segunda-feira, 3 de junho de 2013

Black Sabbath - Sabbath Bloody Sabbath (1973)

GÊNERO: Hard Rock
ORIGEM: Inglaterra (Birmingham / West Midlands)
FORMAÇÃO:
Ozzy Osbourne (Vocal, sintetizador)
Tony Iommi (Guitarra, piano, sintetizador, órgão, flauta)
Geezer Butler (Baixo, sintetizador, mellotron)
Bill Ward (Bateria, tímpano, bongô)
.
O álbum possui músicas com compasso quaternário e andamento médio de 105 bpm. O ritmo possui certa densidade, principalmente, devido à variações de cadência e pausas, bem como eventuais antecipações e acentos deslocados do tempo forte, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada, quase toda, em power chords, existindo eventuais acordes com a inclusão da terça, bem como riffs de guitarra e frases do baixo que ajudam a caracterizar a harmonia em questão. Destaque para a participação de Rick Wakeman tocando piano e mini moog.
.
DESTAQUE: A National Acrobat
Música com compasso quaternário, tonalidade de Dm (Ré menor), e forma A-B-A'-B-C-C'-C-D-E-F-G. O ritmo possui certa densidade, principalmente, devido à variações de cadência e pausas, bem como eventuais antecipações e acentos deslocados do tempo forte, mantendo a figura da colcheia como a mais frequente. A melodia caminha, geralmente, por graus conjuntos, possuindo altura e extensão pouco elevados, mantendo as notas da tríade da tonalidade como referência. A harmonia é executada toda em power chords, existindo eventuais acordes de passagem, oriundos de empréstimo tonal e cromatismo, bem como frequentes riffs de guitarra e frases do baixo que ajudam a caracterizar a harmonia em questão, sendo em A: I-VII, em B: I-III-VII-IV-I-VII-VI-V-III-IV, em C: I, em D: I-VII-IV-III-I-VII-IV-III-V, em E: F#-B-F#, em F: V-VII-II/V-VII-II/V, e em G: V-VII-II/V-VII-II/V-VII-Cr-I-Cr-II-III-Cr-IV-V.

Nenhum comentário :

Postar um comentário