5, e em D: E5-D5.

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Malgobierno - Molestar (2004)

GÊNERO: Street Punk
ORIGEM: Chile (Santiago / Santiago)
FORMAÇÃO:
Pablo (Vocal)
Alvaro (Guitarra)
Alejandro (Baixo)
Cristian (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 120 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado devido às eventuais variações de cadência, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos de bateria por Cristian.
.
DESTAQUE: Guerra
Música com compasso quaternário, sem tonalidade definida e forma A-B-A-C-C'-B. O ritmo é pouco denso apesar das frequentes sincopas, sendo elevado devido à variação de cadência em C, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, mantendo a quinta da harmonia em questão como referência. A harmonia é executada toda em power chords, sendo em A: G5-E5-G5-A5-G5-Bb5-A5, em B: Eb5-Bb5-F5, e em C: E5-G5-E5-G5-A5. Existem duas pontes, uma entre A e C e outra entre C' e B, sendo a primeira a execução do power chord de Ré e a segunda a execução do power chord de Mi.

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Madball - Legacy (2005)

GÊNERO: Hardcore
ORIGEM: EUA (Nova York / Nova York)
FORMAÇÃO:
Freddy Cricien (Vocal)
Mitts (Guitarra)
Hoya Roc (Baixo)
Rigg Ross (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasos quaternário e andamento médio de 115 bpm. Os instrumentos de corda estão afinados um tom abaixo da afinação padrão. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido às variações de cadência e acentos fora do tempo forte, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a quinta e tônica da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais riffs de guitarra que ajudam a caracetrizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos de bateria por Rigg Ross.
.
DESTAQUE: 100%
Música com compasso quaternário, sem tonalidade definida e forma A-B-C-B'-C-A. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido às variações de cadência e acentuações fora do tempo forte e contratempo, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a tônica e quinta da harmonia em questão como referência. A harmonia é executada toda em power chords, sendo em A: Eb5-D5-Eb5, em B: D5-G5-Ab5-G5-F5, e em C: D5-Eb5.

domingo, 19 de setembro de 2010

Madball - Droppin' Many Suckers (1992)

GÊNERO: Hardcore
ORIGEM: EUA (Nova York / Nova York)
FORMAÇÃO:
Freddy Cricien (Vocal)
Vinnie Stigma (Guitarra)
Matt Henderson (Guitarra)
Roger Miret (Baixo)
Will Shepler (Bateria)
.
O Ep possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 120 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado em eventuais trechos devido à variações de cadência, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a tônica e quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos vocais por Freddy Cricien.
.
DESTAQUE: Get Out
Música com compasso quaternário, sem tonalidade definida e forma A-B-A-B-A-C-B. O ritmo é pouco denso, sendo elevado em C devido à variação de cadência, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a tônica e quinta da harmonia em questão como referência. A harmonia é executada toda em power chords, sendo em A: Bb5-A5-G5-F5-G5-F5-E5, em B: A5-C5-B5-D5, e em C: A5-Eb5-B5.

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Looters - Looters (1986)

GÊNERO: New Wave
ORIGEM: EUA (São Francisco-S.F.B.A. / California)
FORMAÇÃO:
Mat Callahan (Vocal, guitarra)
Joe Johnson (Vocal, guitarra)
Fred Cirillo (Vocal, teclado)
Jim Johnson (Vocal, baixo)
Ahaguna G. Sun (Vocal, bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 100 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à arranjos específicos de cada instrumento, eventuais pausas de pequena duração, antecipações e acentos fora do tempo forte, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha bastante, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão elevados, existindo saltos de até uma quinta de distância, além de frequentes contracantos, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada dentro do campo harmônico da tonalidade original, existindo eventuais acordes de passagem, estes, geralmente, com função de dominante, além de eventuais riffs de guitarra e linhas do baixo que ajudam a caracetrizar a harmonia em questão, bem como os contracantos melódicos. Destaque para a participação de Akal Fillinger tocando teclado e Billy Johnson tocando bateria.
.
DESTAQUE: Rise Up
Música com compasso quaternário, tonalidade de Gm (Sol menor) e forma I-A-A'-A-A'-A''-A'-Coda. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à arranjos específicos de cada instrumento, eventuais pausas de pequena duração e acentuações fora do tempo forte, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha bastante, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão elevados, existindo saltos de até uma quinta de distância além de frequentes contracantos, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada dentro do campo harmônico da tonalidade original, existindo eventuais acordes de passagem oriundos de empréstimo modal, existindo constante linha de baixo, frequentes contracantos, e eventuais riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, sendo em A: i-VII-i-VII-i, e na Coda: IV-V-iv-i-VII-i. A introdução (I) nada mais é do que A executado com arranjo diferente. Existe, sempre após A, uma ponte executada pelos acordes do quarto e quinto grau maiores, além de outras duas pontes após A', sendo, na primeira, a progressão i-ii-i-VII-v-VII-VII, e na segunda, o acorde do primeiro grau intercalado com pausas.

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Les Thugs - Still Hungry, Still Angry (1989)

GÊNERO: Punk Rock
ORIGEM: França (Angers / Pays De La Loire)
FORMAÇÃO:
Eric Sourice (Vocal, guitarra)
Thierry Meanard (Guitarra)
Pierre-Yves Sourice (Baixo)
Christophe Sourice (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 110 bpm. O ritmo é pouco denso, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos vocais por Eric Sourice.
.
DESTAQUE: Birds Of Ill Omen
Música com compasso quaternário, tonalidade de F#m (Fá sustenido menor) e forma A-B-A'-B'-B-A'-B'-B-A''-C-A'''-B''-A. O ritmo é pouco denso, sendo elevado devido à variação de cadência em C, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo frequente riff de guitarra em C que ajuda a caracterizar a harmonia em questão, sendo em A: V, em B: II-IV-I-V, e em C: V-VI-VII-VI.

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Lagwagon - Resolve (2005)

GÊNERO: Hardcore Melódico
ORIGEM: EUA (Goleta-S.B.C. / California)
FORMAÇÃO:
Joey Cape (Vocal)
Chris Flippin (Guitarra)
Chris Rest (Guitarra)
Jesse Buglione (Baixo)
Dave Raun (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 115 bpm. O ritmo é pouco denso apesar das frequentes síncopas, , sendo elevado em eventuais trechos, principalmente, devido à acentuações fora do tempo forte ou variações de cadência, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura elevada e extensão pouco elevada, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais trechos onde acordes com a inclusão da terça são executados, além de frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos vocais por Joey Cape.
.
DESTAQUE: Creepy
Música com compasso quaternário, tonalidade de F#m (Fá sustenido menor) e forma A-B-A'-B'. O ritmo é pouco denso apesar das constantes síncopas, sendo elevado, principalmente, devido à quiálteras existentes no final de A e B', mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura elevada e extensão pouco elevada, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo um trecho no final de A e B' onde o acorde é executado de maneira arpejada e com a quinta diminuta, sendo em A: I-III-I-III-VII-IV-I, e em B: III-V-VII-IV-I.

sábado, 11 de setembro de 2010

Lagwagon - A Feedbag Of Truckstop Poetry (2000)

GÊNERO: Pop Punk
ORIGEM: EUA (Goleta-S.B.C. / California)
FORMAÇÃO:
Joey Cape (Vocal)
Chris Flippin (Guitarra)
Chris Rest (Guitarra)
Jesse Buglione (Baixo)
Dave Raun (Bateria)
.
O Ep possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 105 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado em eventuais trechos, principalmente, devido à acentuações fora do tempo forte e variações de cadência, além de arranjos específicos de cada instrumento, em especial da guitarra, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura elevada e extensão pouco elevada, existindo saltos de até uma terça de distância, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais trechos onde existe acordes ou intervalos dissonantes além de frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para os arranjos de guitarra.
.
DESTAQUE: A Feedbag Of Truckstop Poetry
Música com compasso quaternário, tonalidade de D (Ré Maior) e forma I-A-B-A-B'-C-D-A'-B''. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à acentuações fora do tempo forte e eventuais variações de cadência, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais dissonâncias na introdução (I) e em B', existindo eventuais riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, sendo em A: I-VI-IV-I-V, em B: I-VI-I-VI-IV-V-VI-II-IV-V, em C: IV-V-I-VI-IV-V, e em D: I-III-IV-VI-V-IV-VI-V-II-III-VI-V. A introdução (I) nada mais é do que variações e inversões do quinto grau, seguido do power chord do mesmo.

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Klamydia - Klamytologia (Tauti Leviää) (1998)

GÊNERO: Punk Rock
ORIGEM: Finlândia (Vaasa / Ostrobothnia)
FORMAÇÃO:
Vesa Vesku Jokinen (Vocal)
Jari Jakke Shitsi Helin (Guitarra, baixo)
Marko Vuokko Vuorimaa (Guitarra)
Hannu HanttaViinamäki (Baixo)
Riku Purtola (Bateria)
.
Álbum lançado em 1998, porém com gravações do período de 1994 a 1997. O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 105 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado em eventuais trechos devido à acentuações e antecipações, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos vocais por Vesa Vesku Jokinen.
.
DESTAQUE: E.V.V.K.
Música com compasso quaternário, tonalidade de Em (Mi menor) e forma A-B-C-D-A-B-C-D. O ritmo é pouco denso, sendo elevado devido à antecipação existente em A, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais riffs de guitarra que ajudam a carcterizar a harmonia em questão, sendo em A: I-IV, em B: I-III-II-I-III-II-III-VII-I, em C: III-I-III-I-III-VI-V, e em D: I-II-I-III-VII-III-I-VII-VI-III-VI-III-VII-I.

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Judas Priest - Priest... Live! (1987)

GÊNERO: Heavy Metal
ORIGEM: Inglaterra (Birmingham / West Midlands)
FORMAÇÃO:
Rob Halford (Vocal)
Glenn Tipton (Guitarra)
K.K. Downing (Guitarra)
Ian Hill (Baixo)
Dave Holland (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 100 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido aos arranjos específicos de cada instrumento, em especial da guitarra, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão elevados, existindo saltos de até uma oitava de distância, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais trechos onde acordes com a inclusão da terça são executados, geralmente, de maneira arpejada, além de frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracetrizar a harmonia em questão e acordes de passagem. Destaque para os arranjos de guitarra.
.
DESTAQUE: Freewheel Burning
Música com compasso quaternário, tonalidade de Am (Lá menor) e forma I-A-B-C-A-B-C-D-A'-E-F-A'-E-C'. O ritmo é pouco denso, sendo elevado em eventuais trechos devido à acentuações no contratempo, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão elevados, existindo saltos de até uma quinta de distância, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, além de um acorde de passagem, em D, oriundo de cromatismo, sendo a introdução (I): I, em A: I-VII-I, em B: V-IV-III-II-I, em C: I-III-I-III-IV, em D: VII-I-Cr-II, em E: III/II-IV/II-II/II-V/II-II, e em F: V-I-IV-VI/IV-VII/IV-III/IV-VI/IV-IV/IV-V/IV-IV/IV-III/IV-II/IV-I-VI-VII-V-IV-III-II-I-VI-VII-V-I. A' e E estão no segundo grau (Si menor). Um trecho de F está no quarto grau (Ré menor).

domingo, 5 de setembro de 2010

Judas Priest - Locked In (1986)

GÊNERO: Heavy Metal
ORIGEM: Inglaterra (Birmingham / West Midlands)
FORMAÇÃO:
Rob Halford (Vocal)
Glenn Tipton (Guitarra)
K.K. Downing (Guitarra)
Ian Hill (Baixo)
Dave Holland (Bateria)
.
O single possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 95 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à eventuais antecipações no contratempo e arranjos específicos de cada instrumento, em especial da guitarra, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão elevados, existindo saltos de até uma quinta de distância, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais acordes com a inclusão da terça e frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para os arranjos vocais por Rob Halford.
.
DESTAQUE: Reckless
Música com compasso quaternário, tonalidade de Abm (Lá bemol menor) e forma I-A-B-A'-B-A'-C-D-A''. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à eventuais antecipações em B e aos arranjos de guitarra, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão elevados, existindo saltos de até uma quiarta de distância, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, sendo em A: I-III-IV-VI-VII, em B: I-III-VII, em C: III-IV-III-IV-VII-I, e em D: I-VI-III-VII-I-VI-III-VII-V. A introdução (I) nada mais é do que A executado com arranjo diferente.

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Jezus And Gospelfuckers - Couldn't Care Less (1982)

GÊNERO: Hardcore Old School
ORIGEM: Holanda (Haarlem / Holanda Do Norte)
FORMAÇÃO:
Jesus (Vocal)
Tos (Guitarra)
Henk (Baixo)
Josje (Bateria)
.
O Ep possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 110 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado em eventuais trechos devido à acentuações fora do tempo forte, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda em power chords, existindo eventuais trechos onde acordes com a inclusão da terça ou dissonâncias são executados. Destaque para a execução dos arranjos de guitarra por Tos.
.
DESTAQUE: Dope
Música com compasso quaternário, tonalidade de F#m (Fá sustenido menor) e forma I-A-B-A-B-A'-A-B. O ritmo é pouco denso, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a quinta da tonalidade como referência. A harmonia é, quase toda, executada em power chords, existindo um acorde sus4 em A, bem como inversões, também em A, sendo neste: I-Isus4, e em B: IV-III-VII-I. A introdução (I) nada mais é do que A executado com arranjo diferente.

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Iron Maiden - Piece Of Mind (1983)

GÊNERO: Heavy Metal
ORIGEM: Inglaterra (Leyton / Londres)
FORMAÇÃO:
Bruce Dickinson (Vocal)
Dave Murray (Guitarra)
Adrian Smith (Guitarra)
Steve Harris (Baixo)
Nicko McBrain (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 105 bpm. O ritmo é denso, elevado, principalmente, devido à acentuações fora do tempo forte, quiálteras e arranjos específicos de cada instrumento, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão elevados, existindo saltos de até uma oitava de distância. A melodia é executada, quase toda, em power chords, existindo frequentes riffs de guitarra e linhas de baixo que ajudam a caracterizar a harmonai em questão, bem como eventuais acordes com a inclusão da terça ou dissonâncias, executados, às vezes, de maneira arpejada. Destaque para os arranjos de guitarra.
.
DESTAQUE: Quest For Fire
Música com compasso quaternário, tonalidade de Em (Mi menor) e forma I-A-B-A-B-C-D-D'-B'-I. O ritmo possui certa densidade, elevado, principalmente, devido às quiálteras e ao arranjos da introdução (I), além de arranjos específicos de cada instrumento, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão elevados, existindo saltos de até uma quinta de distância, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, sendo a introdução (I): I-II-III-IV-VI-V-IV-III, em A: I-VII-I-VII-VI-I-VI-V, e em B: V-IV-III-IV-III-II-I-III-V, em C: I-V-I-VII, e em D: IV-VI/IV-VII/IV-IV. D está transposto para o quarto grau (Lá menor), voltando para o primeiro grau em D'.