domingo, 9 de julho de 2017

Adicts - This Is Your Life (1984)

GÊNERO: Punk Rock
ORIGEM: Inglaterra (Ipswich / Suffolk)
FORMAÇÃO:
Monkey - Keith Warren (Vocal)
Pete Dee - Pete Davison (Guitarra)
James Harding (Teclado)
Spider - Mel Ellis (Baixo)
Kid Dee - Michael Davison (Bateria)
.
Álbum lançado com duas versões diferentes, uma em Lp, em 1984; e outra em CD, em 1992, ambos pelo selo Fallout. Este é, na verdade, uma coletânea, sendo a primeira lançada pelo grupo após 2 álbuns, 1 Ep e 3 singles, existindo algumas versões diferentes e músicas inéditas. Para quem não conhece, o grupo faz um punk rock bem de acordo com sua origem: a inglesa, tendo o figurino, à la Droogs, como marca registrada. Uma banda clássica do punk rock inglês, a qual todos deveriam, ao menos, ouvir e conhecer.
.
FAIXA A FAIXA:
O álbum começa com o seu maior clássico: Viva La Revolution, faixa que está presente apenas na versão em CD e é originário do single de mesmo nome, lançado em 1982. A música tem, inclusive, videoclip de divulgação, e, na minha opinião, é, com justiça, o maior clássico do grupo, realmente muito bom. Tive a honra de preparar uma versão psychobilly para ela e fazer uma apresentação com um aluno de contrabaixo acústico! Quem viu, viu!
A segunda faixa, Steamroller, também está presente apenas na versão em CD e foi lançada, originalmente, no mesmo single da faixa anterior. Muito boa a música, uma das melhores do grupo, embalada e empolgante!
Na faixa 3 começa a versão em Lp, que leva o nome do álbum, This Is Your Life, lançada, originalmente, como uma demo. Um punk rock inglês clássico, embalado e com a velha combinação de acordes I-IV-V!
Don't Exploit Me já possui, na parte A, uma harmonia mais "furiosa" e menos alegre. Aliás, esta parte, por coincidência, lembra Exploited mais leve! Já a parte B é aquele típico punk rock inglês. Também lançada como uma demo.
A faixa 5 chama-se Younger Generation e não possui aquela característica de punk rock alegre, embora seja um típico punk rock inglês. Boa música.
A faixa 6 é mais uma da mesma demo das faixas anteriores e se chama Calling Calling. Esta poderia muito bem ser uma música do Clash que não seria nenhuma surpresa! Já mais suave, quase uma balada, com um ritmo pausado nos instrumentos de corda que fazem toda a diferença.
Just Like Me traz a velocidade de volta para o álbum em grande estilo. Uma das melhores do disco, embalada do início ao fim e com um refrão sing-a-long. É a última música da demo e também um punk rock inglês!
A faixa 8 chama-se Easy Way Out. É uma música diferente, com uma cadência harmônica de um intervalo de uma segunda menor na parte A, o que dá um clima "sombrio" para a composição, enquanto que a parte B tem um embalo bacana e se torna aquele típico punk rock inglês. Música presente no primeiro trabalho do grupo, Lunch With The Adicts, de 1979.
A faixa 9, também está presente no mesmo Ep da faixa anterior, e se chama This Week, uma das melhores do álbum. Ela tem basicamente dois acordes, começando com um arranjo mais calmo para logo em seguida o embalo do punk rock inglês aparecer.
Organised Confusion é o nome da faixa 10, também do mesmo Ep de 1979, e, também, uma das melhores do álbum. Com a letra extremamente simples (é cantado apenas o título da música), mas com um riff de guitarra bem rock'n'roll que faz toda a diferença. Muito boa a música, vale a éna conferir.
A faixa 11 é a última música do Ep de 1979, e se chama Straightjacket. É um punk rock inglês típico, existindo um riff de guitarra no início, com apenas duas notas, que é bastante interessante.
Numbers é o nome da faixa 12, gravada em 1979 na Radio 1, num dos tantos Peel Sessions gravados lá por bandas de punk rock inglesas! É muito boa música, embalada, com o baixo em evidência.
A faixa 13, Get Adicted, também faz parte do Peel Sessions da faixa anterior. Um punk rock inglês clássico. Não é das mais embaladas, mas é bacana.
Distortion é outra que resultou da gravação da Radio 1. Esta já não tem aquela característica alegre de alguns punk rock ingleses, o que dá um clima interessante para o álbum, sendo quase uma cadência harmônica de dois acordes o tempo todo.
A faixa 15, Sensitive, poderia ser muito bem uma música do Devo devido à sua parte A. Uma das melhores músicas do álbum, é a última música gravada na Radio 1. Possuindo uma frase do baixo marcante na parte A e um refrão com a caixa dobrada que fazem toda a diferença, bem como o riff da guitarra após a parte B.
Sympathy foi gravada para um single que nunca foi lançado, sendo uma música inédita em 1984, quando o álbum foi lançado. Não tem nada de especial, é mais um punk rock inglês típico, com a progressão I-IV-V.
A faixa 17, Sheer Enjoyment, seria o lado B do single da faixa anterior, ou seja, também inédita quando do lançamento do álbum. É a última faixa da versão em Lp, um punk rock clássico que lembra, devido à execução das palhetadas de guitarra, um pouco, com exceção da voz, Toy Dolls.
A faixa 18, Champs Élysées, pertence ao Ep Bar Room Bop, lançado em 1985 e está presente apenas na versão em CD. É uma das melhores do álbum e aqui temos, pela primeira vez no álbum, a participação do tecladista. Já tem uma característica mais oitentista, até em função do teclado, mas não só. De qualquer forma, recomendo conferir!
Sound Of Music também está presente no mesmo Ep da faixa anterior e lembra, devido à bateria, um pouco de disco music! Mas é uma música bacana, vale a pena conferir!
A penúltima música do álbum se chama Who Spilt My Beer? e também é um grande clássico do grupo, pertencente ao mesmo Ep de 1985. O interessante dela está em sua melodia que parece bastante um hino, existindo eventuais variações de compasso, de simples para composto. Vale a pena conferir!
Cowboys fecha o álbum e pertence ao mesmo Ep de 1985. Esta é quase um punk rock country, pois tem bastante característica de músicas de western, embora seja um punk rock! Existe alguns contracantos que lembram índios. Boa música.
Ouça This Is Your Life e confira um dos grandes clássicos do punk rock inglês! Indispensável!

Nenhum comentário :

Postar um comentário