domingo, 29 de novembro de 2009

Damned - Machine Gun Etiquette (1979)

GÊNERO: Punk Rock
ORIGEM: Inglaterra (Londres / Londres)
FORMAÇÃO:
Dave Vanian (Vocal)
Captain Sensible (Guitarra, teclado)
Algy Ward (Baixo)
Rat Scabies (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 100 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado devido às dinâmicas, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo extensão pouco elevada e altura baixa, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, em sua maioria, por power chords, existindo, eventualmente, acordes com a inclusão da terça ou dissonâncias, estes executados, eventualmente, de maneira arpejada. Destaque para as dinâmicas dos arranjos.
.
DESTAQUE: Love Song
Música com compasso quternário, tonalidade de Am (Lá menor) e forma I-A-B-A-B-C-A'-B-A''. O ritmo é pouco denso, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo extensão e altura pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, sendo a introdução (I): I-V-IV-I, em A: I-V-VI-IV, em B: III-VII-VI-VII, e em C: I-V-VI-IV-VII.

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Cyco Miko - Lost My Brain! (Once Again) (1996)

GÊNERO: Skate Punk
ORIGEM: EUA (Sherman Oaks-L.A.C. / California)
FORMAÇÃO:
Mike Muir (Vocal)
Steve Jones (Guitarra)
Adam Siegel (Guitarra)
Dave Kushner (Guitarra)
Dave Silva (Baixo)
Greg Saenz (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 110 bpm. O ritmo é pouco denso, elevado em eventuais trechos devido à antecipações, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, com eventuais trechos onde a inclusão do intervalo de quarta é incluso. Destaque para a execução dos arranjos vocais por Mike Muir.
.
DESTAQUE: I Love Destruction
Música com compasso quaternário, tonalidade de Am (Lá menor) e forma A-B-C-A-B-C-A'-B-C-A''. O ritmo é pouco denso, elevado em eventuais trechos devido à antecipações harmônicas, principalmente, em A, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo a inclusão do intervalo de quarta no acorde, sendo em A: V-IV-II-II11-II, em B: I-III-III11-III, e em C: VII-IV-I-I11-I.

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Cult - Ceremony (1991)

GÊNERO: Hard Rock
ORIGEM: Inglaterra (Bradford / West Yorkshire)
FORMAÇÃO:
Ian Astbury (Vocal)
Billy Duffy (Guitarra)
Scott Thurston (Piano, sintetizador)
Richie Zito (Teclado)
Benmont Tench (Órgão)
Suzie Katayama (Cello)
Charley Drayton (Baixo)
Mickey Curry (Bateria)
Alex Acuña (Percussão)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 95 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado em eventuais trechos, principalmente, devido aos arranjos individuais de cada instrumento, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha bastante, existindo saltos de até uma oitava de distância, possuindo extensão elevada e altura pouco elevada, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia possui eventuais acordes de passagem fora do campo harmônico da tonalidade original, existindo eventuais trechos onde a execução é por power chords. Destaque para a execução dos arranjos vocais por Ian Astbury.
.
DESTAQUE: If
Música com compasso quaternário, tonalidade de Am (Lá menor) e forma A-B-A'-B'-A'-C-A''. O ritmo é pouco denso, elevado, principalmente, devido ao arranjo do piano, e os acentos no contratempo, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha bastante, existindo saltos de até uma quinta de distância, possuindo extensão elevada e altura pouco elevada, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, dentro do campo harmônico da tonalidade original, com exceção do acorde de quarto grau que é maior devido a um empréstimo modal, e o acorde de quinto grau que possui função de dominante, sendo em A: i-III-VII-IV, em B: i-III-IV-i-III-VII-i-III-IV-i-III-VII-i-VI-VII-i-VI-IV-V-VII, e em C: VI-VII.

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Cordoba - Hardcore Punk (2003)

GÊNEROS: Power Violence / Hardcore Melódico / Hardcore / Rap Core / Punk Rock / Street Punk
ORIGEM: Argentina (Cordoba / Cordoba)
BANDAS: Hardlife! / No Reason / Pica Sesos / Gas Letal / Sociedad Nociva / Machalos / Porboya / 250 CTVS / Causa De Accion / Los Bastardos / Noema / Feliz Melancolia / NOD / Daño Cerebral / Super Cuate / Reaxion / Intento De Cambio / Lolita Crisis / Maltrato / Eleccion / Codigo Morse
.
A coletânea possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 105 bpm. O ritmo possui certa densidade em eventuais faixas, principalmente, devido às acentuações fora do tempo forte ou contratempo, bem como eventuais síncopas, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia varia bastante de banda para banda, havendo músicas com extensão elevada, ou não, bem como altura elevada, ou não, variando as notas de referência, porém com a quinta da tonalidade quase sempre presente. A harmonia é executada, em sua maioria, por power chords, existindo eventuais riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Coletânea lançada pelo selo Fuerza Unida Records.
.
DESTAQUE: GAS LETAL - S.O.S.
Música com compasso quaternário, tonalidade de Bm (Si menor) e forma I-A-B-C-D-A-B-C-D-E-C-D-D'. O ritmo é pouco denso, sendo que o baixo, eventualmente, perde o pulso da música, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, em graus conjuntos, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência, possuindo altura e extensão pouco elevados. A harmonia é executada toda em power chords, existindo frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, sendo a introdução (I): I-VII-VI, em A: I-VII-VI-VII, em B: I-VII-VI-I-III-VI, em C: I-VI-III-VII, em D: V-VI-III-VII, e em E: I-VII-I-VII-I-VII-VI-VII.

sábado, 21 de novembro de 2009

Cólera - Pela Paz Em Todo Mundo (1986)

GÊNERO: Punk Rock
ORIGEM: Brasil (São Paulo / São Paulo)
FORMAÇÃO:
Redson - Edson Pozzi (Vocal, guitarra)
Val - Valdemir Pinheiro (Baixo)
Pierre - Carlos Pierre Pozzi (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 120 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado em eventuais trechos, principalmente, devido aos arranjos, mantendo a figura da semi-colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura elevada e extensão pouco elevada, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para os arranjos das músicas.
.
DESTAQUE: Alternar
Música com compasso quaternário, tonalidade não definida e forma I-A-B-C-D-E-A-B-C-D-E-A-B'-C-D-E'-A'. O ritmo é pouco denso, apesar das constantes quiálteras em A síncopas em C, mantendo a figura da semi-colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura elevada e extensão pouco elevada, mantendo a quinta do acorde em questão como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo frequentes riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, sendo em A: A5-A-B5-B-A5-A, em B: A5-C#5-D5-C#5-A5-B5-D#5-E5-D#5-B5-A5-C#5-D5-C#5-A5, em C: A5-A-G-E-D-A5, em D: A5-G5-F#5, e em E: B5-C5-D5-A#5-A5-A#5-A5. A introdução (I) nada mais é do que A executado de maneira solo pela guitarra. Em A existe um riff de guitarra nos acordes A e B com a terça, quarta, quinta e tônica do acorde. Em C existe um riff de guitarra nos acordes A, G, e E com a tônica terça e quarta do acorde, enquanto o acorde D o riff é com tônica, sétima e sexta.

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Circle Jerks - Group Sex (1980)

GÊNERO: Hardcore Old School
ORIGEM: EUA (Hermosa Beach-L.A.C. / California)
FORMAÇÃO:
Keith Morris (Vocal)
Greg Hetson (Guitarra)
Roger Rogerson (Baixo)
Lucky Lehrer (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 120 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado em eventuais trechos, principalmente, devido à pausas ou acentuações fora do tempo forte. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a tônica e quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para os aranjos e execuções de dinâmica.
.
DESTAQUE: Operation
Música com compasso quaternário, tonalidade de E (Mi Maior) e forma I-A-B-A-B'-A-B-A-B''. O ritmo é pouco denso, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, em graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a tônica e quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, sendo em A: III-II-I-II, e em B: VI-IV-V-I-V-VI-IV-III. A introdução (I) nada mais é do que A executado sem vocal.

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Buzzcocks - The Peel Sessions (1987)

GÊNERO: Punk Rock
ORIGEM: Inglaterra (Bolton / Greater Manchester)
FORMAÇÃO:
Pete Shelley (Vocal, guitarra)
Steve Diggle (Guitarra)
Garth Davies (Baixo)
John Maher (Bateria)
.
Ep lançado em 1987, porém gravado em 1977. O Ep possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 100 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado em eventuais trechos devido aos arranjos, principalmente, de bateria, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais riffs de guitarra que ajudam a carcterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos.
.
DESTAQUE: What Do I Get?
Música com compasso quaternário, tonalidade de F#m (Fá sustenido menor) e forma I-A-B-A-B-C-B-A'-B'-C-B-A-B-A''. O ritmo é pouco denso, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, sendo a introdução (I): V, em A: V-I-II-V, em B: III-II-V, e em C: I-II-V-IV-I-II. Em A'' existe um acorde de passagem (C5) no final oriundo de um cromatismo.

domingo, 15 de novembro de 2009

Buzzcocks - Buzzcocks (2003)

GÊNERO: Punk Rock
ORIGEM: Inglaterra (Bolton / Greater Manchester)
FORMAÇÃO:
Pete Shelley (Vocal, guitarra)
Steve Diggle (Vocal, guitarra)
Tony Barber (Baixo)
Philip Barker (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 100 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado devido à eventuais trechos onde a acentuação é fora do tempo forte, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais riffs de guitarra que ajudam a carcterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos vocais por Pete Shelley.
.
DESTAQUE: Wake Up Call
Música com compasso quaternário, tonalidade de Gm (Sol menor) e forma A-A'-A-A'-A-B-A-A'-A''. O ritmo é pouco denso, sendo elevado em A' devido ao arranjo de guitarra e suas devidas acentuações, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade do acorde em questão como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo frequente riff de guitarra em A que ajuda a cracterizar a harmonia em questão, sendo em A: I-IV-III-I, e em B: IV-V-I.

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Butthole Surfers - After The Astronaut (1998)

GÊNERO: Industrial
ORIGEM: EUA (San Antonio-B.C. / Texas)
FORMAÇÃO:
Gibby Haynes (Vocal, baixo, saxofone)
Paul Leary (Guitarra)
King Coffey (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 90 bpm. O ritmo possui certa densidade, principalmente, devido à eventuais acentuações fora do tempo forte ou contratempo, bem como eventuais pausas de pouca duração, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha caminha pouco, em graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada através das linhas de baixo e eventuais power chords e efeitos de guitarra. Destaque para os arranjos de bateria por King Coffey.
.
DESTAQUE: Turkey & Dressing
Música com compasso quaternário, tonalidade de Em (Mi menor) e forma A-A'-A-A''-A-A'. O ritmo é pouco denso, sendo elevado devido à antecipação no contratempo do terceiro tempo, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, sempre por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, sendo em A: I-III-I-III-IV.

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Brujeria - Marijuana (1997)

GÊNERO: Crust Core
ORIGEM: México (Tijuana / Baja California)
FORMAÇÃO:
Juan Brujo - John Lepe (Vocal)
Pinche Peach (Vocal, samples)
Asesino - Dino Cazares (Guitarra)
Hongo - Shane Embury (Guitarra)
El Embrujado - Patrik Jensen (Guitarra)
Fantasma - Pat Hoed (Baixo)
Güero Sin Fe - Billy Gould (Baixo)
Greñudo - Raymond Herrera (Bateria)
.
O Ep possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 115 bpm. O ritmo possui certa densidade, principalmente, devido às eventuais pausas, antecipações e arranjos de bateria, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, possuindo altura baixa e extensão pouco elevada, mantendo a tônica e quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords. Destaque para os arranjos ritmicos.
.
DESTAQUE: Matando Güeros '97
Música com compasso quaternário, sem tonalidade definida e forma I-A-A'-B-A'-A''. O ritmo é pouco denso, sendo elevado devido à antecipação existente em A e ao arranjo de B, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, possuindo altura baixa e extensão pouco elevada, mantendo a tônica e quinta do acorde como referência. A harmonia é toda executada em power chords, existindo um riff de guitarra em A' que tende a uma confirmação tonal, sendo em A: B5-F5-C#5-D#5-C#5, e em B: D5-B5. A introdução (I) nada mais é do que A executado de maneira solo pelo baixo.

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Bouncing Souls - Maniacal Laughter (1996)

GÊNERO: Street Punk
ORIGEM: EUA (New Brunswick-M.C. / Nova Jersey)
FORMAÇÃO:
Greg Attonito (Vocal)
Pete The Pete Steinkopf (Guitarra)
Bryan Papillon Keinlen (Baixo)
Shal Khichi (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 110 bpm. O ritmo é pouco denso, sendo elevado em eventuais trechos devido à pausas, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo extensão e altura pouco elevados, mantendo a quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a participação de Johnny X tocando guitarra em The Ballad Of Johnny X.
.
DESTAQUE: No Rules
Música com compasso quaternário, tonalidade de Em (Mi menor) e forma A-B-B'-A'-B-B'-A''-A'''. O ritmo é pouco denso, sendo elevado devido às pausas de pouca duração em B, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo riffs de guitarra em A, ou mantendo a tônica, ou ajudando a caracterizar a harmonia em questão, sendo em A: I-VII, e em B: I-III-VII.

sábado, 7 de novembro de 2009

Blind Pigs - The Punks Are Alright! (2000)

GÊNERO: Street Punk
ORIGEM: Brasil (Barueri / São Paulo)
FORMAÇÃO:
Henrike (Vocal)
Gordo (Guitarra)
Pablo (Guitarra)
Mauro (Guitarra, baixo)
Luciano (Guitarra)
Fralda (Baixo)
Arnaldo (Bateria)
Ricardo (Bateria)
.
Álbum lançado em 2000, porém com gravações do período entre 1994 e 1999. O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 115 bpm. O ritmo é pouco denso, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, em graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais riffs de guitarra que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos do vocal por Henrike.
.
DESTAQUE: Rotten Genertation
Música com compasso quaternário, tonalidade de C (Dó Maior) e forma I-A-B-C-A-B-C-A'. O ritmo é pouco denso, sendo elevado devido ao arranjo da ponte, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, em graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo a quinta da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo um acorde de passagem na introdução e em B, oriundo da função IV/IV, sendo a introdução (I): IV/IV-IV-IV/IV, em A: VII-II-III-IV-III-II-VII, em B: II-IV-V-VI-V-IV/IV-V-IV-II, e em C: III-I-VI-I-II-III-II-I-VII-I-II-III. A introdução (I) é executada de maneira solo pelo baixo. Sempre depois de A existe uma ponte com a seguinte progressão: E5-D5-B5-D5-B5-C5.

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Black Sabbath - Paranoid (1970)

GÊNERO: Hard Rock
ORIGEM: Inglaterra (Birmingham / West Midlands)
FORMAÇÃO:
Ozzy Osbourne (Vocal)
Tony Iommi (Guitarra)
Geezer Butler (Baixo)
Bill Ward (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 95 bpm. O ritmo é bastante denso, principalmente, devido às acentuações fora do tempo forte e arranjos da bateria, mantendo a figura da cocheia como a mais frequente. A melodia caminha bastante, existindo saltos de até uma oitava de distância, possuindo altura e extensão elevada, mantendo a tríade da tonalidade como referência. A harmonia é, geralmente, executada em power chords, além de frequentes riffs de guitarra e linhas de baixo que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a execução dos arranjos.
.
DESTAQUE: Rat Salad
Música com compasso quaternário, tonalidade de Gm (Sol menor) e forma I-A-B-A-C-A. O ritmo é extremamente denso, principalmente em C devido ao arranjo de bateria por Bill Ward, à cadência de B, e às quiálteras de A, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A música não possui melodia. A harmonia é executada toda através de riffs de guitarra e no primeiro grau, existindo uma nota de passagem em A (Réb) oriundo de um cromatismo, sendo em A: I, e em B: I. C é executado de maneira solo pela bateria. A introdução possui um riff com as notas Sol, Fá, Ré e Sol, sendo antes de A um riff com as notas Ré, Dó e Sib. Em A existe um riff de guitarra baseado na escala de Sol menor incluso o cromatismo com o Réb.

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Biggs - Wishful Thinking (2001)

GÊNERO: Punk Rock
ORIGEM: Brasil (Sorocaba / São Paulo)
FORMAÇÃO:
Flavia Biggs (Vocal, guitarra)
Mayra Biggs (Baixo)
Brown Biggs (Bateria)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 105 bpm. O ritmo é pouco denso, elevado em eventuais trechos devido aos arranjos de bateria, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo extensão e altura pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords. Destaque para a execução do arranjo vocal por Flavia Biggs.
.
DESTAQUE: Doubts
Música com compasso quaternário, tonalidade de Bm (Si menor) e forma A-B-C-A-B-C-A'-B-C'-D. O ritmo é pouco denso, sendo elevado devido ao arranjo de C, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, sendo em A: I-VI-III, em B: VI-VII/vi, em C: VI-I, e em D: I-V-VI-V.

domingo, 1 de novembro de 2009

Beastie Boys - Live Beasties (1998)

GÊNERO: Rap
ORIGEM: EUA (Nova York / Nova York)
FORMAÇÃO:
Ad-Rock - Adam Horovitz (Vocal, guitarra)
MCA - Adam Yauch (Vocal, baixo)
Mike D - Michael Diamond (Vocal, bateria)
Mix Master Mike - Michael Schwartz (DJ)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 90 bpm. O ritmo é bastante denso, principalmente, devido aos arranjos executados por Mix Master Mike, existindo frequentes variações de cadência, pausas de longa ou curta duração, além de acentos fora do tempo forte, o que acontece nos arranjos vocais, aumentando ainda mais sua densidade, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha pouco, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura elevada e extensão pouco elevada, mantendo a quinta ou tônica da tonalidade como referência. A harmonia é bastante variada, isto devido aos samplers escolhidos por Mix Master Mike, quando executada pelos instrumentos, esta é através de power chords. Destaque para os samplers de Mix Master Mike.
.
DESTAQUE: Time For Livin'
Música com compasso quaternário, sem tonalidade definida e forma I-A-B-C-A-A'-B-C-A''. O ritmo é pouco denso, sendo elevado em A devido à variação de cadência, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia pouco, sempre por graus conjuntos, possuindo altura elevada e extensão pouco elevada, mantendo a quinta da tonalidade do trecho em questão como referência. A harmonia é executada toda em power chords, sendo em A: E5-G5-A5, em B: A5-B5-E5-B5-G5, e em C: G5-Bb5. A introdução (I) nada mais é do que A executado de maneira solo pelo baixo.