sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

NOFX - The War On Errorism (2003)

GÊNERO: Hardcore Melódico
ORIGEM: EUA (Los Angeles-L.A.C. / Califórnia)
FORMAÇÃO:
Fat Mike Burkett (Vocal, baixo, teclado)
Eric Melvin (Guitarra)
El Hefe - Aaron Abeyta (Guitarra, trompete)
Erik Sandin (Bateria, percussão)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 120 bpm. O ritmo é pouco denso apesar das frequentes síncopas, sendo elevado, principalmente, devido à variações de cadência, pausas, acentos deslocados do tempo forte ou contratempo, bem como antecipações, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais acordes com a inclusão da terça ou dissonâncias, bem como frequentes frases de baixo e riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para as participações de Sascha Lazor e Ronnie King tocando guitarra, Jesse Sutherland tocando teclado, Jason Freese tocando saxofone, Dude tocando trombone, e Karina Denike tocando vibrafone.
.
DESTAQUE: The Separation Of Church And Skate
Música com compasso quaternário, tonalidade de Am (Lá menor), e forma I-A-B-A-B-C-D-A'-B'-Coda. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à variações de cadência, pausas de pequena duração, bem como eventuais antecipações e acentos deslocados do tempo forte ou contratempo, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo um acorde de passagem, em B, oriundo de cromatismo, eventuais acordes com a inclusão da terça, bem como frequentes frases do baixo e riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, sendo na introdução (I): I-VII-I, em A: I-VI-III-VII-I, em B: I-VI-III-VII-Cr-I-VI-III-I-V-VI, em C: III-IV-VI-VII-I-VI-III-I-VI, em D: I-VI-III-IV-I-VI-III-IV-VI, e na Coda: I.

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

NOFX - Bottles To The Ground (2000)

GÊNERO: Hardcore Melódico
ORIGEM: EUA (Los Angeles-L.A.C. / Califórnia)
FORMAÇÃO:
Fat Mike Burkett (Vocal, baixo)
Eric Melvin (Guitarra)
El Hefe - Aaron Abeyta (Guitarra)
Erik Sandin (Bateria)
.
O Ep possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 120 bpm. O ritmo é pouco denso apesar das constantes síncopas, sendo elevado, principalmente, devido à variações de cadência, pausas de pequena duração, acentos deslocados do tempo forte ou contratempo, bem como eventuais antecipações e variações de compasso, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais acordes com a inclusão da terça, além de frequentes intervalos de terça, bem como riffs de guitarra e frases do baixo que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos de guitarra.
.
DESTAQUE: Lower
Música com compasso quaternário, tonalidade de Am (Lá menor), e forma I-A-B-C-A-B-C-D-E-D. O ritmo é pouco denso apesar das constantes síncopas, sendo elevado, principalmente, devido à eventuais pausas de pequena duração e antecipações, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo um acorde de passagem, em D, oriundo de cromatismo, além de eventuais intervalos de terça ou dissonâncias, bem como frequentes riffs de guitarra e frases do baixo que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, sendo em A: I-VI, em B: I-VII-VI-VII-I, em C: III-VII-I-VI-III-VII-VI, em D: IV-VI-III-IV-VI-VII-III-IV-III-II-Cr-I, e em E: VI-I. A introdução (I) nada mais é do que A executado de maneira solo pelo baixo.

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Noam Chomsky - The Emerging Framework Of World Power (2003)

GÊNERO: Spoken Word
ORIGEM: EUA (Philadelphia-P.C. / Pennsylvania)
FORMAÇÃO:
Noam Chomsky (Voz)
.
O álbum não possui intenções rítmicas, melódicas ou harmônicas.
.
DESTAQUE: Venezuela, Coups And Democracy

sábado, 22 de fevereiro de 2014

No Fun At All - State Of Flow (2000)

GÊNERO: Pop Punk
ORIGEM: Suécia (Skinnskatteberg / Västmanland)
FORMAÇÃO:
Ingemar Jansson (Vocal)
Crister Johansson (Guitarra)
Stefan Neuman (Guitarra)
Mikael Danielsson (Baixo)
Kjell Ramstedt (Bateria, percussão)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 105 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à eventuais variações de cadência, bem como síncopas, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais acordes com a inclusão da terça, bem como frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos de guitarra.
.
DESTAQUE: Waste Of Time
Música com compasso quaternário, tonalidade de C#m (Dó sustenido menor), e forma I-A-B-C-A-B-C-D-E-E'-E. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à variação de cadência em D, bem como antecipações na ponte, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais acordes com a inclusão da terça, em D, bem como frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, sendo em A: VI-I-III-VII, em B: I-VII-I-VII-V-VII, em C: VI-III-VII-I-VI-III-VII, em D: VI-I-VI-I-VI-V, e em E: VI-I. A introdução (I) nada mais é do que A executado de maneira solo pela guitarra. Existe uma ponte, sempre antes de C, onde nada mais é do que a cadência harmônica I-VII-I.

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

No Big Deal - Las Cartas (2008)

GÊNERO: Hardcore Melódico
ORIGEM: Equador (Guayaquil / Guayas)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 120 bpm. O ritmo possui certa densidade, principalmente, devido à pausas, síncopas, variações de cadência, acentos deslocados do tempo forte ou contratempo, bem como arranjos específicos de cada instrumento, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo frequentes intervalos de terça ou dissonâncias, e riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, bem como eventuais acordes com a inclusão da terça ou dissonâncias e inversões. Destaque para a execução dos arranjos de guitarra.
.
DESTAQUE: Te Llevo Dentro
Música com compasso quaternário, tonalidade de Bm (Si menor), e forma  I-A-B-A-B'-C-Coda. O ritmo possui certa densidade, principalmente, devido à variações de cadência, pausas, bem como frequentes síncopas, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais intervalos de terça e inversões, bem como frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, sendo na introdução (I): I-VI-VII, em A: I-V-III-VII, em B: I-VI-III-VII6-I-VI-III-V, e em C: I-V-VI-VII. Sempre antes de B existe uma ponte onde nada mais é do que a progressão I-VI-VII-VI-VII. A Coda nada mais é do que a introdução (I) executada com arranjo diferente.

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Nitrominds - Ao Vivo (2003)

GÊNERO: Hardcore Melódico
ORIGEM: Brasil (Santo André / São Paulo)
FORMAÇÃO:
André (Vocal, guitarra)
Lalo (Baixo)
Edu (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 120 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à variações de cadência, bem como frequentes síncopas, eventuais antecipações, acentos deslocados do tempo forte ou contratempo, e arranjos específicos de cada instrumento, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais acordes com a inclusão da terça, bem como frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos de bateria por Edu.
.
DESTAQUE: No Pessimism
Música com compasso quaternário, tonalidade de Em (Mi menor), e forma I-A-B-C-A'-B-C'. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à variações de cadência, pausas, antecipações, acentos deslocados do tempo forte ou contratempo, bem como arranjos específicos de cada instrumento, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, sendo em A: I-IV-III-I-III-IV-I-IV-III-V, em B: I-III-IV-I-III-IV-V, e em C: I-III. A introdução (I) nada mais é do que C executado com arranjo diferente.

domingo, 16 de fevereiro de 2014

New Bomb Turks - Destroy-Oh-Boy!! (1993)

GÊNERO: Garage Punk
ORIGEM: EUA (Columbus-F.C. / Ohio)
FORMAÇÃO:
Eric Davidson (Vocal)
Jim Weber (Guitarra)
Matt Reber (Baixo)
Bill Randt (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 110 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à eventuais antecipações e acentos deslocados do tempo forte ou contratempo, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas ad tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos vocais por Eric Davidson.
.
DESTAQUE: Let's Dress Up The Naked Truth
Música com compasso quaternário, tonalidade de Em (Mi menor), e forma I-A-B-A-B-A'-B'-A-B. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à variação de cadência na introdução (I), bem como as pausas, em B, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, sendo na introdução (I): I-III-IV-V-VI-V, em A: I-III-IV-I, e em B: VI-V. Entre a introdução (I) e A existe uma ponte, onde nada mais é do que A executado com arranjo diferente.

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Neues Deutschland - Sampler (1990)

GÊNEROS: Street Punk / Punk Rock
ORIGEM: Alemanha (Holzgerlingen / Baden-Württemberg)
BANDAS: Fliehende Stürme / Die Skeptiker / Die Pilsköpfe / Warnstreik / Lokalmatadore / Boskops / Hannen Alks / Müllstation / Wombels / Frohlix
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 115 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado devido à eventuais pausas e variações de cadência, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais acordes com a inclusão da terça, bem como riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Coletânea lançada pelo selo A.M. Music.
.
DESTAQUE: HANNEN ALKS - Märzmädchen
Música com compasso quaternário, tonalidade de Am (Lá menor), e forma I-A-A'-B-C-D-A-A'-B-C-D-A-A''-B'-C'-D-A. O ritmo é pouco denso, sendo elevado devido à eventuais pausas e antecipações, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura baixa e extensão pouco elevada, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo um acorde de passagem, em A oriundo de cromatismo, sendo na introdução (I): I, em A: IV-III-Cr-IV, em B: I-IV-I-V, em C: I-II-III-IV-I-II-III-VII-I, e em D: IV-I-III-VII-IV-I-III-IV.

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Napalm Death - Hatred Surge (1985)

GÊNERO: D-Beat
ORIGEM: Inglaterra (Birmingham / West Midlands)
FORMAÇÃO:
Nik Napalm - Nicholas Bullen (Vocal)
Justin Broadrick (Guitarra)
Peanut - Peter Shaw (Baixo)
Rat - Miles Ratledge (Bateria)
.
A demo possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 110 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à variações de cadência, bem como eventuais acentos deslocados do tempo forte ou contratempo, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo frequentes acordes de passagem. Destaque para a execução dos arranjos de bateria por Rat.
.
DESTAQUE: Caught In A Dream
Música com compasso quaternário, tonalidade de Em (Mi menor), e forma A-B-C-D-B-C-A. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à eventuais variações de cadência, pausas e acentos deslocados do tempo forte, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo um acorde de passagem, em D, oriundo do cromatismo do blue note, sendo em A: I-III-II, em B: I-III-I-V-I-III-II, em C: I-III-I-V, e em D: I-V-Cr-III-II.

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

MxPx - The Renaissance (2001)

GÊNERO: Pop Punk
ORIGEM: EUA (Bremerton-K.C. / Washington)
FORMAÇÃO:
Mike Herrera (Vocal, baixo)
Tom Wisniewski (Guitarra)
Yuri Ruley (Bateria)
.
O Ep possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 115 bpm. O ritmo é pouco denso apesar das frequentes síncopas, sendo elevado, principalmente, devido à variações de cadência, bem como eventuais pausas, antecipações e acentos deslocados do tempo forte ou contratempo, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais intervalos e inversões, bem como frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos de bateria por Yuri Ruley.
.
DESTAQUE: Talk Of The Town
Música com compasso quaternário, tonalidade de Am (Lá menor), e forma  A-B-C-D-C-E-Coda. O ritmo é pouco denso apesar das frequentes síncopas, sendo elevado, principalmente devido à variações de cadência, antecipações, bem como eventuais quiálteras, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo um frequente acorde de passagem oriundo do cromatismo do blue note, sendo em A: I-VII-I-III-VII-I-III-IV, em B: I-VII-III-IV-Cr, em C: I-III-VII-IV-Cr-V, em D: I-Cr-III-I-Cr-VI, em E: I-VII-III-IV-Cr-IV-III, e na Coda: I-III-IV-Cr-IV-III-I-III-Cr. Existe duas pontes, uma após A e outra após B, onde nada mais é do que as progressões Cr-IV-Cr-IV-Cr, e I-III-IV-Cr, respectivamente.

sábado, 8 de fevereiro de 2014

Murder Junkies - Feed My Sleaze (1995)

GÊNERO: Punk Rock
ORIGEM: EUA (Nova York / Nova York)
FORMAÇÃO:
Mike Denied (Vocal)
William Weber (Guitarra)
Three Inch Pinky - Merle Allin (Baixo)
Dino Sex - Donald Sachs (Bateria)
.
O Ep possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 110 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado devido à eventuais antecipações, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a tônica e quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords. Destaque para a execução dos arranjos de guitarra por William Weber.
.
DESTAQUE: Waking Up In A Pool Of Piss
Música com compasso quaternário, tonalidade de Am (Lá menor), e forma A-B-C-A-B-C-D-A-B-C. O ritmo é pouco denso, sendo elevado devido à frequentes antecipações, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a tônica da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo uma variação tonal, em D, para meio tom acima da tonalidade original, bem como frequente riff de guitarra, em C, que ajuda a caracterizar a harmonia em questão, sendo em A: I-III, em B: III-VII-III-VII-I-III-VII-III-VII-V, em C: VII-V, e em D: I-IV-I-Cr-IV-Cr-IV.

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Motörhead - You Better Run (1992)

GÊNERO: Hard Rock
ORIGEM: Inglaterra (Londres / Londres)
FORMAÇÃO:
Lemmy Kilmister (Vocal, baixo)
Phil Campbell (Guitarra)
Würzel (Guitarra)
Tommy Aldridge (Bateria)
.
O single possui música com compasso quaternário e andamento aproximado de 100 bpm. Os instrumentos de corda estão afinados meio tom abaixo da afinação padrão. O ritmo é pouco denso, sendo elevado devido ao constante shuffle, bem como eventuais pausas, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para as participações de Peter Solley tocando teclado, e Slash tocando guitarra.
.
DESTAQUE: You Better Run
Música com compasso quaternário, tonalidade de Eb (Mi bemol Maior), e forma I-A-B-A-B-A'-B'-A''-B'-A'''-B-A'-B''. O ritmo é pouco denso apesar dos constantes shuffles, sendo elevado devido à eventuais pausas, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, sendo em A: I-IV-III, e em B: IV-I-IV-III-I-IV-III-V-IV-I-V. A introdução (I) nada mais é do que A executado de maneira solo pelo baixo.

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Mötley Crüe - Too Fast For Love (1981)

GÊNERO: Hard Rock
ORIGEM: EUA (Los Angeles-L.A.C. / Califórnia)
FORMAÇÃO:
Vince Neil (Vocal)
Mick Mars (Guitarra)
Nikki Sixx (Baixo)
Tommy Lee (Bateria, percussão)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 110 bpm. Os instrumentos de corda estão afinados meio tom abaixo da afinação padrão. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à eventuais variações de cadência, pausas, acentos deslocados do tempo forte ou contratempo, bem como arranjos específicos de cada instrumento, em especial da guitarra. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais acordes com a inclusão da terça, bem como frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos de guitarra por Mick Mars.
.
DESTAQUE: Live Wire
Música com compasso quaternário, tonalidade de Gm (Sol menor), e forma  I-A-B-C-A-B-C-D-C'-D'-A'. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à eventuais pausas, a variação de cadência em D, bem como arranjos específicos de cada instrumento, em especial da guitarra, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão elevados, existindo saltos de até uma oitava de distância, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, sendo em A: III-I-III-I-III-IV-III-I-III-I-IV-VII, em B: VI-VII-I, em C: VI-I, e em D: I-VII-VI-VII. A introdução (I) nada mais é do que A executado de maneira solo pela guitarra.

domingo, 2 de fevereiro de 2014

Mistake Us For Friends - Kill The Composer (2007)

GÊNERO: Hardcore Melódico
ORIGEM: Escócia (Glasgow / Glasgow)
FORMAÇÃO:
Steve
Beanzy
Sean
Stu
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 120 bpm. O ritmo possui certa densidade, principalmente, devido à variações de cadência, frequentes síncopas, bem como eventuais acentos deslocados do tempo forte ou contratempo, pausas e arranjos específicos de cada instrumento, em especial da guitarra, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais acordes com a inclusão da terça, bem como frequentes intervalos de terça ou dissonâncias, além de riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para os arranjos de guitarra.
.
DESTAQUE: Narrow Minded Assumptions
Música com compasso quaternário, tonalidade de Em (Mi menor), e forma  A-B-C-D-E-A-C'-C'. O ritmo possui certa densidade, principalmente devido à variações de cadência, pausas de pequena duração, bem como frequentes síncopas e arranjos específicos de cada instrumento, em especial da guitarra, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais intervalos de terça ou dissonâncias, bem como uma inversão, em E, além de frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, sendo em A: I-VII, em B: VI-VII-I-III, em C: VI-V-I-VI-V-I-V-VI-I-VI, em D: VI-VII, e em E: III-VII-VI-III-VII6. Entre B e C existe uma ponte onde nada mais é do que a cadência harmônica I-VII.