domingo, 30 de outubro de 2011

Vice Squad - Last Rockers: The Singles (1992)

GÊNERO: Punk Rock
ORIGEM: Inglaterra (Bristol / Bristol)
FORMAÇÃO:
Beki Bondage (Vocal)
Dave Bateman (Guitarra)
Mark Hambly (Baixo)
Shane Baldwin (Bateria)
.
Álbum lançado em 1992, porém com gravações do período entre 1980 e 1982. O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 110 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à eventuais acentos deslocados e antecipações, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais acordes com a inclusão da terça e riffs de guitarra que ajudam a carcterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos vocais por Beki Bondage.
.
DESTAQUE: Upright Citizen
Música com compasso quaternário, tonalidade de Am (Lá menor) e forma I-A-B-A-B-A-B'-A-B''. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à eventuais antecipações, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, com exceção do acorde do quinto grau, o qual inclui a terça, sendo na introdução (I): v, em A: v-IV-III-IV-III-v-VI-VII, e em B: I-VII-VI-I-III-IV-I. Sempre após A existe uma ponte, onde nada mais é do que a progressão I-III-IV-III-I-III-IV.

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Vanilla Muffins - The Drug Is Football (2003)

GÊNERO: Punk Rock
ORIGEM: Suiça (Basel / Basel)
FORMAÇÃO:
Colin Brandle (Vocal, guitarra)
Per Gilomen (Baixo)
Ian Carsten (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 110 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à eventuais acentuações fora do tempo forte, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais frases da guitarra que ajudam a carcterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos vocais por Colin Brandle.
.
DESTAQUE: The Drug Is Football
Música com compasso quaternário, tonalidade de C#m (Dó sustenido menor) e forma I-A-B-A-B-C-B'-I. O ritmo é pouco denso, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo uma variação modal em C, sendo na introdução (I): III-II-I, em A: I-IV-V, em B: I-III-VII-IV-III-II-I, e em C: I-VI-III-IV. Antes de C existe uma ponte onde nada mais é do que a progressão harmônica da introdução.

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Useless I.D - Let It Burn (2000)

GÊNERO: Hardcore Melódico
ORIGEM: Israel (Haifa / Haifa)
FORMAÇÃO:
Guy Carmel (Vocal, guitarra)
Ishay Berger (Guitarra)
Yotam Ben-Horin (Baixo)
Ralph Hobri (Bateria)
.
O Ep possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 115 bpm. Os instrumentos de corda estão afinados meio tom abaixo da afinação padrão. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido às constantes síncopas e variações de cadência, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, existindo saltos de até uma quinta de distância, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais acordes com a inclusão da terça e intervalos de terça, bem como riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos de guitarra.
.
DESTAQUE: Too Bad You Don't Get It
Música com compasso quaternário, tonalidade de Ab (Lá bemol Maior) e forma A-B-C. O ritmo é pouco denso apesar das constantes síncopas, sendo elevado devido à variações de cadência em C, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, sendo em A: I-V-VI-III-IV-V-I, em B: IV-V-VI-II-IV-V, e em C: I-VI-I-III-IV-V-III-VI-V-IV-V-I.

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Uppercut - Six Sick Songs (2002)

GÊNERO: Hardcore Melódico
ORIGEM: EUA (Tampa-H.C. / Florida)
FORMAÇÃO:
Danny (Vocal)
Scott (Guitarra)
Conrad (Baixo)
Chris (Bateria)
.
O Ep possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 120 bpm. O ritmo é bastante denso, principalmente, devido à pausas de pequena duração, variações de cadência, frequentes síncopas, acentos deslocados do tempo forte e arranjos específicos de cada instrumento, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, existindo saltos de até uma quinta de distância, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais intervalos de terça, bem como frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para os arranjos de guitarra por Scott.
.
DESTAQUE: Burn
Música com compasso quaternário, tonalidade de Am (Lá menor) e forma I-A-B-C-D-B'-C'-C-C''. O ritmo é bastante denso, sendo elevado, principalmente, devido à pausas de pequena duração, acentos deslocados do tempo forte, frequentes síncopas, eventuais quiálteras, bem como arranjos específicos de cada instrumento, em especial da guitarra, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais intervalos de terça, bem como frequentes riffs de guitarra e eventuais frases do baixo que ajudam a carcetrizar a harmonia em questão, sendo em A: I-III-IV-V-VI, em B: I-VI-VII-III-II-VII-II-III, em C: VI-VII-I-VI-VII-I-VII-V, e em D: I-VI-VII-III-II-VII-II-III-IV-V-VI-I-VI-VII-I-VI-V. A introdução (I) nada mais é do que B executado com arranjo diferente.

sábado, 22 de outubro de 2011

Unwritten Law - Oz Factor (1996)

GÊNERO: Hardcore Melódico
ORIGEM: EUA (Poway-S.D.C. / California)
FORMAÇÃO:
Scott Russo (Vocal)
Steve Morris (Guitarra)
Rob Brewer (Guitarra)
John Bell (Baixo)
Wade Youman (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 110 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à eventuais variações de cadência, pausas e acentos deslocados, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais acordes com a inclusão da terça, bem como riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a participação de Brian Baker tocando guitarra.
.
DESTAQUE: Falling Down
Música com compasso quaternário, tonalidade de Am (Lá menor) e forma I-A-B-C-A-B-C-A'-B'-C'. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à acentos deslocados do tempo forte, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, existindo eventuais contracantos, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo um acorde de passagem, em C, oriundo de cromatismo, sendo em A: I-III-VII, em B: I-VI-V-IV-III-I-III-VII, e em C: VI-III-VII-Cr-VI-III-IV-VI-VII. A introdução (I) nada mais é do que A executado de maneira solo pela guitarra.

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Union 13 - Why Are We Destroying Ourselves? (1998)

GÊNERO: Hardcore Old School
ORIGEM: EUA (Los Angeles-L.A.C. / California)
FORMAÇÃO:
Edward Escoto (Vocal)
José Mercado (Guitarra)
Ben Sandoval (Guitarra)
Jerry Navarro (Baixo)
Louie Villareal (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 115 bpm. O ritmo é pouco denso apesar das frequentes síncopas, sendo elevado, principalmente, devido à eventuais variações de cadência, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a tônica e quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos de guitarra.
.
DESTAQUE: Again And Again
Música com compasso quaternário, tonalidade de C#m (Dó sustenido menor) e forma I-A-B-A-B'-A-B. O ritmo é pouco denso apesar das constantes síncopas, sendo elevado, principalmente, devido à variação de cadência em B', mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a tônica e quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, bem como dois acordes de passagem oriundos de cromatismo na introdução (I), sendo nesta: I-Ib-I-I#, em A: I-VI-IV-VI-VII-II, e em B: I-VI-III-I-VII-VI-I-VI-III-II-III-II-I-VII-VI-IV-V-VII-II.

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Ulster - Matar (2001)

GÊNERO: D-Beat
ORIGEM: Brasil (São Bernardo Do Campo / São Paulo)
FORMAÇÃO:
Fábio (Vocal)
Vladi (Guitarra)
Thiago (Baixo)
Johnny (Bateria)
.
O Ep possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 120 bpm. O ritmo é pouco denso apesar das frequentes síncopas, sendo elevado devido à eventuais antecipações, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais acordes de passagem. Destaque para a execução dos arranjos vocais por Vladi.
.
DESTAQUE: SP R$ 1,76
Música com compasso quaternário, sem tonalidade definida e forma A-B-C-A-B-C-A. O ritmo é pouco denso apesar das constantes síncopas, sendo elevado, principalmente, devido à eventuais pausas, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, mantendo a quinta da harmonia em questão como referência. A harmonia é executada toda em power chords, sendo em A: D5-A5-G5-Eb5, em B: D5-C5-Eb5-D5-A5-G5-Eb5, e em C: D5-Bb5-G5-A5.

domingo, 16 de outubro de 2011

TSOL - Live (1988)

GÊNERO: Hard Rock
ORIGEM: EUA (Long Beach-L.A.C. / California)
FORMAÇÃO:
Joe Wood (Vocal, guitarra)
Marshall Rohner (Guitarra)
Mike Roche (Baixo)
Mitch Dean (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 105 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à eventuais pausas e acentos deslocados do tempo forte, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura pouco elevada e extensão elevada, existindo saltos de até uma oitava de distância, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada em power chords e acordes com a inclusão da terça, existindo eventuais acordes de passagem oriundos de empréstimos modais ou tonais, bem como eventuais riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos vocais por Joe Wood.
.
DESTAQUE: The Name Is Love
Música com compasso quaternário, tonalidade de Am (Lá menor) e forma I-A-B-A-B-C-A-B-B'. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à pausas de pequena duração e acentos deslocados do tempo forte, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura pouco elevada e extensão elevada, existindo saltos de até uma quinta de distância, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada em power chords e acordes com a inclusão da terça, existindo eventuais acordes de passagem, em C, oriundos de variação tonal, sendo em A: I-VII-IV-VII, em B: I-III-VII-IV, e em C: II/II-V/II-II-V. A introdução (I) nada mais é do que A executado de maneira solo pela guitarra. Entre B e C existe uma ponte onde nada mais é do que A executado, de maneira solo pela guitarra, um tom acima.

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Tropa Suicida - Agora É Nossa Vez... Vingança! (1985)

GÊNERO: D-Beat
ORIGEM: Brasil (Santos / São Paulo)
FORMAÇÃO:
Genivaldo (Vocal)
Renato (Guitarra)
Reis (Baixo)
Zé Julio (Bateria)
.
O Ep possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 120 bpm. As músicas estão meio tom acima devido à rotação do aparelho. O ritmo é pouco denso, sendo elevado em eventuais trechos devido à variações de cadência, mantendo a figura da semi-colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais acordes de passagem. Destaque para a execução dos arranjos vocais por Genivaldo.
.
DESTAQUE: Mate Reagan
Música com compasso quaternário, tonalidade de Bbm (Si bemol menor) e forma A-B-C-B-C-A-B-C-A'. O ritmo é pouco denso, sendo elevado devido à variação de cadência em A, mantendo a figura da semi-colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo um acorde de passagem em A oriundo de cromatismo, sendo em A: I-VII-VI-I-Cr-I, em B: IV-III-IV-V, e em C: I-VII.

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Toy Dolls - Fat Bob's Feet (1991)

GÊNERO: Punk Rock
ORIGEM: Inglaterra (Sunderland / Tyne And Wear)
FORMAÇÃO:
Olga - Michael Algar (Vocal, guitarra)
K'Cee - John Casey (Baixo)
Marty - Martin Yule (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 115 bpm. O ritmo apresenta certa densidade, principalmente, devido à síncopas, acentos deslocados do tempo forte, pausas de pequena duração e arranjos específicos de cada instrumento, em especial da guitarra, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, existindo saltos de até uma quinta de distância, bem como frequentes contracantos, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais acordes com a inclusão da terça, bem como frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para os arranjos de guitarra por Olga.
.
DESTAQUE: The Coppers Copt Ken's Cash!
Música com compasso quaternário, sem tonalidade definida e forma A-B-A'-C-D-A-B-C-D'-E-D''-A''. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à pausas de pequena duração, acentos no contratempo  e arranjos específicos da guitarra, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada em power chords e acordes com a inclusão da terça, sendo em A: A-E, em B: A-E, em C: A5-G5-D5-C5-E, em D: A5-D5-A5-C5-G5-C5-G5-A5-D5-A5-Bb5-F5-Bb5-F5, e em E: Eb5-Ab5-Bb5-C5-F5-Bb5-C5-F5-Bb5-Eb5-F5. Após E, as partes estão transpostas meio tom acima.

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Titãs - Tudo Ao Mesmo Tempo Agora (1991)

GÊNERO: Rock
ORIGEM: Brasil (São Paulo / São Paulo)
FORMAÇÃO:
Arnaldo Antunes (Vocal)
Branco Mello (Vocal)
Paulo Miklos (Vocal, teclado)
Sérgio Britto (Vocal, teclado)
Nando Reis (Vocal, baixo)
Marcelo Fromer (Guitarra)
Tony Bellotto (Guitarra)
Charles Gavin (Bateria, percussão)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 110 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à eventuais variações de cadência e acentos deslocados do tempo forte, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada em power chords e acordes com a inclusão da terça, existindo eventuais acordes de passagem e riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos de guitarra.
.
DESTAQUE: Eu Não Sei Fazer Música
Música com compasso quaternário, tonalidade de Em (Mi menor) e forma A-B-A'-B'-C-A''-B-A'-B'-C-D. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente devido à arranjos específicos da guitarra, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a tônica e quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada em power chords e acordes com a inclusão da terça, existindo frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, sendo em A: i-VII, em B: V5, em C: i-III, e em D: v-VII-i.

sábado, 8 de outubro de 2011

Thrasher Skate Rock - Vol. 5: Born To Skate (1987)

GÊNEROS: Skate Punk / Punk Rock / Skate Rock / Hardcore Old School / Crossover / Jazz Core
ORIGEM: EUA (São Francisco-S.F.B.A. / California)
BANDAS: SNFU / Racer X-AZ / Stupids / Eight Days A Week / Condemned Attitude? / No Mercy / Naked Lady Wrestlers / JFA / Excel / Dehumanizers / DI's / Beowülf / Screamin' Lord Salba And His Heavy Friends
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 115 bpm. O ritmo possui certa densidade, principalmente, devido à variações de cadência, mantendo as figuras da colcheia e semi-colcheia como as mais frequentes. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais acordes com a inclusão da terça ou dissonâncias. Coletânea lançada pelo selo High Speed Productions.
.
DESTAQUE: NO MERCY - Die Or Be Killed
Música com compasso quaternário, tonalidade de Fm (Fá menor) e forma I-A-B-C-A-B'-A'-D-A-B''. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à eventuais pausas, mantendo a figura da semi-colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a tônica e quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo um constante acorde de passagem oriundo de cromatismo, sendo em A: I-III-IV-Cr-I-III-IV-Cr-IV-I-III-IV-Cr-III-I-III-IV-Cr-IV-III, em B: I-III-IV-Cr-I-Cr-IV-III, em C: IV-VI-VII-Cr-IV-Cr-VII-VI, e em D: IV-VI-IV-Cr-VII-VI. A introdução (I) nada mais é do que o power chord do primeiro grau seguido de A executado com arranjo diferente.

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Terço - Mudança De Tempo (1978)

GÊNERO: Rock Progressivo
ORIGEM: Brasil (Rio De Janeiro / Rio De Janeiro)
FORMAÇÃO:
Sérgio Hinds (Vocal, guitarra)
Cezar De Mercês (Vocal, guitarra, violão, flauta)
Sérgio Magrão (Vocal, baixo, percussão)
Luiz Moreno (Vocal, bateria)
Sérgio Kaffa (Teclado, baixo)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 100 bpm. O ritmo é bastante denso, principalmente, devido à variações de cadência e compasso, bem como acentos deslocados do tempo forte e síncopas, mantendo a figura da semínima como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura pouco elevada e extensão elevada, existindo frequentes contracantos harmônicos, mantendo a idéia tonal como referência. A harmonia é executada com frequentes dissonâncias e inversões, executadas, eventualmente, de maneira arpejada, existindo eventuais acordes de passagem, bem como frequentes frases que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para os arranjos ritmicos.
.
DESTAQUE: Hoje É Domingo (Pede Cachimbo)
Música com compasso quaternário, sem tonalidade definida e forma I-A-B-A-B-C-A'-A''-C'-D-D'. O ritmo é bastante denso, sendo elevado, principalmente, devido à variações de cadência, síncopas, pausas e acentos deslocados do tempo forte, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura pouco elevada e extensão elevada, mantendo as notas da tríade da harmonia em questão como referência. A harmonia é executada, eventualmente, de maneira arpejada, existindo acordes de passagem oriundos de cromatismo em C, sendo em A: Dm, em B: C-G-D, em C: C-B-Bb-A-Ab-G-Gb-C, e em D: D-C-G-D. A introdução (I) nada mais é do que B executado com arranjo diferente.

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Ten Foot Pole - Bad Mother Trucker (2002)

GÊNERO: Hardcore Melódico
ORIGEM: EUA (Simi Valley-V.C. / California)
FORMAÇÃO:
Dennis Jagard (Vocal)
Steve Von Treetrunk - Steve Carnan (Guitarra)
Johnny Smoke - John Chapman (Baixo)
Kevin Ruggeri (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 120 bpm. O ritmo é pouco denso apesar das frequentes síncopas, sendo elevado, principalmente, devido à variações de cadências, pausas de pequena duração e acentos deslocados do tempo forte, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda em power chords, existindo eventuais intervalos de terça e acordes com a inclusão da terça e dissonâncias, bem como riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos de guitarra por Steve Von Treetrunk.
.
DESTAQUE: Fall In Line
Música com compasso quaternário, tonalidade de C#m (Dó sustenido menor) e forma A-B-A'-B-A''-A'''-A''. O ritmo é pouco denso apesar das frequentes síncopas, sendo elevado, principalmente, devido à variações de cadência e acentos deslocados do tempo forte, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, sendo em A: I-III-VI-IV-V, e em B: I-III-IV-V-I-III-V-IV-V-IV-V-VI-III-I-VI-III-VII.

domingo, 2 de outubro de 2011

Tarakany! - Posadki Niet (1998)

GÊNERO: Punk Rock
ORIGEM: Rússia (Moscou / Distrito Federal Central)
FORMAÇÃO:
Dmitri Sid Spirin (Vocal)
Alexander Goliy Golant (Guitarra)
Aleksei Salaga Solowjow (Baixo)
Konstantin Dementjew (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 100 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à eventuais antecipações e acentos deslocados, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura baixa e extensão pouco elevada, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords. Destaque para a execução dos arranjos vocais por Dmitri Sid Spirin.
.
DESTAQUE: Ne Vezet
Música com compasso quaternário, tonalidade de A (Lá Maior) e forma A-B-C-D-E-A'-B-C-D-E-A'-B-C'-D'-E'-A'-B. O ritmo é pouco denso, sendo elevado, principalmente, devido à eventuais atrasos e antecipações, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura baixa e extensão pouco elevada, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo um acorde de passagem (III) oriundo de empréstimo modal em E, sendo em A: I-V-VI-V, em B: IV-V-IV-III-II, em C: V-IV-I-V-VI-V, em D: I-V-IV-V, e em E: VI-II-III-IV.